Versão nova do site ativada

Resultado definitivo é adiado para o próximo dia 28

O resultado definitivo da prova objetiva do concurso da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM-RJ), que estava previsto para esta terça-feira, dia 21, somente será conhecido no próximo dia 28. A informação é da Exatus, organizadora, alegando o grande número de recursos da nota preliminar da prova objetiva. Além disso, foi publicado no site da organizadora um comunicado de alteração do cronograma do concurso (Veja em anexo).

21/10/2014 13:29 | Atualizado: 17/09/2017 05:30

21/10/2014 13:29 | Atualizado: 17/09/2017 05:30
O resultado definitivo da prova objetiva do concurso da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM-RJ), que estava previsto para esta terça-feira, dia 21, somente será conhecido no próximo dia 28. A informação é da Exatus, organizadora, alegando o grande número de recursos da nota preliminar da prova objetiva. Além disso, foi publicado no site da organizadora um comunicado de alteração do cronograma do concurso (Veja em anexo).

Serão aprovados na prova objetiva os candidatos que não zerarem nenhuma disciplina e alcançarem o mínimo de 50% de acertos (20 pontos). Para ser aprovado na redação, que vale dez pontos, também é necessário obter pelo menos 50% dos pontos. Serão corrigidos os textos dos candidatos aprovados na prova objetiva até o limite de cinco vezes o número de vagas.

Vários candidatos ouvidos pela FOLHA DIRIGIDA, que se sentiram prejudicados devido aos erros em suas notas, destacaram que esperam, no mínimo, que a Exatus faça as correções. Inclusive, muitos não puderam entrar com recursos, pois não conseguiram visualizar o cartão-resposta. Para efeito de desempate entre os candidatos que apresentem igualdade de pontuação, terá vantagem aquele que tiver a maior nota, na seguinte ordem: redação, Português, História, Sociologia, Geografia, Informática, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos. Por último, maior idade.

A deputada estadual Janira Rocha (Psol) deu entrada, no dia 3 de setembro, em ação popular pedindo a anulação do concurso, por conta do que considera omissão do governo ao não anular o concurso, "apesar das várias e comprovadas irregularidades". A Assessoria de Imprensa da parlamentar informou, na última segunda-feira, dia 20, que os representantes do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da PM-RJ e da Exatus foram notificados pela Justiça a apresentarem as suas alegações em relação às supostas irregularidades no concurso. Posteriormente, será pedido que a requerente da ação, neste caso, a parlamentar, apresente provas.

Nesta quinta-feira, dia 23, será entregue por um grupo de candidatos, ao procurador-geral de Justiça em exercício, Alexandre Araripe Marinho, um dossiê que aponta as alegadas irregularidades no concurso. O procurador-geral se comprometeu a analisar pessoalmente, junto a um promotor, todas as provas que os candidatos puderam reunir a respeito das supostas fraudes cometidas durante a realização dos exames.

A segunda etapa do concurso será o exame psicológico, eliminatório, tendo como objetivo aprovar os candidatos que possuem funções mentais e habilidades específicas, além de características de personalidade compatíveis com o cargo. Já a terceira fase constará de exame antropométrico, mediante verificação do Índice de Massa Corporal (IMC), de acordo com a tabela no subitem 12.3.2 do edital. Ainda haverá exame físico, teste toxicológico, exame médico e pesquisa social e documental (4ª, 5ª, 6ª e 7ª etapas, respectivamente). A seleção destina-se ao preenchimento de 6 mil vagas, 600 delas para mulheres.

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Sobre o concurso

Inscrições Encerradas

PM-RJ - 2013 - 6.000 vagas - Soldado

RJ
Até R$2382,89
Fund...
6000 vagas