Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso PMERJ 2019: novo edital já está em estudo, garante coronel

O concurso PMERJ 2019 para soldados está em estudo. Informação é do porta-voz da Polícia Militar do Rio de Janeiro, coronel Mauro Friess.

O concurso PMERJ 2019 para soldados já está em estudo na Secretaria de Estado da Polícia Militar do Rio de Janeiro. A confirmação partiu do porta-voz da corporação, coronel Mauro Fliess, nesta segunda-feira, dia 28.

"Já estão sendo feitos estudos internos para a realização desse concurso. É só uma questão de chamar os aprovados da última seleção para poder lançar um novo edital", declarou Fliess, que ainda deu uma previsão para a publicação da portaria autorizativa.

"Há bastante expectativa de que seja autorizado este ano. Afinal, este é o alinhamento que o governo estadual está promovendo junto com a corporação", completou.

O cargo de soldado da PMERJ exige o nível médio completo, de 18 a 30 anos e Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Durante o curso de formação, os ganhos do soldado são de R$2.213,62. Após a formatura, o valor passa ao vencimento inicial de R$3.452,55. O regime de contratação é o estatutário, com estabilidade. Também segundo o coronel, a Lei de Responsabilidade Fiscal não atrapalhará a seleção. 

"A LRF nos permite recompletar automaticamente os policiais que completaram seu tempo de serviço e estão indo embora. Por enquanto, ainda temos policiais concursados para serem chamados. Após isso, um novo concurso será feito para preencher o quadro de policiais que vão ser inativados", esclareceu,

O anúncio do concurso PMERJ era mesmo uma questão de tempo. Na última sexta, 25, o governador Wilson Witzel informou que, até 2020, 6 mil soldados serão contratados. Como o último concurso da corporação, de 2014, contou apenas com 4 mil aprovados, o Estado não teria como cumprir essa promessa sem um novo edital.

“Ano que vem vamos chamar mais 3 mil policiais. A ideia é recompor os quadros da Polícia Militar para que nós façamos frente à necessidade de segurança”, explicou o governador Wilson Witzel.

Concurso PMERJ 2019 está confirmado (Foto: Divulgação)
"Concurso PMERJ 2019 está em estudo", diz coronel Mauro Flies
(Foto: CBPMERJ)

Concurso PMERJ 2019 deverá ter 2 mil vagas

O novo concurso para soldados da PMERJ deverá contar com 2 mil vagas. Isso porque esta foi a promessa do governador Wilson Witzel logo que tomou posse à frente do Poder Executivo estadual. “Todo ano faremos concurso público para 2 mil policiais”, disse o governador em coletiva, no dia 5 de janeiro.

A abertura de concursos anuais para a Segurança é uma promessa de Witzel desde a campanha ao governo do Rio. Em entrevista exclusiva, concedida em setembro, ele destacou que a divulgação de novos editais para PM e Polícia Civil-RJ era essencial para suprir a carência de pessoal nas corporações.

“A Polícia Civil precisa, e Polícia Militar também, de um efetivo melhor e maior. A Polícia Civil tem um quadro com cerca de nove mil policiais quando o ideal seria de 25 mil. Tanto delegado quanto policial estão em uma deficiência enorme. Na PM-RJ me foi informado que a deficiência hoje é algo em torno de 15 mil policiais”, expressou.

Lembre como foi último concurso da Polícia Militar-RJ

O último concurso da Polícia Militar fluminense para soldados aconteceu em 2014. Na época, foram oferecidas 6 mil vagas.

Os candidatos foram avaliados por meio de sete etapas: exame intelectual (prova objetiva e redação), exames psicológico e antropométrico, prova física, teste toxicológico, exame médico e pesquisa social e documental. A organizadora foi a Exatus.

A prova objetiva foi composta por 40 questões, distribuídas por Português (dez), História, Geografia, Sociologia, Informática, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos (com cinco questões cada). Na redação, os candidatos precisaram elaborar um texto de 20 a 30 linhas. Foram corrigidos os textos dos 30 mil primeiros classificados.

Foram aprovados na primeira etapa os candidatos que não zerarem nenhuma disciplina e alcançarem o mínimo 50% de acertos na soma das notas da prova objetiva e na redação. 

O exame psicológico, eliminatório, teve como objetivo aprovar os candidatos com funções mentais e habilidades específicas, além de características de personalidade compatíveis com o cargo.

A terceira fase constou de exame antropométrico, cuja avaliação foi feita por meio do Índice de Massa Corporal (IMC), de acordo com a tabela referente ao subitem 12.3.2 do edital.

Já o exame físico (quarta etapa), de caráter eliminatório, teve as seguintes provas: os homens fizeram tração na barra fixa (duas repetições), 35 abdominais tipo remador e corrida de 2.200 metros em 12 minutos.

Já para mulheres foram cobradas 15 flexões de braços e antebraços, 25 abdominais tipo remador e corrida de 1.800 metros em 12 minutos. 



Comentários