Concurso PM-RJ para soldado: classificação final é divulgada

A classificação final do concurso PM-RJ 2014 para soldado foi publicada pela Exatus, banca da seleção.

Após quatro anos, a classificação final do concurso PM-RJ para soldado foi publicada. Além disso, a Exatus – banca responsável pela seleção – também divulgou a relação de aprovados no exame social e documental. Eles deverão comparecer ao Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), munidos da documentação solicitada no ato de convocação.

Veja a classificação final do concurso PM-RJ 2014:

Um dos convocados é o representante dos concorrentes do concurso PM-RJ, Alex Medeiros. Ele explicou que “isso é uma espécie de pré-matrícula, mas o CRSP ainda não sabe quando sairão as convocações”. Medeiros contou que participa de recorrentes reuniões com na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro para cobrar mais chamadas.

Após a entrega dos documentos, a próxima etapa será o curso de formação. Os prazos para o início das aulas não foram informados. Milhares de aprovados no concurso PM-RJ aguardam as convocações para ingresso no Centro de Formação desde 2014.

Curso de formação é a última etapa do concurso PM-RJ
(Foto: Vanor Correia/ Governo do Rio de Janeiro) 

 

Nesta terça-feira, 3 de julho, o comandante da Polícia Militar do Rio de Janeiro tornou pública a homologação parcial dos candidatos do concurso PM-RJ 2014. A listagem foi publicada no Diário Oficial do Estado. FOLHA DIRIGIDA apurou junto a corporação que a lista se refere aos candidatos que já entregaram a documentação na seção de recrutamento do CRSP. Tal procedimento faz parte dos trâmites para finalização do concurso.

Resultado dos exames médicos estava pendente desde 2016

O principal impedimento para que a classificação final do concurso PM-RJ fosse divulgado era a publicação do resultado dos exames médicos. Tal pendência existia desde 2016. A Exatus afirmava que não publicaria o documento enquanto o pagamento de dívidas não fosse efetuado - o que só foi aconteceu no dia 19 de junho, durante reunião realizada na Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania.

Como adiantado por FOLHA DIRIGIDA, durante o encontro, a empresa apresentou os documentos pendentes, que foram verificados por membros da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Ao final, foi firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) em que a banca se comprometeu a publicar o resultado final dos exames médicos e, depois, a classificação final do concurso. O que já começou a ser realizado.

No vídeo abaixo, saiba como ocorrem convocações em concursos públicos em meio a crises econômicas:  



Cerca de mil policiais poderão ser convocados em breve

Aproximadamente, 1.100 aprovados no concurso PM-RJ serão convocados em breve para o curso de formação de praças. A previsão inicial era que isso acontecesse até final de maio, o que ainda não foi feito. O grande entrave para essas convocações era a regularização dos salários dos servidores do estado.

No dia 24 de abril, o governo pagou a última parcela do 13º. No entanto, a Administração estadual retomou, a partir do dia 16 de maio, a aplicação do Regime Adicional de Serviço (RAS), que regulamenta as horas extras por funcionários da Segurança. Em entrevista à rádio CBN, o general Nunes disse que, após a retomada desse serviço, o próximo passo seria a convocação de aprovados nos concursos PM e PC-RJ.

“O pagamento dos salários atrasados foi uma etapa vencida. Depois do início do RAS, a próxima etapa, já acordada com o governo do estado, é a chamada de cerca de 1.100 policiais militares do concurso de 2014 e 96 papiloscopistas do concurso da Polícia Civil também daquela época. Temos ainda outros pedidos numa prioridade que vamos efetivar na medida em que avancemos nessas contratações”, detalhou o secretário de Segurança.

Concurso PM-RJ ofereceu mais de seis mil vagas para soldados

O concurso PM-RJ foi realizado em 2014. Desde então,  a seleção foi rodeada de polêmicas, como questões mal formuladas, recursos rejeitados e diversas ações na Justiça. Das 6 mil vagas oferecidas, somente 1.334 foram preenchidas pelos recrutas que participam do curso no Centro de Formação. Os demais aguardam por novas convocações.

Quer acesso ilimitado para cursos preparatórios para concursos?

O principal entrave era a divulgação dos resultados finais dos exames médicos. Em julho de 2016, a deputada Marta Rocha (PDT) já tinha esclarecido que a Exatus – localizada no interior do Paraná – não entregaria o resultado caso a dívida não fosse paga pelo estado.

"O grande entrave é que a Extaus não entrega os resultados dos exames médicos, alegando que ainda não houve pagamento de uma das parcelas. Temos o compromisso da Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de uma intervenção imediata na busca de uma solução", destacou a parlamentar, na época. 

Comentários