Folha Dirigida Entrar Assine

Concursos PM, BM, PC e Depen-PR podem ter provas no início de 2020

Governo do Paraná afirma que o intuito é que as provas dos concursos PM, Bombeiros, Polícia Civil e Depen-PR ocorram no início de 2020.

Os editais dos concursos da Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros e Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR) seguem confirmados para este ano. Em resposta à FOLHA DIRIGIDA nesta quarta-feira, 18, o setor de Comunicação do Estado afirmou que o governo trabalha para que os documentos sejam publicados ainda em 2019 para que as provas ocorram no início de 2020.

"Ainda não há uma data para a publicação de nenhum dos editais. O que o governo espera é que as provas sejam realizadas no início de 2020", afirmou o setor de Comunicação do Paraná.

No último dia 4 de setembro, o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, anunciou a autorização para a contratação, por meio de concurso público, para a PM, Polícia Civil, Bombeiros e Depen-PR. Ao todo, mais de 2.800 vagas estão previstas.

Para o concurso da Polícia Militar foram autorizadas 2 mil vagas. Já para concurso do Corpo de Bombeiros são 400 oportunidades autorizadas. Por sua vez, a Polícia Civil recebeu o aval para 400 contratações, sendo 300 investigadores, 50 papiloscopistas e 50 delegados.

Além disso, o governador autorizou ainda o novo concurso Depen-PR. Segundo a Agência de Notícias do Paraná, 238 vagas serão abertas no cargo de agente de cadeia, de nível médio. O número está bem abaixo das 1.269 oportunidades anúnciadas por Ratinho Junior em julho deste ano.

Os novos agentes de cadeia serão contratados por meio do Processo Seletivo Simplificado (PSS) e atuarão nas unidades que serão concluídas até o fim deste ano ou até meados de 2020. Eles serão responsáveis pela segurança interna e na condução da rotina dos presos.

Durante o anúncio, o governador Ratinho Junior ressaltou que os novos contratados vão reforçar a segurança em pontos estratégicos do Estado.

"Acima de tudo, esses concursos públicos vão trazer mais segurança para a população", destacou.

 

Editais PM e BM podem sair entre setembro e outubro

Os concursos Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Paraná devem ter seus editais divulgados entre os meses de setembro e outubro. As seleções oferecerão 2.400 vagas para soldados, sendo 2 mil para a PM e 400 para o BM.

No início do mês, a assessoria de imprensa do governo chegou a informar a possibilidade de publicação dos editais até o dia 6 de setembro. No entanto, no dia 9 de setembro, o setor de Comunicação da Polícia Militar esclareceu à FOLHA DIRIGIDA como deve ocorrer a publicação dos documentos.

Segundo a Assessoria de Imprensa da PM-PR, o aval do governador ocorreu no último dia 4, no entanto, o decreto que autoriza essas seleções ainda precisa ser publicado no Diário Oficial do Estado para que os editais sejam divulgados.

Ainda de acordo com a corporação, tanto a seleção para soldados da PM quanto para o Corpo de Bombeiros ainda são avaliadas pela Secretaria de Fazenda. Porém, com o aval do governador, a pasta não deve demorar a aprovar o orçamento.

O mesmo ocorre com os concursos Polícia Civil-PR e Depen-PR. Segundo o setor de Comunicação do Governo, os editais ainda são avaliados internamente e precisam ser concluídos, conforme os trâmites legais. Por isso, estas seleções não têm ainda uma previsão de lançamento dos seus editais.

Governo do PR prepara editais para concursos da Segurança (Foto: Secretaria de Segurança do Paraná)
Concursos PM, PC, BM e Depen-PR estão autorizados
(Foto: Secretaria de Segurança do Paraná)

 

A previsão é que todas as oportunidades dos concursos PM e Bombeiros-PR sejam para a carreira de soldado. A exigência para o cargo é o nível médio completo.

O último concurso, para soldados, da PM e dos Bombeiros-PR foi realizado entre 2012 e 2013. Ao todo, foram oferecidas 4.445 vagas para a Polícia e ainda 819 oportunidades para o BM-PR.

A remuneração inicial do cargo de soldado de 2ª Classe é de R$ 1.895,72. Após a conclusão do Curso de Formação e o término do estágio probatório, os ganhos chegam a R$4.180,07, conforme tabela de vencimentos de 2015.

Atualmente, tanto o Corpo de Bombeiros quanto a Polícia Militar-PR realizam concursos com 110 vagas para oficiais. As inscrições foram aceitas até o último dia 10 de setembro, por meio do site do Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC/UFPR), banca organizadora.

Estude para concursos em 2019!

Estude para concursos!

Confira como foram os últimos concursos PC-PR

O último concurso PC-PR para escrivão foi aberto em 2018, com oferta de 100 vagas. Já para investigador, escrivão e papiloscopista, a seleção anterior ocorreu em 2009. A Coordenadoria de Processos Seletivos da Universidade Estadual de Londrina (Cops) ficou responsável pela seleção, que contou com 550 vagas.

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas, contendo 50 questões entre: Língua Portuguesa, Economia, Demografia Paranaense, Noções de Informática, Raciocínio Lógico, Estatuto da Polícia Civil, Legislação Específica e Direitos (Penal, Constitucional, Administrativo e Processual Penal).

Além disso, foram aplicadas provas de higidez e aptidão física e investigação de conduta. Vale lembrar que todas as etapas do concurso foram realizadas na cidade de Curitiba, no Paraná.

Atualmente, para investigador da Polícia Civil-PR, é preciso ter nível superior em qualquer área. Os ganhos iniciais são de R$5.478,49. Já o delegado da PC-PR tem como pré-requisito o bacharelado em Direito. A remuneração inicial é maior que R$13 mil. Os policiais ainda têm direito a diversos benefícios e gratificações.

O cargo de papiloscopista também exige nível superior. O ingresso ocorre na 5ª classe com ganhos de R$5.752,41, após aprovação no concurso público.

Último concurso Depen-PR ocorreu em 2013

último concurso Depen-PR, para efetivos, ocorreu em 2013. Ao todo, foram oferecidas 423 vagas para o cargo de agente penitenciário, que tem o nível médio como exigência. A remuneração, naquele ano, era de R$3.568,45.

A Cops/UEL também organizou o concurso Depen-PR 2013. Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas, Teste de Aptidão Física (TAF), avaliação psicológica e investigação social, além de curso de formação e avaliação médica.

A primeira etapa contou com 50 questões objetivas entre Matemática, Informática, Atualidades, Língua Portuguesa e Conhecimentos Específicos. A seleção ficou válida até 2 de julho de 2017.

Comentários