Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso PM-PR: "masculinidade" está entre critérios para cadete

Edital do concurso da PM-PR para cadetes tem masculinidade como exigência e critérios como não "emocionar-se facilmente".

A Polícia Militar do Paraná iniciou nesta segunda-feira, 13 de agosto, as inscrições do concurso com oferta de 16 vagas para cadetes. No entanto, o que vem chamando a atenção são os requisitos contidos no edital, entre eles, a exigência de "masculinidade". A característica é uma das serem analisadas por meio de uma avaliação psicológica, que tem, entre os requisitos, "não emocionar-se facilmente, tampouco demonstrar interesse em histórias românticas e de amor".

Além disso, entre a descrição de masculinidade, o edital pede "capacidade de o indivíduo em não se impressionar com cenas violentas e suportar vulgaridades". O critério de avaliação vem gerando polêmica entre candidatos e entidades que já repudiam a exigência. 

Edital para cadetes do concurso PM-PR tem "masculinidade" como critério de avaliação (Foto: Secretaria de Segurança Pública do Paraná)
Edital para cadetes do concurso PM-PR tem "masculinidade"
como critério de avaliação (Foto: SESP-PR)

Em nota divulgada no último sábado, 11, a Aliança Nacional LGBTI e o Grupo Dignidade repudiaram as exigências contidas no "Perfil Profissiográfico – Avaliação Psicológica” do edital do concurso PM-PR para cadetes. As entidades declaram que:

"A exigência, entre diversos equívocos, desconsidera a possibilidade de mulheres candidatas a cadete, ou quer que elas também tenham características de “masculinidade”, e que, portanto, é um retrocesso discriminatório".

Ainda de acordo com a Aliança Nacional LGBTI e o Grupo Dignidade, o critério de avaliação fere a Declaração Universal de Direitos Humanos e a Constituição Federal Brasileira, no que diz respeito à igualdade de todas as pessoas, além de estar na contramão dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ONU), em relação ao alcance da igualdade entre os gêneros.

Em nota, as entidades pedem ainda à governadora do Paraná, Cida Borghetti, e à comandante-geral da Policia Militar do Paraná, a Coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha, que o edital do concurso PM-PR seja revogado imediatamente.

Além das autoridades do governo e da corporação, a Aliança Nacional LGBTI e o Grupo Dignidade solicitam:

"A atuação imediata do Ministério Público do Paraná para que o edital seja revogado e substituído por um que esteja livre de aspectos que reforcem as desigualdades e injustiças presentes na sociedade atual".

Conselho de Psicologia do Paraná repudia critério

A avaliação psicológica será realizada em conformidade com as normas em vigor dos Conselhos Federal e Regional de Psicologia, nos mesmos moldes dos critérios utilizados em concursos públicos e processos seletivos desta natureza, de acordo com o edital.

Entretanto, em resposta à FOLHA DIRIGIDA nesta segunda-feira, 13, o Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) afirma que repudia os critérios de avaliação contidos no edital do concurso da PM-PR para cadetes. Segundo o CRP-PR, considerando os critérios de Psicologia, o edital está inadequado

concurso para cadetes da PM-PR oferece 16 vagas, sendo 14 para ampla concorrência e duas para afrodescendentes. Ainda de acordo com a legislação estadual, o ingresso de mulheres fica limitado em 50% das vagas ofertadas.

Até a publicação desta matéria, a equipe de reportagem da FOLHA DIRIGIDA não conseguiu entrar em contato com a Polícia Militar do Paraná. No entanto, em nota enviada pela PM-PR ao Paraná TV 1ª edição, da TV RPC, afiliada da TV Globo em Curitiba, no Paraná, a corporação informou que "houve uma interpretação equivocada ao critério "masculinidade", por alguns setores da sociedade. O objetivo é avaliar a estabilidade emocional e a capacidade de enfrentamento".

Ainda segundo a PM-PR, a "masculinidade" tem essa denominação por opção do autor do instrumento psicológico, e que a descrição também foi extraída deste instrumento de avaliação.

Em nota, a Polícia Militar do Paraná informou que este teste é aplicado desde 2013 e é comum em outras instituições de Segurança Pública. Ainda segundo a corporação, o resultado mínimo exigido independe de gênero.

Concurso PM-PR tem inscrições abertas

As inscrições do concurso PM-PR para cadetes foram abertas nesta segunda, 13, e seguem disponíveis até o dia 11 de setembro. Os cadastros serão aceitos pelo núcleo de concursos da Universidade Federal do Paraná (NC-UFPR), organizador da seleção. A taxa de inscrição é de R$120 e deve ser paga até o dia 12 de setembro.

Poderão solicitar a isenção da taxa de inscrição apenas os membros de famílias de baixa renda que estejam inscritos no programa CadÚnico ou que comprovem renda menor que um salário mínimo e meio e que tenham cursado o nível médio em escola pública ou como bolsista integral em escola particular. Para isso, será necessário preencher formulário específico entre os dias 13 e 19 de agosto, pelo portal da NC-UFPR.

Seleção será composta por diversas etapas

Provas do concurso PM-PR terão início em outubro (Foto: Divulgação)
Provas do concurso PM-PR terão início em outubro
(Foto: Divulgação)

O concurso PM-PR será composto por provas objetivas e discursivas, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade da UFPR.

Os candidatos aprovados ainda passarão por Provas de Habilidades Específicas (PHE), de caráter eliminatório.

As provas objetivas serão realizadas no dia 21 de outubro, às 14h. Os candidatos terão cinco horas e 30 minutos para responderem 90 questões. A avaliação terá perguntas sobre as seguintes disciplinas:

Matemática, Física, Química, Biologia, Geografia e História; Língua Estrangeira Moderna (Alemão, Espanhol, Francês, Inglês, Polonês, Japonês ou Italiano); Língua Portuguesa; Filosofia e Sociologia.

O resultado das provas objetivas será publicado no dia 5 de novembro. Os classificados serão convocados para as provas discursivas, em que terão que responder a três questões no valor de 20 pontos cada.

Os exames serão aplicados no dia 25 de novembro, no turno da tarde, com quatro horas e 30 minutos de duração.

Quer acesso ilimitado a cursos preparatórios para concursos?

Os aprovados na objetiva e discursiva ainda serão submetidos à PHE, realizada no âmbito da Polícia Militar do Paraná.  Essa etapa será composta por investigação social, avaliação psicológica, exame de capacidade física e exame de sanidade física.  O teste de capacidade física contará com os seguintes exercícios:

Masculino

  1. Shuttle Run;
  2. Tração em barra fixa;
  3. Corrida de 2.400 metros.

Feminino

  1. Shuttle Run;
  2. Isometria em barra fixa;
  3. Corrida de 2.400 metros.

O prazo de validade do concurso PM-PR será de trinta dias, podendo ser prorrogado por igual período. No vídeo abaixo, é possível conferir dicas de como se preparar para os testes físicos: 

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Comentários