Órgão sofre com carência de pessoal. Concurso é inevitável

Com grande carência de pessoal e exonerando funcionários comissionados (recentemente, foram 25 demissões), a Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ) segue no aguardo do aval da Comissão de Planejamento Orçamentário e Financeiro (Copof-RJ), para realizar o seu concurso para cargos dos níveis médio e superior da área de apoio.  

Com grande carência de pessoal e exonerando funcionários comissionados (recentemente, foram 25 demissões), a Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ) segue no aguardo do aval da Comissão de Planejamento Orçamentário e Financeiro (Copof-RJ), para realizar o seu concurso para cargos dos níveis médio e superior da área de apoio.  

Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida