Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Veja orientações para Química na série da Polícia Civil-PA

A prova objetiva do concurso PC-PA 2016 para os cargos de escrivão, papiloscopista e investigador está marcada para 11 de setembro. Para que os candidatos tenham um melhor desempenho nesta avaliação, a FOLHA DIRIGIDA Online e o curso Estratégia seguem com a série de dicas de professores de cada disciplina contemplada. O convocado agora foi Wagner Bertolini, com a disciplina de Química.

A prova objetiva do concurso PC-PA 2016 para os cargos de escrivão, papiloscopista e investigador está marcada para 11 de setembro. Para que os candidatos tenham um melhor desempenho nesta avaliação, a FOLHA DIRIGIDA Online e o curso Estratégia seguem com a série de dicas de professores de cada disciplina contemplada. O convocado agora foi Wagner Bertolini, com a disciplina de Química.
 
Acompanhe a série com dicas para PC-PA




 
Quais os principais tópicos dessa disciplina? A quais pontos do programa o candidato deve ter mais atenção? Qual o nível de dificuldade esperado para essa prova?

O candidato deve ter uma boa visão de todo conteúdo. Mas, um dos assuntos mais frequentes em provas seriam, por exemplo, as propriedades dos compostos químicos. E esta ideia deve ficar bem esclarecida ao se estudar tabela periódica e ligações químicas. A junção destes tópicos é de grande importância para compreender a disciplina. Outro assunto muito importante para esta prova é o referente às soluções. Os candidatos devem conhecer o significado de cada tipo de concentração e seus cálculos. Quanto às funções inorgânicas, o mínimo a saber é identificar o composto quanto à função a que pertence.

Qual o perfil dessa banca organizadora? Que tipos de questões são esperadas?

A Funcab é uma banca muito boa: exigente - quanto ao conteúdo dos editais nas provas - e traz questões bem elaboradas. Ela sabe dosar bem o que pede no edital. Sempre com uma linguagem bem elaborada e de fácil entendimento para o candidato. Não costuma trazer pegadinhas ou exceções.

Qual a melhor estratégia de estudo? Como fazer para assimilar melhor o conteúdo?

Para mim, o principal a se fazer é se preparar com um bom material. Existem muitos livros para o candidato se estudar, mas, vejo um fato negativo ao utilizá-los: muitas vezes perde-se muito tempo ao ler todo o conteúdo, e tempo, para o candidato, é algo de extrema importância. Mas nem tudo está perdido: há vários sites na internet com materiais disponíveis gratuitamente, como videoaulas, por exemplo. Sem querer fazer uma publicidade pessoal, mas, sendo sincero com o leitor, eu indicaria ao concursando adquirir um curso específico para seu concurso. Nestes cursos temos professores especialistas em concursos e nas bancas. Normalmente sabemos o que elas gostam de cobrar nas provas. Temos questões comentadas e explicadas em detalhes. Além do material em vídeo, que é de grande importância para lapidar os conteúdos.

Diria também para o aluno tomar cuidado com apostilas muito baratas. Normalmente elas são formadas por um “catadão” da internet, e o estudante não tem um fórum de dúvidas direto com o professor. Muitos materiais trazem erros conceituais graves, que podem ser prejudiciais e, inclusive, significar sua reprovação, principalmente por conta do tamanho da concorrência, o que pode tornar qualquer deslize fatal. Estudem ao menos três horas por dia. Se não tiver este tempo, compense aos feriados, sábados e domingos. Lembrando sempre de um detalhe: durante a preparação, nada de ouvir música, ver TV, conversar ao telefone, redes sociais... Imersão total.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações