Concurso Guarda de Palmas-TO: banca será divulgada em setembro

A Prefeitura de Palmas divulgou, em nota, que deve divulgar a banca organizadora do concurso para Guarda Municipal no início de setembro.

No início de setembro, a Prefeitura de Palmas, capital do Tocantins, estima divulgar a banca organizadora do novo concurso para Guarda Metropolitana.

O prazo foi informado, em nota oficial, na quarta-feira, 28. De acordo com o município, o processo está em fase de recebimento de propostas de instituições especializadas na realização de concursos.

A prefeitura acredita que, em setembro, tenha finalizado essa etapa para que a comissão possa definir a banca conforme as normas de licitações e contratos da Administração Pública. O município não informou qual a modalidade usada para escolha da banca.

“Quem está se preparando para o concurso público destinado ao provimento de cargo de Guarda Metropolitano - Classe A e formação de cadastro de reserva deve ficar atento, pois o nome da instituição que ficará responsável pela elaboração do edital e execução do certame deverá ser divulgado nos próximos dias”, consta em nota.

A banca organizadora contratada será a responsável por receber as inscrições e aplicar as etapas de seleção, como provas objetivas e teste físico. A prefeitura não revelou prazo para divulgação do edital.

Guarda de Palmas-TO prepara concurso com 50 vagas 
(Foto: Governo do Tocantins)

 

No entanto, destacou que a comissão “não tem medidos esforços para que o concurso seja promovido em tempo hábil e dentro do que é preconizado em lei”. O concurso Guarda de Palmas-TO foi autorizado em fevereiro, pela prefeita Cinthia Ribeiro.

A oferta será de 50 vagas para ingresso na Guarda Metropolitana (GMP). Os pré-requisitos serão: o ensino médio completo, altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres, idade entre 18 e 45 anos. O vencimento atual do cargo não foi informado.

Conforme estabelece o estatuto da Guarda, os servidores têm direito, além do salário básico, a 30% de adicional de periculosidade, auxílio-alimentação e adicional noturno. Há ainda estabilidade e possibilidade de progressão na carreira. 

+ Assine a Folha Dirigida e turbine sua preparação!

Sem concurso há 12 anos, Guarda tem 412 cargos vagos

A Guarda Metropolitana de Palmas-TO não realiza novos concursos desde 2007. Na época, o edital trouxe 100 vagas para o cargo, sendo 90 para homens e dez para mulheres.

Os candidatos foram submetidos a prova objetiva, avaliação médica, teste de aptidão física, avaliação psicológica, investigação social da vida pregressa, curso de formação. Na primeira etapa, o exame trouxe questões de múltipla escolha de Língua Portuguesa, Matemática, Geografia e História do Tocantins e Conhecimentos Específicos.

Como essa seleção não tem mais validade e um novo edital não foi divulgado, a corporação vê o número de cargos vagos aumentar. Isso porque não tem cadastro de aprovados válido para repor as saídas por aposentadorias, mortes, exonerações e desligamentos em geral.

Segundo informações da prefeitura, faltam 412 guardas metropolitanos. Por isso, a expectativa é que o cadastro de reserva do concurso Guarda de Palmas-TO seja bem utilizado no decorrer do prazo de validade.

A secretária de Segurança e Mobilidade Urbana, Welere Barbosa, disse que a nova seleção vai renovar 25% do efetivo. 

“Muitos dos nossos guardas já estão com tempo de serviço para aposentadoria, e além de recompor o quadro, esse certame representa um fortalecimento na instituição pois, possibilita a implementação desse projeto de segurança pública de qualidade à serviço da população”, reforçou a titular da pasta.

Concurso para a Guarda Metropolitana de Palmas-TO é autorizado

Vereadores cobram novo concurso Guarda de Palmas-TO

O posicionamento da prefeitura sobre a banca organizadora ocorreu no dia seguinte ao que o vereador Milton Neris (Progressistas) cobrou o novo concurso em sessão ordinária na Câmara de Palmas.

Na terça-feira, 27, o parlamentar destacou que a corporação sofre com déficit de servidores por conta do elevado número de guardas com idade para se aposentar.

Neris também falou sobre a contratação, por parte da prefeitura, de vigilantes para atuarem como guardas. 

"Não faz sentido deixar de fazer o concurso público para aumentar o efetitvo, e, em paralelo a isso, contratar vigias (armados e desarmados), para o papel do guarda metropolitano", disse o vereador.

No último dia 20, o vereador Jucelino Rodrigues (PTC) já tinha cobrado a realização do concurso da Guarda Metropolitana de Palmas.

"O concurso foi anunciado em fevereiro e, até agora, não foi publicado o edital. É um concurso esperado pela sociedade. Não poderia deixar de fazer essa cobrança, pois nossa Guarda é antiga, com pouco mais de 180 homens que trabalham para resguardar o patrimônio público e atuar também na repreensão ao crime", argumentou.

Confira dicas para testes físicos em concursos:

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Comentários