Ouro Fino-MG contrata banca para novo concurso com 189 vagas

Prefeitura de Ouro Fino, em Minas Gerais, contrata banca para novo concurso público com 189 vagas efetivas.

A Prefeitura de Ouro Fino, em Minas Gerais, realiza preparativos para abrir um novo concurso público com oferta de 189 vagas efetivas. Na sexta-feira, 13, foi contratada a banca responsável por organizar a seleção, será o IMAM  – Instituto Mineiro de Administração Municipal. 

A previsão é que o edital seja divulgado já nos próximos dias. Segundo informações da prefeitura, as provas estão previstas para serem aplicadas em janeiro de 2020. 

Além do Executivo, o concurso também vai ofertar vagas para o quadro do Departamento Municipal Autônomo de Água e Esgoto (DMAAE). As oportunidades vão abranger as áreas da educação, saúde, administração e outras.

Leia também:

Prefeitura de Vespasiano-MG anuncia concurso com 1.593 vagas

(Foto: Reprodução/ Facebook)
Prefeito de Ouro Fino-MG assina contrato com banca para novo concurso
(Foto: Reprodução/ Facebook)

Até o fechamento desta matéria a Prefeitura de Ouro Fino não divulgou quais níveis de escolaridade serão contemplados. A expectativa é que, assim como no último concurso, haja vagas nos níveis fundamental, médio e superior. 

O contrato com o IMAM foi assinado pelo o prefeito, Maurício Lemes de Carvalho, na sexta-feira, 13. Na ocasião também estava presente o Diretor de Governo, Finanças e Administração da Prefeitura, Antônio Miguel. 

“Essa é uma conquista que não poderíamos deixar de oferecer a Ouro Fino. Tivemos muita cautela para a contratação da empresa, para não ocorrer em Ouro Fino, problemas que existiram em cidades da região, que tiveram seus concursos cancelados e provas suspensas”, disse o prefeito. 

Último concurso da prefeitura foi realizado em 2012

A reportagem da FOLHA DIRIGIDA não encontrou registros do último concurso, realizado em 2012, no site da prefeitura. Segundo notícias da época, a seleção ofertou 138 vagas em todos os níveis de escolaridade – nível fundamental completo e incompleto, médio e superior . Os vencimentos chegavam a R$4.776,33. 

No nível fundamental as vagas eram para auxiliar de serviço escolar, auxiliar de serviço público da saúde, oficial de serviço especializado, oficial de serviço público, operador de máquinas, vigilante, agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias.

No nível médio, foram contemplados cargos de monitor de fanfarra e recreação, agente de administração, fiscal sanitário, oficial de administração, professor de informática,técnico em enfermagem, técnico em imobilização ortopédica e auxiliar de enfermagem da família.

Já no nível superior as chances eram para bioquímico, dentista, enfermeiro, fisioterapeuta, médico, professor, enfermeiro familiar PSF e médico familiar PSF. A empresa organizadora foi a Fluxo Consultoria, cujo site estava fora do até o fechamento desta matéria. 

Todos os candidatos foram submetidos a prova objetiva. Também houve prova prática para carreiras de auxiliar de serviço público, oficial de serviço público, oficial de serviço especializado e operador de máquinas; além de análise de títulos para cargos de nível superior. 

Os exames de múltipla escolha tiveram caráter eliminatório e classificatório. Os candidatos tiveram três e 30 minutos para responder a 40 questões abrangendo Língua Portuguesa, além de disciplinas relacionadas à área concorrida.