Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso Diplomata: sai resultado e convocação para provas discursivas

Concurso Diplomata: sai resultado e convocação para provas discursivas

O Ministério das Relações Exteriores divulgou o resultado final das provas objetivas e convocação para as discursivas do concurso Diplomata.

O resultado final das provas objetivas do concurso Diplomata foi divulgado nesta sexta-feira, 14 de setembro, no Diário Oficial da União. A partir das notas obtidas, 260 candidatos foram convocados para as provas discursivas, segunda e terceira etapas da seleção para diplomacia.

As avaliações objetivas ocorreram no dia 26 de agosto. Ao todo, os concorrentes tiveram que responder a 73 questões durante três horas. Após a análise dos recursos contra os gabaritos, a banca organizadora pontuou os candidatos.

Confira o resultado final das provas objetivas do concurso Diplomata:

Foi considerado eliminado do concurso Diplomata quem obteve nota final na prova objetiva inferior a 29,25 pontos. Além disso, que estivesse abaixo das 260 melhores pontuações, sendo 195 de ampla concorrência, 52 negros e 13 pessoas com deficiência.

Locais da segunda e terceira etapas do concurso saem na terça, 18

Os convocados para segunda e terceira etapas do concurso Diplomata poderão verificar os locais das provas a partir de terça, 18. A consulta será individual, pelo site do Cebraspe (antigo Cespe/UnB), banca organizadora da seleção para diplomacia.

Itamaraty seleciona novos diplomatas (Foto: Instituto Rio Branco)

 

A orientação é chegar os locais designados com uma hora de antecedência, munido de documento de identidade original, comprovante de inscrição e caneta esferográfica de tinta preta – fabricada em material transparente.

A segunda etapa do concurso Diplomata 2018 será composta por provas discursivas de Língua Portuguesa e Língua Inglesa. Os exames de Português serão aplicados no sábado, 22 de setembro, às 14h, nas capitais onde houve aprovados na primeira fase.

Já as provas discursivas de Inglês serão realizadas no domingo, 23, às 14h. As duas avaliações terão duração de até cinco horas.  No vídeo abaixo, a especialista Vivian Barros orienta para os exames dissertativos de Língua Portuguesa do concurso Diplomata: 



Terceira etapa do concurso Diplomata ocorrerá de 28 a 30 de setembro

Na terceira fase, os candidatos do concurso Diplomata terão que responder a questões discursivas de História do Brasil, Geografia, Política Internacional, Noções de Economia, Noções de Direito e Direito Internacional Público, Língua Espanhola e Língua Francesa.

As provas terão duração de quatro horas e também serão realizadas nas capitais brasileiras onde houver aprovados no exame objetivo do concurso Diplomata. A aplicação da terceira etapa seguirá o seguinte calendário:

28/06 Prova de História do Brasil, às 9h
Prova de Geografia, às 15h
29/09 Prova de Política Internacional, às 9h
Prova de Noções de Economia, às 15h  
30/09 Prova de Noções de Direito e Direito Internacional Público, às 9h
Prova de Língua Espanhola e Língua Francesa, às 15h

 

O resultado provisório da segunda e terceira fases do concurso Diplomata está previsto para ser divulgado no dia 22 de outubro, pelo Diário Oficial da União e pelo site do Cespe. Já o resultado final deve ser publicado no dia 21 de dezembro. A seleção terá validade de 90 dias, podendo ser prorrogada por igual período. Os aprovados ainda realizarão curso de formação de diplomatas no Instituto Rio Branco, em Brasília. 

Concurso Diplomata 2018 teve oferta de 26 vagas para graduados

O Ministério das Relações Exteriores oferece nesse concurso 26 vagas para diplomata. O cargo tem como pré-requisito graduação em qualquer área. Os servidores recebem ganhos iniciais de R$18.517,83, já com o auxílio-alimentação de R$458.

O diretor-geral do Instituto Rio Branco, embaixador José Estanislau do Amaral, disse em entrevista à FOLHA DIRIGIDA que os interessados à carreira diplomática devem ter disponibilidade para conhecer o mundo.

"Porque o diplomata viverá em diferentes lugares e é preciso que ele tenha a capacidade de se interessar pelos lugares onde estará. Ele não irá se adaptar se não tiver interesse por novas culturas. Outra habilidade que acho muito importante é a abertura ao diálogo, à tolerância. Ele tem que saber escutar. Um bom diplomata nunca é uma pessoa fechada em si própria e autoritária", disse.


Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações