Versão nova do site ativada

Concurso Diplomata 2020 tem normas publicadas e vagas definidas

O concurso Diplomata 2020 teve regulamento e número de vagas que serão ofertadas publicado no Diário Oficial da União.

14/05/2020 07:50 | Atualizado: 14/05/2020 10:57

14/05/2020 07:50 | Atualizado: 14/05/2020 10:57

Foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 14, as normas para o concurso Diplomata 2020. Segundo o documento, serão disponibilizadas 25 vagas.

Para ser um diplomata é necessário ter nível superior completo em qualquer área. O salário inicial é R$19.657,06, incluindo R$19.199,06 de vencimento básico mais R$458 de auxílio-alimentação. 

+ Bolsonaro garante concurso Diplomata em 2020 e demais anos do governo

A publicação do DOU também confirma as etapas da seleção, sendo ao todo três.  A primeira fase do concurso consistirá em prova objetiva, de caráter eliminatório, constituída de questões de: 

  • Língua Portuguesa;
  •  História do Brasil;
  •  História mundial;
  •  Geografia;
  • Língua Inglesa;
  • Política Internacional;
  • Economia;
  • Direito.
Concurso Diplomata (Foto Bruna Somma)
Concurso Diplomata 2020 terá oferta de 25 vagas
(Foto: Bruna Somma)


Já a segunda fase do concurso consistirá de provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório, com questões de: Língua Portuguesa e Língua Inglesa.

♦ Acesse a portaria na íntegra 

A terceira e última etapa será composta por provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório. Na avaliação serão cobradas as disciplinas: História do Brasil, Política Internacional; Geografia; Economia; Direito; Língua Espanhola e Língua Francesa.

+ Concursos federais 2021: confira as vagas previstas em novos pedidos

Provas do concurso Diplomata serão dois meses após o edital

Ainda conforme a portaria divulgada no DOU, as primeiras provas do concurso para Diplomata serão aplicadas dois meses depois da publicação do edital.

O prazo foi reduzido devido à necessidade de que a data de conclusão do concurso seja compatível com o planejamento de atividades do Instituto Rio Branco em 2021.

A publicação do edital ficará sob responsabilidade da diretora-geral do Instituto Rio Branco. Em resposta à FOLHA DIRIGIDA no fim de abril, a Assessoria de Imprensa do Itamaraty disse que a data do edital ainda não foi fechada.

 

As normas para o concurso também definem que serão estabelecidas notas mínimas para aprovação nas provas escritas de Língua Portuguesa e de Língua Inglesa.

Além de nota mínima para aprovação no conjunto das provas escritas de: História do Brasil, Política Internacional; Geografia; Economia; Direito; Língua Espanhola e Língua Francesa.

As fases da seleção são as mesmas do último concurso de Diplomata, realizado no ano passado. O próximo passo da seleção deverá ser a contratação da banca organizadora.

Resumo concurso Diplomata 2020:

  • Órgão: Ministério das Relações Exteriores
  • Cargo: diplomata
  • Vagas: 25
  • Requisitos: nível superior em qualquer área
  • Remuneração: R$19.657,06,
  • Banca: não definida
  • Previsão de edital: 2020
  • Link para últimos editais 

Último concurso Diplomata teve Iades como banca

O último concurso para a carreira de diplomata teve o  Instituto Americano de Desenvolvimento  (Iades) como banca organizadora. O instituto foi responsável por receber as inscrições e aplicar as provas. Ao contrário dos anos anteriores, em que o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) ficou à frente da seleção. 

A seleção atraiu o total de 6.411 candidatos, para uma oferta de 20 vagas.

Os aprovados nas três etapas do concurso Diplomata passam por um curso de formação no Instituto Rio Branco, em Brasília. Em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA, em 2017, o então diretor-geral do IRB, embaixador José Estanislau do Amaral, identificou alguns princípios das aulas,

"O principal objetivo do curso é aprofundar alguns conhecimentos em política internacional, economia e línguas estrangeiras. Além de ensinar outros aspectos como relacionamento com a imprensa e prepará-los, realmente, para a atuação no exterior”, disse o embaixador.

Diferente dos demais órgãos da administração pública federal, o Itamaraty não precisa solicitar aval do Ministério da Economia para abrir concursos. Isso consta no decreto do governo com regras para autorização de novos editais, publicado em 2019. 

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Sobre o concurso

Inscrições Abertas

MRE - 2020 - Diplomata

Nacional
Até R$19657,06
Fund...
25 vagas