Concurso MPU: saiba tudo sobre as três carreiras

Um porto seguro no serviço público. Assim pode ser caracterizado o concurso MPU 2017, para os cargos de técnico administrativo (nível médio e R$7.260,41, técnico em segurança e transporte (médio e R$8.308,17) e analista de Direito (graduados na área e R$11.345,90).

*Matéria atualizada às 13:27 de terça-feira, dia 22 de agosto
 
Especial carreirasUm porto seguro no serviço público. Assim pode ser caracterizado o concurso MPU 2017, para técnico administrativo (nível médio e R$7.260,41), técnico em segurança institucional e transporte (médio e R$8.308,17) e analista de Direito (graduados na área e R$11.345,90).
 
Isso porque além da perspectiva de muitas contratações e do status de atuar no maior órgão de fiscalização do país, os servidores do Ministério Público da União (MPU) têm direito a muitos benefícios, que fazem do MPU o emprego dos sonhos.
 
. Por que estudar por conta própria para o concurso do MPU quando existe uma lista de cursos? Confira.
 
Leia nesta matéria:
 
  
 
Sede da PRG, vinculada ao MPU, em Brasília
MPU está próximo de abrir concurso público. Foto: Divulgação

Veja todos os benefícios

Aliada à estabilidade empregatícia, garantida pelo regime estatutário de contratação, e aos bons salários, quem atua no MPU tem direito a um pacote de benefícios, incluindo gratificações.
 
Fazem parte dele o auxílio-alimentação, de R$884 (já somado nas remunerações mencionadas), auxílio-transporte (variável de acordo com a localidade) e assistência pré-escolar de R$699.

Muitas gratificações

Há direito ainda a gratificações como de Atividade do Ministério Público da União (GMPU) -  já somada nas remunerações mencionadas - e de Qualificação e Treinamento (GQT).
 
Essa última premia servidores que tenham pós-graduação, mestrado ou doutorado. Há também Gratificação por Projetos, dada quando o servidor fica à frente de alguma atividade diferente da que vem exercendo e em novo horário.

Carga de trabalho flexível

A carga de trabalho também é flexível. Diferente da maioria dos órgãos públicos, os servidores do MPU atuam por sete horas diárias. Quem estuda e trabalha ainda tem jornada especial, de forma que seu horário de trabalho seja compatível com o de estudos.

Reajustes salariais

Há também reajustes salariais programados. Até 2019, os ganhos do técnico administrativo chegam a R$8.475,37, os do técnico de segurança a R$9.582,44, e os do analista a R$13.339,30. Confira todos os valores abaixo!

Técnico administrativo:

Junho de 2017 – R$7.260, 41
Novembro de 2017 – R$7.592,53
Junho de 2018 – R$7.746,73
Novembro de 2018 – R$7.964,21
Janeiro de 2019 – R$8.475,37

Técnico em segurança institucional e transporte

Junho de 2017 – R$8.308,17
Novembro de 2017 – R$8.650,18
Junho de 2018 – R$8.814,26
Novembro de 2018 – R$9.041,62
Janeiro de 2019 – R$9.582,44

Analista em Direito

Junho de 2017 – R$11.345,90
Novembro de 2017 – R$11.890,83
Junho de 2018 – R$12.143,81
Novembro de 2018 – R$12.500,61
Janeiro de 2019 – R$13.339,30

Promoções anuais e ápice da carreira em 13 anos

Os servidores poderão chegar ao ápice da carreira, seja ela de técnico ou analista, em 13 anos, com os respectivos reajustes.
 
Isso porque há, anualmente, avaliações de desempenho que decidem a promoção do servidor. No ápice da carreira de técnico, a remuneração chega a mais de R$9 mil e a do analista supera R$15 mil, valores que definirão a aposentadoria dos servidores do MPU.

Lotação e atribuições dos cargos

Os selecionados no concurso do MPU são lotados em um dos quatro ramos que o compõe. São eles: Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público Militar (MPM) e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).
 
Inicialmente, as lotoações acontecerão dentro do estado ao qual o candidato concorreu. Entretanto, os concorrentes também disputam vagas para o âmbito nacional. Essa listagem é utilizada que se não houver mais candidatos para alguma das vagas dos estados 
 
Depois da lotação, o candidato permanece na mesma unidade administrativa por pelo menos 3 anos, só podendo participar do processo de remoção após esse período Confira abaixo o que faz cada um dos ramos do MPU, bem como as atribuições dos cargos.

 

Técnico em segurança institucional e transporte

- Requisito: Nível médio completo e carteira de habilitação na categoria D ou E

- Remuneração: R$8.308,17

 

- Atribuições: executar tarefas preventivas e reativas referentes à segurança institucional; realizar diligências externas; localizar pessoas e levantar dados, imagens e informações diversas, com a elaboração de relatório do que for colhido em campo; entregar notificações e intimações; fiscalizar, inspecionar, coordenar e controlar a execução das atividades de segurança terceirizada; fiscalizar o cumprimento das normas de segurança institucional; promover a adequada segurança pessoal dos membros, outras autoridades, servidores, familiares e demais pessoas no âmbito interno e externo do MPU, entre oujtras atividades. 

Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida