Com questão anulada, concurso MPU tem novo resultado para técnicos

O concurso MPU tem uma nova classificação das provas objetivas para técnicos de administração, depois da anulação da questão de nº 67.

O Ministério Público da União (MPU) divulgou nesta terça-feira, 30, um novo resultado das provas objetivas do concurso para técnicos de administração. A mudança ocorreu para atender a uma ação civil pública que anulou o item de nº 67 de Conhecimentos Específicos. A referência foi o caderno de provas modelo para o cargo.

A sentença determinou que o item, considerado ‘certo’, fosse anulado e que uma nova classificação final fosse divulgada após o recálculo da pontuação. A listagem, então, foi republicada no Diário Oficial da União.

De acordo com o MPU, os candidatos que constavam no resultado anterior e que não aparecem mais na lista estão reprovados nas provas objetivas e eliminados do concurso. Os concorrentes que tiveram a nota final das provas alterada em função da questão anulada passam a ser considerados sub judice.

O edital do concurso MPU indica que, nos casos de anulação, os pontos referentes às questões sejam atribuídos a todos os candidatos. A avaliação biopsicossocial para os candidatos que se declararam com deficiência e o processo de verificação para as vagas de negros estão marcados para o dia 26 de maio. 

Os convocados para tais etapas, pela novo resultado do concurso, deverão consultar os locais de aplicação a partir de 21 de maio, pelo site do Cebraspe, banca organizadora. 

As provas objetivas e discursivas foram aplicadas, no dia 21 de outubro de 2018, para candidatos aos cargos de técnico de administração (nível médio) e analista em direito (nível superior).

MPU realizou concurso para níveis médio e superior 
(Foto: Bruna Somma)

 

As avaliações objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, tiveram valor máximo de 120 pontos. Foi considerado classificado nessa etapa quem obteve, no mínimo, 10 pontos em Conhecimentos Básicos, 21 pontos em Conhecimentos Específicos e 36 pontos no conjunto das provas.

A pontuação seguiu o método Cespe, em que uma questão errada anula os pontos de um acerto. Já na discursiva, foi aprovado quem obteve nota 20 pontos.

• Casos de Sucesso: conheça o youtuber que foi aprovado no concurso MPU
• Concurso MPU: sai convocação nacional para analistas em Direito
• Com déficit de 50 técnicos de segurança, MPU pode ter novo concurso

Concurso MPU teve 260 mil inscritos para técnicos e analistas

O concurso para o Ministério Público da União teve edital publicado em 2018. A oferta foi de 47 vagas imediatas mais formação de cadastro de reserva. Foram registradas o total de 264.924 inscrições. O destaque ficou para o cargo de técnico de administração, que exigiu apenas o ensino médio completo.

Foram contabilizados 191.045 concorrentes para apenas 11 vagas imediatas para função. Isso representa a relação candidato/vaga de 17.367 para as contratações imediatas. A carreira de analista em direito, que teve como pré-requisito nível superior na área, contou com 73.879 candidatos.

Além das 47 vagas imediatas, o MPU formou cadastro de reserva com cerca de 7 mil aprovados em todo país. Eles poderão ser convocados no decorrer do prazo de validade da seleção – de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

A boa notícia é que o MPU tem o costume de convocar um bom número dos candidatos em cadastro. Na última seleção, realizada em 2013, foram chamados mais de 4 mil aprovados para oferta de apenas 147 vagas imediatas.  

No vídeo abaixo, entenda se cadastro de reserva gera convocações em concursos:



Comentários