Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Prova objetiva de procurador da República em fevereiro

A contar desta quinta-feira, dia 1º, os 7.454 inscritos no 26º concurso para procurador da República do Ministério Público Federal (MPF), um dos quatro ramos do Ministério Público da União (MPU), terão pouco mais de dois meses para intensificar os estudos para a primeira etapa da seleção, uma prova objetiva de abrangência geral, que está programada para 5 de fevereiro de 2012. Locais e horário deverão ser divulgados em 23 de janeiro.

A contar desta quinta-feira, dia 1º, os 7.454 inscritos no 26º concurso para procurador da República do Ministério Público Federal (MPF), um dos quatro ramos do Ministério Público da União (MPU), terão pouco mais de dois meses para intensificar os estudos para a primeira etapa da seleção, uma prova objetiva de abrangência geral, que está programada para 5 de fevereiro de 2012. Locais e horário deverão ser divulgados em 23 de janeiro.
 
Esse exame, que terá duração de cinco horas, será composto por 120 questões, igualmente distribuídas pelos seguintes blocos: I - Direito Constitucional e Metodologia Jurídica, Proteção Internacional dos Direitos Humanos e Direito Eleitoral; II - Direito Administrativo e Direito Ambiental, Direito Tributário e Direito Financeiro e Direito Internacional Público e Direito Internacional Privado; III - Direito Econômico e Direito do Consumidor, Direito Civil e Direito Processual Civil; e IV - Direito Penal e Direito Processual Penal.

O gabarito oficial preliminar e as alternativas assinaladas pelo candidato na folha de respostas, apuradas na leitura ótica, deverão sair no dia 17 de fevereiro. Quem não obtiver em cada grupo de disciplinas a nota mínima de 50 pontos, em 100 possíveis, será eliminado.

A próxima etapa, composta por quatro exames subjetivos de cada bloco de matérias, deverá transcorrer entre os dias 28 de abril e 1º de maio. Cada prova, que terá duração de quatro horas, constará de duas partes.

A primeira será uma redação de ato de instauração de ação cível ou penal; texto com parecer, recurso ou peça aplicável a procedimento judicial; ou dissertação sobre instituto jurídico correlato a uma ou mais disciplinas de um mesmo grupo. Já a segunda versará sobre seis questões dissertativas, distribuídas entre as disciplinas de cada um dos grupos. Por fim, os concorrentes serão submetidos, em setembro do ano que vem, a exames orais. A posse deverá ocorrer em outubro.

Serviço
Acompanhamento: http://www.pgr.mpf.gov.br/concurso-procurador

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações