Mogi das Cruzes-SP escolhe Vunesp como banca de novo concurso

Na Grande São Paulo, a Prefeitura de Mogi das Cruzes prepara novo concurso público, em que a Fundação Vunesp será a banca organizadora

A Prefeitura de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, deu início aos preparativos de novo concurso público. A Secretaria Municipal de Governo autorizou a contratação da Fundação Vunesp como banca organizadora do próximo edital.

A dispensa de licitação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira, 22. Com isso, a Vunesp será a responsável por receber as inscrições e aplicar as etapas, como provas objetivas. Assim como nos últimos concursos para o município.

O despacho para contratação da banca adianta que o concurso será composto por provas e títulos. As oportunidades serão para ingresso imediato e formação de cadastro de reserva em cargos da estrutura funcional da prefeitura.

Em contato com o setor de concursos, FOLHA DIRIGIDA apurou que o concurso Mogi das Cruzes-SP terá oferta para carreiras que não têm mais edital em validade. Ou que não estarão válidos nos próximos meses. Como por exemplo, das seleções abertas em 2015.

Mogi das Cruzes-SP prepara concurso para cargos sem edital em
validade (Foto: Divulgação)

 

O setor confirmou que cargos da Secretaria de Educação serão contemplados. O número de vagas, salários e escolaridades, por outro lado, também não foram informados. Assim como um prazo para publicação do edital.

A boa notícia é que a escolha da banca é um dos últimos passos antes do edital. Por isso, é possível que o documento com as regras da seleção saia ainda este ano.

O município de Mogi das Cruzes, localizado a 55 km de São Paulo Capital, contrata pelo regime estatutário. Isto é, que garante a estabilidade empregatícia aos servidores.

+ Assine a Folha Dirigida e aumente suas chances de aprovação
+ Existe a melhor técnica de estudos para concursos?

Mogi das Cruzes-SP já realizou concurso este ano

Em janeiro deste ano, a Prefeitura de Mogi das Cruzes publicou edital de novo concurso público. A oferta foi de 31 vagas efetivas nos níveis fundamental, médio/técnico e superior, com iniciais de até R$7 mil.  

Das oportunidades, 13 foram para nível fundamental, sendo dez de auxiliar de desenvolvimento da educação (vencimento de R$1.825,66), uma para carpinteiro (R$1.883,69), uma para eletricista (R$2.277,88) e uma para pintor (R$1.883,69). A jornada de trabalho foi de 40 horas por semana.

O nível médio/técnico trouxe duas vagas imediatas, uma de agente de defesa civil (R$2.849,51) e uma de técnico de enfermagem (R$3.561,83). Houve ainda formação de cadastro de reserva para encarregado de setor de defesa civil (R$4.555,91). Os selecionados teriam que trabalhar 40 horas semanais. 

As demais 16 chances foram para cargos de nível superior. Como por exemplo, cinco de médico ginecologista (R$6.625,73), uma de contador (R$6.061,09), três de enfermeiro (R$5.300,64), uma de médico pediatra 12 horas (R$3.788,10), uma de pedagogo, entre outros.

O maior vencimento foi para administrativo hospitalar, com inicial de R$7.397,74, que visa formação de cadastro. A banca organizadora também foi a Vunesp. O concurso foi composto pelas seguintes etapas de avaliação:

  • Prova objetiva para todos os candidatos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova prática para os cargos de auxiliar de desenvolvimento de educação, carpinteiro, eletricista, orientador de informática e pintor, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova de aptidão física para agente de defesa civil e encarregado de setor de defesa civil, de caráter eliminatório;
  • Prova de títulos para psicopedagogo, de caráter classificatório.

Na primeira etapa do concurso Mogi das Cruzes-SP, os participantes tiveram até três horas para responder a 40 ou 50 questões de múltipla escolha sobre Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos. O concurso está valido por dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Comentários