Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Oferta de 510 vagas. Inscrições abertas

Quem deseja estabilidade profissional em uma carreira na esfera pública federal encontra essa chance no concurso do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), que oferece 510 vagas em cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior, distribuídas pela administração central, em Brasília, e unidades de pesquisa no país, inclusive o Rio de Janeiro. As remunerações variam entre R$3.009,38 e R$9.461,15, e as inscrições terminam no próximo dia 18.

Quem deseja estabilidade profissional em uma carreira na esfera pública federal encontra essa chance no concurso do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), que oferece 510 vagas em cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior, distribuídas pela administração central, em Brasília, e unidades de pesquisa no país, inclusive o Rio de Janeiro. As remunerações variam entre R$3.009,38 e R$9.461,15, e as inscrições terminam no próximo dia 18.

As oportunidades são para analista em ciência e tecnologia (35 na administração central e 57 nas demais unidades, no Rio de Janeiro, São Paulo, Amazonas, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Pará e Minas Gerais), e tecnologista pleno 1, com 84 vagas para o Distrito Federal. Além do curso superior, é necessário possuir, em ambos os casos, mestrado e/ou três anos de experiência. A remuneração é de até R$9.461,15 (de acordo com a titulação), sendo R$3.884,92 de salário-base, R$3.649 pelo título de doutorado e R$1.623,23 relativos à gratificação de desempenho.
 
Para os níveis médio e médio/técnico, há vagas para assistente em ciência e tecnologia (224 para a administração central e 106 em outras unidades) e técnico 1, com quatro oportunidades na capital federal. É exigido, no mínimo, um ano de experiência em ambos os cargos, e a remuneração é de R$3.009,38, sendo R$1.885,33 de salário-base e R$820,05 de gratificação de desempenho. Em todos os casos, já estão incluídos os R$304 de auxílio-alimentação.

O Estado do Rio de Janeiro foi contemplado com 64 vagas, das quais 18 são para analista (16 na capital e duas em Petrópolis) e 46 para assistente, no Rio. Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o coordenador-geral de Recursos Humanos, Flávio Coutinho, disse que haverá possibilidade de pedir transferência para outra unidade de pesquisa, desde que haja vagas. "A remoção pode ser feita até mesmo durante o estágio probatório, que é de três anos. A pessoa tem o direito de pedir, mas não há garantias que irá conseguir a remoção", comentou.
 
Cadastro - As inscrições serão encerradas às 23h59 do próximo dia 18, no site do organizador, o Cespe/UnB. Será preciso escolher o cargo/tema, unidade, localidade de vaga e cidade onde se deseja realizar as provas, e pagar a taxa, de R$64 para os níveis médio e médio/técnico e de R$87 para os do superior, até o dia 31 deste mês. Poderá solicitar a isenção do pagamento o desempregado ou membro de família de baixa renda, cadastrado no CadÚnico.
 
O concurso será composto por provas objetivas, discursiva e prática/discursiva, programadas para o dia 26 de agosto, de manhã e à tarde, em todas as capitais e no Distrito Federal. As disciplinas variam de acordo com a função desejada.

Serviço
Inscrições: www.cespe.unb.br/concursos/MCTI_12
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações