Por Coronavírus, Marinha estuda a situação do concurso de aprendiz

A Marinha do Brasil informou que estuda a situação dos concursos públicos, entre eles o de aprendiz de marinheiro, com provas em abril.

Após confirmar, há uma semana, que as provas de aprendiz estavam mantidas para o mês de abril, a Marinha decidiu reavaliar a situação dos concursos. Até o momento, uma decisão não foi tomada, mas os cronogramas poderão ser revistos.

A informação foi passada na manhã desta terça-feira, com exclusividade à FOLHA DIRIGIDA. A instituição informou que ainda estuda a situação dos concursos, entre eles a de aprendiz de marinheiro.

O concurso de aprendiz tem provas marcadas para a primeira quinzena de abril, com as datas mais prováveis sendo 5 ou 12. O setor de seleção ainda não havia confirmado a data, tampouco divulgado o cartão de confirmação com os locais de provas.

A recomendação é de que os mais de 29 mil inscritos mantenham o ritmo de estudos, mesmo ainda sem uma decisão oficial. Caso as provas sejam adiadas, que aproveitem esse tempo de isolamento para se preparar ainda mais.

+ Exclusivo! Concurso Escola Naval terá edital dia 31 e prova em agosto

(Foto: Divulgação)
Marinha estuda situação dos concursos e pode alterar cronogramas
(Foto: Divulgação)

O concurso de aprendiz de marinheiro contará com uma primeira etapa sendo composta por provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório. Nessa avaliação, serão cobradas 50 questões de múltipla escolha, sendo:

  • 15 questões de Português;
  • 15 questões de Matemática;
  • 15 questões de Ciências (Física e Química);
  • 5 questões de Inglês

Concurso Marinha terá 900 vagas e várias etapas

O edital do concurso Marinha para o cargo de aprendiz foi publicado em dezembro de 2019 e conta com uma oferta de 900 vagas para o ano de 2021. As oportunidades são todas para o sexo masculino.

Todas as etapas de seleção do concurso de aprendiz serão realizadas no ano de 2020. A exigência é ter 18 anos e menos de 22 até o primeiro dia do mês de janeiro de 2021, além de nível médio completo ou estar em fase de conclusão do último ano.

As demais exigências são altura mínima de 1,54m, e a máxima de 2,00m, não ser casado ou não ter constituído união estável, assim permanecendo durante todo o período em que estiver sujeito aos regulamentos da Escola de Aprendizes-Marinheiros.

No decorrer do curso de formação, o aluno receberá, mensalmente, R$1.108,53, sendo R$981 correspondentes ao soldo militar e R$ 127,53 referente ao adicional militar. Como grumete (aprendiz) o aluno terá uma bolsa-auxílio no valor total bruto de R$1.179,72 sendo R$1.044 de soldo militar e R$135,72 de adicional militar. A remuneração poderá chegar a R$1.950.

Marinha terá outras seis etapas de seleção

Com quatro horas de duração, os exames ocorerão em todo o país, nas seguintes cidades: Rio de Janeiro (RJ); São Pedro da Aldeia (RJ); Angra dos Reis (RJ); Nova Friburgo (RJ); Vila Velha (ES); Salvador (BA); Natal (RN); Olinda (PR); Paranaguá (PR); Fortaleza (CE), Belém (PA);  Santana (AP); Parnaíba (PI); Santarém (PA); São Luís (MA); Rio Grande (RS); Porto Alegre (RS); Florianópolis (SC); Ladário (SC); Brasília (DF); São Paulo (SP); Manaus (AM) e Santos (SP).

Na primeira fase, será eliminado quem obtiver nota inferior a 50 pontos em toda a prova, além de nota inferior a dez em qualquer uma das disciplinas. As próximas etapas serão compostas pelas seguintes fases:

  • Verificação de Dados Biográficos (VDB);
  • Inspeção de Saúde (IS);
  • Teste de Aptidão Física (TAF);
  • Avaliação Psicológica (AP);
  • Verificação de Documentos (VD);
  • Procedimento de Heteroidentificação Complementar à Autodeclaração (somente para candidatos que se auto declararam negros).

Confira o material de preparação da FOLHA DIRIGIDA e comece já os estudos para o concurso!

✔ E-books 
✔ Provas para download
✔ Artigos sobre concursos
✔ Editais verticalizados
✔ Vídeos com dicas