Concurso Escola Naval: inscrições feitas em reabertura são canceladas

Marinha do Brasil informa que todas as inscrições realizadas para o concurso durante do prazo de reabertura das inscrições estão canceladas.

Mais um reviravolta acerca do concurso Escola Naval. Na última quarta, 28, a Marinha do Brasil informou que todas as candidaturas para o concurso durante o prazo de reabertura das inscrições estão canceladas. Com isso, todos os inscritos neste período estão excluídos da seleção.

A decisão da reabertura da inscrição havia atendido uma decisão liminar do Tribunal Regional Federal da 2° Região, pela qual candidatos casados poderiam participar do concurso de admissão.  

Comunicado de exclusão de inscritos

Então, com essa retificação, o item que impedia candidatos casados, com filhos ou em união estável de se inscreverem no concurso foi excluído do edital. A solicitação da retirada desta exigência havia sido feita pelo Ministério Público Federal, por meio de uma ação civil pública. 

Ao que tudo indica, a Marinha conseguir derrubar essa liminar. Agora, após o prazo de reabertura das inscrições, ficou definido que candidatos casados, em união estável ou com filhos voltam a ser excluídos da seleção para a Escola Naval.

Os candidatos que efetuaram o pagamento da taxa poderão solicitar a devolução do valor, por meio de requerimento disponível nas Organizações Responsáveis pela Execução Local (Orel), listadas no anexo I do edital de abertura.

Quer desconto exclusivo para assinar a FOLHA DIRIGIDA?

O reembolso também poderá ser feito por e-mail ([email protected]), anexando o comprovante de pagamento e informando os seguintes dados:

  • Nome completo;
  • Número de inscrição;
  • CPF do Titular da conta corrente;
  • Nome do Titular da conta corrente;
  • Banco;
  • Número da agência bancária; 
  • Número da conta corrente. 
Marinha do Brasil
Concurso CPAEN 2019 oferta 31 vagas para oficiais (foto: Marinha do Brasil)

 Provas serão realizadas no fim de semana

Os candidatos inscritos no concurso CPAEN 2019 realizarão a primeira etapa da seleção nos dias 31 de agosto, sábado, e dia 1° de setembro, domingo. 

Nos dois dias as avaliações terão cinco horas de duração. No sábado os concorrentes responderão 40 questões, sendo 20 de Matemática e 20 de Inglês. Já no domingo terão que responder 20 questões de Física e 20 de Português mais a Redação. 

enlightenedGoverno divulga regras para autorização de concursos públicos

Esta primeira etapa, composta apenas por provas objetiva e escrita, terá caráter eliminatório. Além desta fase, serão realizadas: 

  • Verificação de Dados Biográficos; 
  • Inspeção de Saúde;
  • Teste de Aptidão Física;
  • Avaliação Psicológica;
  • Verificação de Documentos;
  • Procedimentos de Heteroidentificação Complementar à Autodeclaração;
  • Período de Adaptação.

A seleção oferta 31 vagas para a formação de oficiais. No total, foram recebidas 5.479 candidaturas, sendo 3.529 homens e 1.950 mulheres. O principal requisito para participar é ter nível médio completo. Além disso, é preciso ter 18 anos completos e menos de 23 anos de idade até 1° de janeiro de 2020. 

Os selecionados terão remuneração inicial de aspirante no valor de R$1.176 e, posteriormente, de guarda-marinheiro de R$6.993. Após a formação de segundo-tenente receberá R$7.490. Estes valores são referentes a 2019 e poderão ser reajustados com atualizações para 2020.