Concurso Marinha: sai preliminar de isentos para engenheiros

A Marinha divulgou a lista provisória dos pedidos de isenção de taxa do concurso Marinha para o Corpo de Engenheiros.

Está disponível a relação preliminar dos candidatos que solicitaram isenção de taxa do concurso Marinha para o Corpo de Engenheiros. As listagens foram divulgadas por meio do próprio site de seleção pessoal da Marinha do Brasil (SSPM) na terça-feira, 24.

De acordo a publicação, aqueles que tiveram o pedido de isenção indeferido podem interpor recursos contra esse resultado até esta quarta-feira, 25. Verifique abaixo as listagens preliminares:

♦ CP-CEM (Corpo de Engenheiros)

Para isso, é preciso cumprir as instruções para preenchimento do recurso administrativo que constam no edital de abertura. O resultado definitivo de isentos está previsto para quinta, 26.

Aqueles que já tiveram seus requerimentos deferidos deverão imprimir o comprovante de inscrição por meio do SSPM. 

O concorrente que teve o pedido de isenção negado ou que tiver seu recurso administrativo indeferido e, mesmo assim desejar, ainda pode participar do concurso.

A efetivação do cadastro se dará após o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$126. O boleto tem o prazo de pagamento até esta sexta, 27.

Saiba mais sobre o concurso Marinha Engenheiros:

  • Áreas e remuneração
  • Provas
Concurso Marinha Engenheiros tem lista preliminar de isentos 
(Foto: Divulgação/Marinha)


Concurso Marinha Engenheiros inscreveu para várias áreas

Com edital publicado em janeiro deste ano, puderam se inscrever para essa seleção da Marinha apenas candidatos que têm nível superior em Arquitetura ou diferentes áreas de Engenharia. São elas:

  • Engenharia Cartográfica
  • Engenharia Civil
  • Engenharia de Materiais
  • Engenharia de Produção
  • Engenharia de Sistemas de Computação
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Eletrônica
  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia Naval
  • Engenharia Nuclear
  • Engenharia Química
     

Homens e mulheres puderam se inscrever para o concurso, porém, a idade máxima permitida ao ingresso é de 36 anos. Outra exigência é altura mínima de 1,54m, e a máxima de 2,00m.

► Coronavírus: deputado propõe suspender validade de concursos públicos

Quando aprovado, o candidato realizará o Curso de Formação de Oficiais (CFO) com duração de aproximadamente 31 semanas no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), no Rio de Janeiro. 

Durante esse curso, o Guarda-Marinha receberá a remuneração atinente à essa graduação, tendo como valor bruto R$8.671,32. Do total, R$6.993 são relativos ao soldo militar, R$ 1.328,67 do adicional militar e R$349,65 ao adicional de compensação por disponibilidade militar. 

Também é proporcionado alimentação, uniforme, assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa.
 

 

Realização das provas está prevista para maio

Todos os candidatos serão avaliados por meio de diversas etapas, até o término do concurso. São elas:

  • Provas escritas objetiva e discursiva de Conhecimentos Profissionais;
  •  Redação;
  • Tradução de Texto;

 Concurso Marinha: como se preparar para a prova de engenheiros?

 Há ainda eventos Complementares (EVC) constituídos de:

  •  Verificação de Dados Biográficos (VDB);
  •  Inspeção de Saúde (IS);
  •  Teste de Aptidão Física de Ingresso (TAF-i); 
  •  Prova de Títulos (PT);
  •  Avaliação Psicológica (AP);
  •  Verificação de Documentos (VD); 
  • Procedimento de Heteroidentificação Complementar à Autodeclaração (PH); e
  • Período de Adaptação (PA).
     

As provas escritas objetiva e discursiva de Conhecimentos Profissionais, a Redação, e a tradução de texto terão caráter eliminatório e classificatório. O restante, caráter eliminatório. 

A primeira etapa, composta por prova objetiva, acontecerá na primeira quinzena de maio, segundo o cronograma do edital. O dia exato ainda será revelado pela Marinha.