Concurso Mapa: 100 candidatos excedentes são convocados

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento divulgou a lista dos 100 excedentes convocados do concurso Mapa 2017.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento divulgou a lista de 100 excedentes convocados no concurso Mapa 2017. O documento foi publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira, dia 3. A autorização da nomeação dos selecionados além das vagas imediatas foi divulgada no último dia 21 de novembro.

Veja a lista de convocações:

Os nomeados receberão, por e-mail, o link de acesso ao formulário de escolha da localidade, para a devida indicação das cidades disponíveis, na ordem de suas preferências.

O candidato deverá preencher as opções disponíveis, que serão posteriormente processadas de acordo com a ordem de classificação no concurso público e em observância à alternância dos candidatos com deficiência. O e-mail que receberá o documento será o cadastrado no ato da inscrição do concurso.

Mapa divulga convocação de 100 excedentes do concurso de 2017
(Foto: Divulgação)


Caso o candidato não tenha recebido o e-mail e queira indicar outro, deverá entrar em contato com a Coordenação Geral de Administração de Pessoas, por telefone (61 - 3218-2283) ou e-mail  ([email protected]), até as 18 horas desta quarta, 4.

Os candidatos convocados para o concurso Mapa devem escolher as localidades de atuação até as 18 horas desta sexta, 6 de dezembro, seguindo o horário oficial de Brasília.

O resultado das lotações será divulgado, previamente às nomeações, no site do Mapa. O preencimento das vagas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento deve ocorrer até dia 31 de dezembro.

Concurso Mapa oferece remuneração de até R$15 mil

O edital do concurso Mapa foi divulgado no dia 26 de setembro de 2017. No total, a pasta ofereceu 300 vagas para o cargo de auditor-fiscal na função de veterinário.

Os nomeados terão direito a remuneração de R$15.042,71 para carga de trabalho de 40 horas semanais. Esse valor já inclui o auxílio-alimentação de R$458.

Além da formação superior em Medicina Veterinária, para ingressar no cargo é necessário o registro ativo nos conselhos regionais ou federal da categoria. O regime contratação é o estatutário, que assegura a estabilidade empregatícia.

Mapa permanece aguardando autorização para abertura de novo concurso

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) encaminhou em 2019 ao Ministério da Economia um pedido de novo concurso. São solicitadas 1.744 vagas, distribuídas por diversas carreiras, incluindo o Instituto Nacional de Meteorologia - Inmet, vinculado à pasta.

O pedido incorpora vagas para diversas funções, como administrador, arquiteto, economista, arquivista, bibliotecário, nutricionista, agente administrativo, entre outras. As oportunidades são para os níveis médio e superior.

O pedido do Mapa permanece em análise no Ministério da Economia e aguarda autorização do ministro Paulo Guedes. Se isso ocorrer, a seleção será oficializada por meio de publicação no Diário Oficial da União.

Em 2018, o Mapa já havia feito um pedido de concurso para 555 vagas. As chances solicitadas foram para auditor fiscal federal agropecuário, nas especialidades de engenheiro agrônomo, zootecnista, químico e farmacêutico.

Segundo informações do sindicato, na época, o déficit no quadro de servidores do Mapa chegava a 2.500 servidores. O número ainda poderia aumentar, com as aposentadorias já previstas pela categoria. 

+ Concurso Mapa: confirmado pedido de novo edital com 1,7 mil vagas

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

O concurso Mapa foi composto por provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos, avaliação discursiva e exame de títulos.  

A objetiva precisou ser remarcada por erros materiais na elaboração dos cadernos de questões. Os candidatos estiveram submetidos a 70 questões, sendo 30 de Conhecimentos Gerais e 40 de Específicos. Essa fase contou com 27,01% de abstenção.

Foi considerado classificado quem obteve, no mínimo, 50% dos pontos em cada uma das provas. Além disso, 60% do somatório total. A segunda fase do concurso Mapa, prova discursiva, foi aplicada no dia 21 de janeiro. Os candidatos tiveram que desenvolver um estudo de caso. 

De acordo com dados da Esaf, banca responsável pela seleção, o percentual de abstenção nessa etapa foi de 0,75%. Dos 938 convocados, 931 compareceram aos exames.

O resultado final do concurso Mapa foi homologado no dia 28 de março, com validade de dois anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Comentários