Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso Iphan tem quadro de vagas e requisitos alterados

O edital do concurso para o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional foi modificado em diversos aspectos. Saiba quais são eles

A segunda retificação ao edital do concurso Iphan foi publicada nesta terça-feira, 26 de junho, no Diário Oficial da União. As mudanças são referentes ao quadro de vagas, requisitos para os cargos de analista e técnico, lotação, atribuição de pontos para avaliação de títulos e conteúdo programático das provas.

Veja retificação do concurso Iphan: 

As 411 vagas oferecidas pelo concurso Iphan estão mantidas, mas a distribuição das oportunidades por estado foi modificada. O cargo de analista – área quatro, por exemplo, permanece com 26 vagas. O Distrito Federal, no entanto, que tinha 16 vagas teve oferta reduzida para 15 oportunidades, sendo 11 para ampla concorrência, uma para candidatos com deficiência e três para negros.

O estado do Paraná foi incluído como local de lotação, com uma vaga para ampla concorrência. Já para o cargo de técnico – área sete, o Distrito Federal passou a oferecer uma vaga de ampla de concorrência, ao invés de duas, como estabelecido pelo edital. O estado do Rio de Janeiro foi incluído e tem uma oportunidade.

Requisitos para técnicos e analistas foram retificados

As áreas um e dois do cargo de analista que antes exigiam graduação em Comunicação Social e Engenharia Cartográfica, respectivamente, agora pedem nível superior em qualquer área. O conteúdo programático de conhecimentos específicos foi mantido, ou seja, permanece com tópicos de Comunicação Social e Geoprocessamento para os cargos. Com a retificação, todas as áreas de analista têm como requisito graduação em qualquer especialidade.

Iphan realiza concurso com vagas para os níveis médio, médio/técnico
e superior (Foto: Acervo - Iphan)

 

Já a área sete do cargo de técnico que antes exigia nível superior em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis ou graduação em qualquer área, passa a ter como requisito 3º grau em Museologia ou Artes Visuais, Belas Artes, Artes Plásticas, História da Arte além de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis.

. Confira primeira retificação do concurso Iphan

A área 10 do cargo de técnico tinha como pré-requisito graduação em História ou em qualquer área de formação, acrescido de pós-graduação em História. Agora, será exigido apenas nível superior em História, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

A área 11 de técnico também exigia pós-graduação, título que não será mais necessário para se candidatar. Os interessados devem ter apenas nível superior em Educação, Pedagogia ou curso de graduação de licenciatura em qualquer área de formação.

Alteração também para as lotações do concurso Iphan

As vagas do concurso Iphan são destinadas para todo país e poderão ser distribuídas entre as sedes do Instituto nas 26 capitais e no Distrito Federal ou nos escritórios técnicos existentes nas seguintes cidades: AL – Piranhas; BA – Cachoeira, Lençóis, Porto Seguro e Rio de Contas; CE – Icó e Sobral; GO – Goiás e Pirenópolis; MA – Alcântara; MG – Congonhas, Diamantina, Mariana, Ouro Preto, São João Del Rei, Serro e Tiradentes.

Além de MS – Corumbá; PB – Areia; PE – Fernando de Noronha, Igarassu e Olinda; PI – Parnaíba e São Raimundo Nonato; RJ – Paraty, Petrópolis, São Pedro D´Aldeia, Vassouras; RS – Antônio Prado, Jaguarão e São Miguel das Missões; SC – Laguna, Pomerode e São Francisco do Sul; SE – São Cristóvão; SP – Iguape; TO – Natividade. A distribuição da lotação dos candidatos obedecerá aos critérios de classificação.

No entanto, a segunda retificação ao concurso Iphan informa que, em caso de renúncia à classificação, o candidato passa a se posicionar em último lugar da lista de aprovados do cargo/área/Estado escolhido, aguardando convocação.

Mudanças na avaliação de títulos foram feitas

A parte de Conhecimentos Específicos para área de Biblioteconomia passou a ter o tópico de Classificação Decimal de Dewey (CDD). Já a tabela de atribuição de pontos para avaliação de títulos também passou por modificações e, agora, se apresenta da seguinte maneira:

Inscrições do concurso Iphan ficam abertas até 9 de julho

Os interessados no concurso para o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional já podem se inscrever. Os cadastros são aceitos até 9 de julho pelo site do Cebraspe, organizador. Primeiro, é necessário preencher a ficha com todos os dados solicitados. Depois, pagar a taxa, de R$84 para cargos de níveis médio e médio/técnico e de R$117 para nível superior. O pagamento deverá ser feito até 30 de julho. 

Quem possui ensino médio ou médio/técnico pode concorrer às 131 oportunidades de auxiliar institucional, cuja remuneração é de R$3.877,97. Já os graduados têm chances para técnico I, com 176 vagas, e analista I, com 104. Os vencimentos, nesse caso, são de R$5.493,29.

. Cebraspe explica pedidos de isenção da taxa para doadores de medula

As provas objetivas para os cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior serão aplicadas em turnos diferentes. Desta forma, os interessados poderão se inscrever para mais de uma função, desde que os níveis de escolaridade sejam diferentes.

Provas objetivas e discursivas serão realizadas em agosto 

concurso Iphan será composto por provas objetivas e discursivas, além de avaliação de títulos. Todas as etapas serão realizadas nas 26 capitais dos estados brasileiros e no Distrito Federal. Os exames objetivos e discursivos terão 4h30 de duração e estão marcados para o dia 26 de agosto.

Quer cursos preparatórios para o concurso Iphan?
 

Os candidatos de nível superior realizarão as provas na parte de manhã, já os inscritos de nível médio, no turno da tarde. Ao todo, serão cobradas 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos. As disciplinas básicas para todos os cargos são:

  • Língua Portuguesa;
  • Fundamentos da Preservação do Patrimônio Cultural
  • Noções de Gestão e Administração Pública;
  • Atualidades. 

Será reprovado quem obtiver nota inferior a 10 pontos em Conhecimentos Básicos, 21 pontos em Conhecimentos Específicos e 36 pontos no conjunto das provas objetivas. No mesmo dia das provas objetivas, 26 de agosto, serão aplicados os exames discursivos para todos os níveis de escolaridade. Os candidatos terão que desenvolver um texto dissertativo com até 30 linhas. A prova valerá, no máximo,  40 pontos.

. Saiba o que estudar em Arquivologia para o concurso Iphan

Serão corrigidos somente os textos dos concorrentes que aprovados na objetiva, conforme o número de vagas disponível no anexo II do edital. Baixe o manual de sobrevivência para prova de redação. Os classificados ainda estarão submetidos a avaliação de títulos. 

Intensifique sua preparação para o concurso Iphan

Após a publicação do edital, os interessados no concurso Iphan devem intensificar os estudos. FOLHA DIRIGIDA tem playlists de vídeos para essa seleção, além de materiais que te ajudarão a conquistar a aprovação. Um deles é o e-book “Como estudar Português para concursos públicos”. Confira! 

No vídeo abaixo, saiba como se preparar para o concurso Iphan:

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR


Comentários