Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso Iphan tem 64 mil candidatos para as provas de domingo, 26

O concurso para Iphan registrou 64.397 concorrentes. As inscrições para técnico na área de Arqueologia serão reabertas.

Mais de 60 mil estão inscritos no concurso Iphan! De acordo com dados divulgados pelo Cebraspe – organizadora – a seleção reúne 64.397 candidatos, que farão provas objetivas e discursivas no domingo, 26 de agosto. Os locais de aplicação dos exames já estão disponíveis no site da banca.

A exceção é para os concorrentes a técnico na área de Arqueologia, cujos exames foram remarcados e as inscrições serão reabertas para atender a uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF). Os requisitos e o cronograma das provas também foram retificados. Confira os detalhes mais abaixo.

Os 66 mil candidatos do concurso Iphan são referentes, portanto, a apenas 356 vagas. As demais 55 vagas são para técnico da área de Arqueologia, cujo número de inscritos não foi informado.  O destaque é o cargo de auxiliar administrativo na área de Administração, que exigiu apenas o nível médio completo.

Foram computadas 21.806 inscrições para essa carreira, o que representa cerca de 33% do total de candidaturas. Apenas o Estado do Rio de Janeiro teve 3.930 concorrentes para as duas vagas imediatas.

Quem possui ensino médio ou médio/técnico pôde concorrer às 131 oportunidades de auxiliar institucional, cuja remuneração é R$3.877,97. Já os graduados tiveram chances para técnico I, com 176 vagas, e analista I, com 104. Os vencimentos, nesse caso, são de R$5.493,29.

Confira o número de inscritos por cargo e região do concurso Iphan:

Provas do concurso Iphan terão 120 questões mais redação

Os exames para ingresso no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional serão realizados no domingo, 26 de agosto, em todas as capitais e no Distrito Federal. Na parte da manhã, às 8h, será a vez dos candidatos aos cargos de técnico e analista, de nível superior.

Já no turno da tarde, às 15h, os concorrentes a auxiliar institucional – carreira de nível médio – realizarão as provas objetivas e discursivas. Como os horários de aplicação são diferentes para os níveis de escolaridade, uma mesma pessoa pôde se inscrever para mais de um cargo.

Iphan realiza concurso com 411 vagas para níveis médio e superior
(Foto: Iphan)

 

A orientação da banca organizadora é que os candidatos do concurso Iphan cheguem aos locais de prova com uma hora de antecedência. Na parte da manhã, por exemplo, os portões serão abertos às 7h. Já no turno da tarde, às 14h.

Veja perguntas e respostas sobre as provas do concurso Iphan

Ainda tem dúvidas sobre o que levar nas provas, o que será proibido, quando saem os gabaritos? FOLHA DIRIGIDA preparou uma lista com as principais respostas. Confira abaixo:

1 - O que será preciso levar para as provas do concurso Iphan?
Os concorrentes deverão portar documento de identidade original; caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente; comprovante de inscrição. Alimentos e bebidas poderão ser ingeridos durante a prova, desde que também estejam em embalagens transparentes.

2 - Quais itens serão proibidos nas provas?
De acordo com o edital, os candidatos não poderão utilizar aparelhos eletrônicos, relógios de qualquer espécie, óculos escuros, lápis, lapiseira, marca-texto, borracha, além de chapéu, boné e gorro.

3 - Qual o tempo de permanência mínimo na sala?
O candidato deverá permanecer obrigatoriamente no local das provas por, no mínimo, uma hora após o início da aplicação.

4 – Quantas questões serão cobradas?
As provas objetivas do concurso Iphan contarão com 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos.

5 – Qual será o tema das provas discursivas?
Todos os candidatos do concurso Iphan também serão submetidos a uma redação – texto dissertativo. O edital já adianta que o tema será sobre atualidades e terá relação com o patrimônio histórico.

6 - Será permitido levar o caderno de questões?
Sim. Mas, os concorrentes só poderão levar os cadernos de questões nos últimos 15 minutos antes do término das provas.

7 - Quando serão divulgados os gabaritos das provas?
Os gabaritos oficiais das avaliações do concurso Iphan serão publicados na terça-feira, 28 de agosto, pelo portal do Cebraspe.

8 – Haverá prazo para recursos contra os gabaritos?
Sim. Quem for contra as respostas fornecidas pela organização do concurso Iphan poderá entrar com recurso. Para isso, será necessário preencher formulário específico nos dias 29 e 30 de agosto, por meio da página do Cebraspe.

9 - Quais são os critérios de avaliação?
De acordo com o edital, será reprovado quem obtiver nota inferior a 10 pontos em Conhecimentos Básicos, 21 pontos em Conhecimentos Específicos e 36 pontos no conjunto das provas objetivas. 

Inscrições para Arqueologia serão reabertas na segunda, 27

A retificação do concurso Iphan, publicada nesta sexta-feira, 24, informa que os pré-requisitos para o cargo de técnico na área de Arqueologia foram alterados. Agora, poderá se candidatar quem:

  • Tiver nível superior em Arqueologia;
  • Tenham diploma em Arqueologia emitido por escolas estrangeiras (cujos títulos tenham sido revalidados no Brasil);
  • Tenham graduação em qualquer área e pós-graduação na área de concentração em Arqueologia, com dissertação de mestrado ou tese de doutorado em Arqueologia, além de dois anos consecutivos de atividades científicas na área;
  • Tenham diploma de nível superior em qualquer área e cinco anos consecutivos, ou dez anos intercalados, no exercício de atividades científicas próprias do campo da Arqueologia;
  • Tenham graduação em qualquer área além de curso de especialização em Arqueologia e, pelo menos, três anos consecutivos de atividades científicas próprias do campo da Arqueologia.

Os ganhos da carreira são de R$5.493,29. O período de inscrição será aberto na segunda, 27. Os cadastros poderão ser realizados até o dia 10 de setembro, pelo portal do Cebraspe. Para completar o procedimento, será preciso pagar a taxa de R$117 até o dia 5 de outubro.

Baixe retificação que reabre inscrições para o concurso Iphan:

Somente membros de famílias de baixa renda que estejam inscritos no programa CadÚnico ou doadores de medula óssea poderão solicitar a isenção da taxa. Para isso, deverão preencher o formulário específico do dia 27 de agosto a 10 de setembro, também pelo site da banca. A relação dos pedidos de isenção aceitos será divulgada no dia 17 de setembro.

As provas objetivas e discursivas apenas para o cargo de técnico na área de Arqueologia serão aplicadas no dia 21 de outubro, com duração de quatro horas e meia. No dia 10 do mesmo mês será divulgada convocação que informará os procedimentos para consulta aos locais de prova.

O resultado final das provas objetivas e o resultado provisório das provas discursivas estão previstos para serem divulgados no dia 31 de outubro, pelo portal do Cebraspe e no Diário Oficial da União.

Entenda o porquê da reabertura das inscrições do concurso

O edital do concurso Iphan, divulgado no dia 12 de junho, trouxe como exigência para o cargo de técnico na área de Arqueologia nível superior na área ou qualquer outra especificação, acrescido de pós-graduação de Arqueologia. No entanto, no dia 26, foi publicada retificação que alterou tais pré-requisitos.

Com a mudança, para se candidatar a técnico na área de Arqueologia foi preciso apenas de nível superior em Arqueologia. O que, de acordo com a ação civil pública, expedida pela 4ª Vara de Porto Alegre, restringiu o acesso à concorrência do cargo.

O MPF informou à FOLHA DIRIGIDA que para ser considerado arqueólogo, atualmente, não é necessário ter graduação na área. Em caso de descumprimento da determinação, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e o Cebraspe – banca organizadora – teriam que arcar com multa de R$10 mil.

No vídeo abaixo, veja dicas de Português para o concurso Iphan:

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR


Comentários