Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Taxa é recebida só até esta sexta, dia 18

Os mais de um milhão de candidatos às 950 vagas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem pagar a taxa, de R$65 para técnico e R$80 para analista, até esta sexta-feira, dia 18, em qualquer agência bancária ou como nas lotéricas e Correios, para garantirem a participação. No dia 28 do próximo mês, o INSS publicará um edital de convocação às provas objetivas, indicando a data de liberação do cartão de confirmação, com local e horário das avaliações.

Os mais de um milhão de candidatos às 950 vagas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem pagar a taxa, de R$65 para técnico e R$80 para analista, até esta sexta-feira, dia 18, em qualquer agência bancária ou como nas lotéricas e Correios, para garantirem a participação. No dia 28 do próximo mês, o INSS publicará um edital de convocação às provas objetivas, indicando a data de liberação do cartão de confirmação, com local e horário das avaliações. Segundo o organizador, o número final de inscritos sairá no mesmo dia do cartão. A objetiva, marcada para 15 de maio, será composta por 120 questões, e será aplicada em todas as capitais, além de outras cidades.
 
A menos de dois meses da avaliação, os candidatos a técnico devem atentar, em Noções de Informática, para os tópicos de Calc, Write e Windows 10, que, segundo o professor Luciano Antunes, da Degrau Cultural, serão os mais abordados na avaliação de 15 de maio. A orientação do especialista, nesta reta final de estudos, é fazer questões. “O programa de Informática foi ampliado em três pontos. O INSS acrescentou segurança da informação, que não constava no edital anterior, e inovou cobrando Windows 10 e segmentando a ideia do Oficce para o Libre Office, na versão 4. Como inovaram nesses três pontos, acredito que, de sete a oito questões, Calc, Write e Windows 10 sejam os três temas mais abordados”, apostou.

Segundo Luciano Antunes, as questões do Cebraspe (antigo Cespe/UnB)  ficaram mais rebuscadas nos últimos meses, com um pouco mais de intensidade dentro da teoria, o que também deverá ser uma característica do exame do INSS. É hora, de acordo com o professor, de fazer questões. “Se a teoria já foi toda diluída, incluindo tópicos antigos e novos, é hora de focar nas questões. São elas que vão fazer com que, no momento da prova, o candidato as relembre, já que as novas perguntas serão baseadas nelas”, orientou.
 
O especialista falou ainda da importância da revisão, uma semana antes da prova, e deixou uma mensagem aos candidatos. “A revisão é muito importante. O candidato vai chegar na última semana e dar uma passada na matéria e nas questões. A mensagem é que, se você olhar hoje o INSS, ele tem uma gama maior de necessidade do que o número de vagas ofertadas. Então, façam sua parte, intensifiquem os estudos, vejam preparatórios e turmas de exercícios. Pratiquem a teoria por meio de provas anteriores e boa sorte”, assinalou. Das 950 vagas oferecidas pelo INSS, 800 são de técnico do seguro social (nível médio completo e remuneração de R$5.344,87) e 150 de analista do seguro social (para graduados em Serviço Social, com ganhos de R$7.954,09).

Serviço
Cartão: www.cespe.unb.br/concursos/INSS_2015

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações