Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Inscrições abertas para 950 vagas. 2º grau com ganhos de R$5.344

Prosseguem abertas as inscrições do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Os interessados devem se inscrever no site do Cebraspe (antigo Cespe/UnB), organizador. Inicialmente, são oferecidas 950 vagas, das quais 800 para técnico do seguro social, cargo que exige o nível médio e tem remuneração de R$5.344,87. As outras 150 são de analista do seguro social, para graduados em Serviço Social. Esses têm ganhos de R$7.954,09. As taxas são de R$65 e R$80. O Rio de Janeiro conta com 21 vagas, sendo 17 para técnico e quatro para analista.

Prosseguem abertas as inscrições do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Os interessados devem se inscrever no site do Cebraspe (antigo Cespe/UnB), organizador. Inicialmente, são oferecidas 950 vagas, das quais 800 para técnico do seguro social, cargo que exige o nível médio e tem remuneração de R$5.344,87. As outras 150 são de analista do seguro social, para graduados em Serviço Social. Esses têm ganhos de R$7.954,09. As taxas são de R$65 e R$80. O Rio de Janeiro conta com 21 vagas, sendo 17 para técnico e quatro para analista.
 
A tendência é que o INSS convoque um número de aprovados bem superior à oferta inicial de 900 vagas. Essa afirmação pode ser comprovada com base na tradição da autarquia em ter chamadas extras durante a validade do certame (5.020 candidatos foram convocados na seleção de 2011, número quase 170% maior do que as 1.875 vagas iniciais). Além disso, a falta de pessoal, o crescimento das demandas e o alto índice das aposentadorias - cerca de 10 mil servidores nessa condição - reforçam essa necessidade.
 
Por isso, outras oportunidades deverão surgir durante o prazo de validade desse concurso, que será de um ano, podendo dobrar. Os inscritos no CadÚnico do Governo Federal podem solicitar isenção da taxa, no site do Cebraspe, durante todo o prazo de inscrição. Para isso, é necessário preencher o requerimento específico para o benefício e também informar o Número de Identificação Social (NIS). O resultado preliminar desses pedidos será divulgado em 3 de março, cabendo, aos insatisfeitos, interpor recursos.
 
Os portadores de deficiência serão submetidos a perícia médica, ainda sem data prevista. Nesse exame, os candidatos deverão apresentar laudo médico (original ou cópia autenticada) e identidade original. A relação provisória dos que tiverem a inscrição deferida nessa condição será divulgada no dia 4 de abril, no site do Cebraspe. A remuneração dos técnicos (R$5.344,87) inclui vencimentos de R$639,18, gratificação de atividade executiva (GAE) de R$1.022,69, gratificação de desempenho de atividade do seguro social (GDASS) de R$3.225 e auxílio-alimentação de R$458.

Os ganhos dos analistas (R$7.954,09), por sua vez, são compostos pelo vencimento de R$890,42, GAE de R$1.424,67, GDASS de R$5.181 e R$458 do auxílio. Em agosto, com o acordo que deu fim à greve do INSS, os técnicos passarão a receber R$5.498,90, e os analistas, R$8.135,25. A carga de trabalho é de 40 horas semanais, e o regime de contratação dos nomeados é o estatutário. A seleção será por meio de uma única etapa: uma prova, com 120 questões objetivas, no dia 15 de maio.
 
As avaliações ocorrerão em todas as capitais, bem como o Rio de Janeiro, além de outras cidades. Elas serão aplicadas pela manhã, aos candidatos a analista, e no turno da tarde, no caso dos concorrentes a técnico. Os participantes podem concorrer a vagas de um estado e fazer a prova em outro, devendo informar isso no ato da inscrição. Será aprovado quem obtiver, pelo menos, dez pontos na parte de conhecimentos básicos, 21 em conhecimentos específicos e 36 na soma das duas áreas.
 
Ética: para professor, prova sem surpresas
Entre as disciplinas presentes na prova, Ética no Serviço Público é uma das matérias com o programa mais simples e compreensível, de acordo com o professor Douglas Canario, do curso Equipe Rio. "Analiso o programa de Ética dentro do edital do INSS e posso dizer que a banca foi bem clara e objetiva. Portanto, o ideal é aplicar uma leitura sistematizada em face dos Decretos nº 1.171/94 e nº 6.029/07, pois quando o assunto é este, as bancas costumam não inovar, e sim repetir informações expressas nos decretos."

De acordo com o docente, os itens mais cobrados dentro da disciplina são os deveres, proibições, penas e a Comissão de Ética. "Esses temas tendem a ser cobrados de forma bem literal, ou seja, o famoso CTRL+C e CTRL+V do Decreto nº 1.171/94. Apesar de o edital de analista possuir umaescrita diferente, ele é apenas mais explicado do que o de técnico. No entanto, na prática, eles acabam abordando as mesmas coisas. Só tende a ser mais alto o nível das questões de analista comparado com a de técnico", diz.

Douglas alerta para as questões do tipo pegadinha, que podem aparecer dentro do tema de Comissão Ética. "A banca costuma dizer que cabe ao superior imediato fornecer os registros sobre a conduta ética do servidor para efeito de instruir e fundamentar promoções e para os demais procedimentos próprios da carreira do servidor público, quando na verdade cabe à Comissão Ética, e não ao superior imediato. Os candidatos também confundem vedação e deveres, assim como as proibições e as obrigações."
 
A melhor técnica de estudo, segundo o professor, é a repetição. "Falo sempre isto em sala, pois digo que o candidato deverá ler exaustivamente as teorias e aplicá-las nas questões. Após feito isso, façam um resumo para ter um estudo concentrado no que realmente é cobrado em prova. O Cebraspe (antigo Cespe/Unb) tem o hábito de cobrar assuntos de Ética combinados com a Lei de Improbidade Administrativa e o Estatuto do Servidores Civis da União. Lembrem-se: quem critica as dificuldades não enxerga as oportunidades".

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações