Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

É hora de identificar dúvidas, rumo à prova do dia 15

A partir desta terça-feira, dia 26, faltam apenas 19 dias para a aguardada prova objetiva do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), e os milhares de candidatos devem aproveitá-los para identificar as maiores dúvidas e tentar saná-las.  

A partir desta terça-feira, dia 26, faltam apenas 19 dias para a aguardada prova objetiva do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), e os milhares de candidatos devem aproveitá-los para identificar as maiores dúvidas e tentar saná-las. A orientação é do diretor pedagógico da Academia do Concurso, professor Paulo Estrella, que também recomenda a realização de muitos exercícios. “Agora é tudo ou nada. Basicamente, o candidato precisa fazer o maior número de questões, para identificar em quais disciplinas tem mais problemas. A partir disso, ele precisa se planejar, dando mais tempo a essas matérias. Assim, ele estará fazendo o ajuste final e agregando conhecimento no que mais está falhando. Essa prática pode ser decisiva para a aprovação, e por isso a recomendo”, assinalou.
 
LEIA TAMBÉM - Anasps comenta novo pedido para 7.351 vagas no INSS (Clique )
 
Questionado sobre a estratégia de dedicar agora todo o estudo a Direito Previdenciário, disciplina com o maior número de questões na prova (70), Estrella afirmou que isso depende de cada concorrente. “Cada candidato precisa saber onde está mal. Se estiver muito bem em Direito Previdenciário e mal em Português, por exemplo, ele precisará dedicar mais tempo a Português”, orientou. Enquanto é necessário intensificar os estudos nessa fase do concurso, faltando 19 dias para a prova, a orientação para a véspera é diferente. “Agora, de fato, o candidato precisa ter grandes cargas de estudo. É hora de ‘aparar as arestas’. No entanto, perto do dia 15, três ou dois dias antes, o ideal é que o candidato descanse. Não esqueça que a prova do Cespe/UnB é cansativa, exige bastante, e estar descansado pode ser um diferencial rumo à aprovação”, disse.
 
Cartão - Nesta quinta, 28, o INSS divulgará o edital de convocação para as provas objetivas, confirmadas para 15 de maio. Nesse documento, que poderá ser consultado na FOLHA DIRIGIDA Online, será informado quando o cartão de confirmação, com o local e horário das avaliações, será liberado no site do Cebraspe (antigo Cespe/UnB). O número final de inscritos no concurso será divulgado na mesma data do cartão, muito provavelmente, no próximo mês. A presidente do INSS, Elisete Berchiol, já informou que mais de 1 milhão de concorrentes preencheram a ficha de inscrição, o que representa um número recorde. Contudo, o número exato de participantes, com isentos e pagantes, ainda não foi divulgado. A objetiva terá 120 questões. 
 
Os candidatos a analista farão a prova pela manhã e os concorrentes a técnico, à tarde. Será aprovado quem conseguir, pelo menos, dez pontos em Conhecimentos Básicos, 21 em Conhecimentos Específicos e 36 na soma das duas. O INSS oferece 950 vagas, sendo 800 de técnico do seguro social (nível médio completo e remuneração de R$5.344,87) e 150 de analista (graduados em Serviço Social, com ganhos de R$7.954,09). Os classificados serão contratados pelo regime estatutário (estabilidade). O concurso tem validade de um ano, prorrogável por igual período, e os aprovados começarão a ser convocados em agosto, segundo o diretor de Gestão de Pessoas do INSS, José Nunes Filho. 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações