Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso INSS: fila de segurados e INSS Digital exigem novo edital

O concurso INSS 2018 vem avançando no Ministério do Planejamento rumo à autorização. Enquanto isso não acontece, contudo, a necessidade de pessoal prejudica o atendimento.

Enquanto o concurso INSS 2018 não é autorizado, a tradicional fila de segurados aguardando atendimento e o projeto INSS Digital aumentam a pressão por um aval. 
 
Segundo a Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), quem deseja abrir processo para pedir a aposentadoria hoje tem dificuldades de agendamento. 
 
A demora para conseguir atendimento em uma agência do INSS chega a quase três meses. O pior, também segundo a Fenasps, é que a maioria das pessoas é encaminhada para agências distantes, até em outros municípios, que não o de origem do trabalhador. 
 
 
Concurso INSS 2018 é fundamental para manutenção dos atendimentos
Concurso INSS 2018 é fundamental para
manutenção dos atendimentos (Foto: Agência Brasil)
A causa para isso é, segundo a Fenasps, a sobrecarga de trabalho, originada pela falta de pessoal. O déficit atual do INSS é de 8.905 servidores apenas em agências da Previdência. O dado foi revelado pela própria autarquia em nota técnica enviada ao Planejamento.
 
A preocupação do instituto é que, mesmo com concurso válido até agosto, essa carência irá piorar.
 
Se no ano passado 1.869 servidores se aposentaram, a previsão do INSS é que em 2018 as saídas permaneçam. Hoje 3.557 servidores têm condições de aposentadoria.
 
 
Também segundo o documento, a maior necessidade é para o cargo de técnico. No ano passado 1.535 servidores de nível médio se aposentaram.
 
"Diante desse cenário, a chamada de excedentes e a abertura de um novo concurso para o INSS são fundamentais", alertou o diretor da Fenasps, Moacir Lopes.
 
A federação teve reunião com o Ministério do Planejamento no último mês. No encontro, quem representou a pasta foi o diretor de Gestão de Pessoas, Augusto Akira Chiba. Segundo os sindicalistas, Chiba informou que "o processo está sob análise". O diretor também assegurou que os 475 excedentes do concurso INSS 2015 serão convocados.

Projeto 'INSS Digital' é prejudicado pela falta de concursos

Outro dado preocupante apontado pelo INSS na nota técnica é que o projeto 'INSS Digital' vem sendo prejudicado pela falta de pessoal e, consequentemente, de concursos públicos.

No documento o órgão informa que "tem enviado esforços para prestar um melhor atendimento cidadão, por isso está construindo um novo fluxo de atendimento ao segurado, por meio do 'INSS Digital', para agilizar a resolução das demandas". 

.Concurso INSS 2018: presidente reitera pedido ao Planejamento

Entretanto, também segundo o INSS, "as dificuldades para atender a lotação (de servidores) necessária, somadas ao déficit já instalado, impactam diretamente a implementação do novo fluxo de trabalho proposto pelo 'INSS Digital'."

Diretora da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS-CUT), Terezinha Aguiar destaca que sem novo concurso e contratações de servidores, não será possível dar andamento ao projeto.

Pedido de concurso INSS 2018 é para 16.548 vagas

O INSS solicitou ao Ministério do Planejamento 16.548 vagas, das quais, no mínimo, 7.580 são para o concurso INSS 2018. Dessas, 3.941 são para o cargo de técnico do seguro social, que exige o nível médio e tem ganhos de R$5.344,87.
 
Foram pedidas ainda 1.493 vagas para analista de várias formações (ainda não reveladas) e 2.146 para perito médico. O cargo de analista é destinado a graduados nas áreas contempladas e tem remuneração de R$7.954,09. O perito médico, por sua vez, é para graduados em Medicina, com R$10.616,14 mensais. Os rendimentos já contam com o auxílio-alimentação de R$458.
 
 
As demais 8.968 vagas são para preenchimento utilizando o concurso INSS 2015, válido até agosto. Dessas, o INSS solicitou 2.114 para esgotar o cadastro de aprovados para o cargo de técnico e 530 para esgotar o de analista. Como a necessidade de pessoal na autarquia é grande, o instituto questiona o Planejamento da possibilidade de realizar uma homologação suplementar de candidatos aprovados no concurso de 2015.
 
O aval nesse caso significaria a homologação de candidatos aprovados fora do limite fixado em edital. Se o Planejamento der o sinal verde, seriam 6.160 vagas de técnico e 164 de analistas. No caso de chamada de aprovados além do adicional de 50% das vagas (475, já que a seleção foi para 950 vagas), serão necessários autorização do Planejamento e despacho do presidente Michel Temer.
 
Como estudar para concurso sem edital? Descubra!



Concurso INSS 2018 vem avançando no Planejamento

O pedido de concurso INSS vem registrando avanços importantes no Planejamento. No último dia 8, a solicitação teve avanços. Apenas em novembro foram 15, com o processo sendo retomado este mês, após as festas de fim de ano. 

Falta a solicitação passar ainda pela Secretaria de Orçamento, Assessoria Jurídica e gabinete do ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. Esses setores são considerados mais importantes antes de um aval.

Saiba como foi o último concurso INSS

O último concurso do INSS foi realizado em 2015, quando foram oferecidas 950 vagas (800 de técnico e 150 de analista). Essa seleção está válida até 5 de agosto deste ano, sem possibilidade de prorrogação - veja editais anteriores do INSS.
 


Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários