Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso INSS: aprovados fazem manifestação por convocações

Aprovados no concurso INSS 2015 fazem manifestação para cobrar do governo federal as contratações. Seleção está válida até agosto. Apenas 950 chamadas.

Uma manifestação da Comissão de Aprovados do concurso INSS 2015 cobra do Ministério do Planejamento a autorização para o Instituto Nacional do Seguro Social convocar 2.644 candidatos aptos na última seleção, de técnicos e analistas. O movimento, com cerca de 50 pessoas, teve início às 8h desta quarta-feira, dia 14, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O ponto de encontro dos manifestantes foi o bloco K, onde fica o Ministério do Planejamento.
 
Aprovados do concurso INSS
edem chamadas (Foto: Divulgação)
Os aprovados pedem a convocação de 2.664 aprovados no concurso de 2015, sendo 2.114 técnicos e 530 analistas.
 
Outra reivindicação é a homologação suplementar de 6.324 aprovados, sendo 6.160 técnicos e 164 analistas. Representante da comissão, Bruno Osasco informou que às 14h haverá uma reunião com um representante do Planejamento.
 
 
"A nossa manifestação já representou a possibilidade de diálogo. O Ministério do Desenvolvimento Social, ao quel o INSS é vinculado, já fez a parte dele. Pediu as contratações. Falta o aval do Planejamento. Esperamos que no encontro de mais tarde tenhamos uma posição do Ministério do Planejamento. Torcemos por um desfecho positivo", disse.
 
O concurso INSS 2015 está válido até agosto. Até agora o INSS obteve autorização para chamar os 950 aprovados, previstos no edital. Os concorrentes da seleção estão na expectativa agora pela convocações dos excedentes.
 
Presidente do INSS alerta para falta de servidores



Pedido de excedentes do concurso INSS 2015 está no Planejamento

A solicitação de chamada dos excedentes do concurso de 2015 já está no Ministério do Planejamento. No total, o INSS pede 16.548 vagas. Dessas, 475 são referentes ao adicional de 50% das vagas previstas em edital, sendo 400 de técnicos e 75 de analistas.
 


Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários