Versão nova do site ativada

Concurso INSS 2018: o que pode cair sobre a Reforma da Previdência

Professor Italo Romano dá dicas de Direito Previdenciário para o concurso INSS 2018. Confira o que ele fala diz sobre a Reforma da Previdência.

07/12/2017 20:33 | Atualizado: 11/12/2017 17:55

07/12/2017 20:33 | Atualizado: 11/12/2017 17:55
O pedido de concurso INSS ao Planejamento deixou os concurseiros esperançosos por um edital. Com a notícia desse possível novo concurso, os candidatos começaram os estudos do Direito Previdenciário. A Reforma da Previdência é um dos principais assuntos em pauta e gera muitas dúvidas sobre a cobrança nas provas do INSS.
 
O Instituto Nacional do Seguro Social solicitou 16.548 vagas , sendo, pelo menos, 7.580 para o concurso INSS 2018 . Já está mais do que claro que quem deseja ser aprovado em um concurso público deve ter uma preparação intensa e antecipada. Por isso, é importante começar a estudar mesmo sem o edital ter sido publicado .

Reforma da Previdência no concurso INSS 2018

Professor Italo Romano
Professor Italo Romano comenta
mudanças em Previdenciário
Foto: Arquivo pessoal
De acordo com o professor em Direito Previdenciário, Italo Romano, certamente o tema  Reforma da Previdência será muito explorado no concurso INSS 2018. Por isso, o professor recomenda que os interessados nessa seleção estudem desde já essa matéria, mesmo que a proposta de novo concurso ainda não tenha sido aprovada.
 
"Antecipar os estudos é também uma grande vantagem competitiva, pois o conteúdo programático normalmente é bastante extenso", alertou.
 
 
"A reforma está sendo discutida diariamente e, ao meu ver, é uma oportunidade para o estudante já ir se familiarizando com os conceitos previdenciários. Enfim, acompanhar as notícias sobre a Reforma Previdenciária é quase que uma aula gratuita de Direito Previdenciário. Entretanto, em concurso público o marco que deve ser levado em conta é a data da publicação do edital, pois nada que seja alterado após essa data pode ser cobrado na prova."

Concurso INSS 2018 deve manter programa do último concurso

Para o especialista, que já foi servidor do INSS, o programa anterior será mantido. "Historicamente o INSS vem cobrando sempre as mesmas disciplinas: Direito Previdenciário, Administrativo, Constitucional, Raciocínio Lógico, Informática, Ética e Português. É possível que surja alguma novidade, mas antecipar os estudos em relação a essas disciplinas listadas é muito importante e fará toda a diferença", recomendou.
 
 
Dessas disciplinas elencadas por ele, Italo enfatiza que os candidatos devem dar uma atenção especial ao Direito Previdenciário, pois corresponde a quase 60% de toda a prova. E além dessa matéria, um foco maior deve ser dado também ao Direito Administrativo, pois foi a segunda disciplina mais cobrada no exame anterior.

Dez principais tópicos em Direito Previdenciário

O professor Italo Romano separou quais são os dez principais tópicos que certamente devem estar presentes nas próximas  provas do INSS . Os candidatos que já estão se preparando podem começar os estudos por esses temas. Ficou curioso? Veja abaixo!

Quer visualizar agora esse conteúdo?

Então não perca tempo e cadastre-se agora! Você terá acesso a conteúdos exclusivos para cadastrados.

OU

Já possui uma conta?

Quer visualizar agora esse conteúdo?

Então não perca tempo e faça já a sua assinatura! Com ela você terá acesso a conteúdos exclusivos para assinantes sem anúncios. Planos a partir de R$7,49 por mês!

OU

Já possui uma conta?

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!