Concurso INSS 2015: órgão divulga distribuição das 100 chamadas autorizadas

Saiu a distribuição das 100 chamadas autorizadas do concurso INSS 2015

imagem-fachada-inss-concurso

Concurso INSS 2015 está válido até 5 de
agosto do ano que vem (Foto: Divulgação)

Após a autorização do Ministério do Planejamento para mais 100 chamadas de técnicos, aprovados no concurso INSS 2015, o Instituto Nacional do Seguro Social divulgou a distribuição das 100 contratações pelos municípios do país.
 
Segundo publicação do INSS no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, dia 1º, 42 cidades foram contempladas. Confira abajxo.

Distribuição por municípios das 100 chamadas de aprovados do concurso INSS 2015

 
O INSS nomeará esses aprovados até 31 de dezembro. O instituto tem pressa nas convocações em virtude do grande déficit de servidores e das aposentadorias rotineiras. Faltam hoje mais de 14 mil servidores e 23.939 (70% da força do trabalho) podem se aposentar até 2019. Convocando esses aprovados, faltará ao INSS convocar mais 100 técnicos, aprovados para as vagas imediatas da seleção.

Adicional de 50% das vagas será solicitado, segundo presidente do INSS

O presidente do INSS, Leonardo de Melo Gadelha, já informou que o órgão solicitará ao Ministério do Planejamento o pedido de adicional de 50% das vagas, para chamar excedentes do concurso. Esse pedido, segundo Gadelha, será encaminhado assim que os 950 aprovados (vagas imediatas) tiverem tomado posse. Se autorizado, e a expectativa do presidente é que isso aconteça, mais 475 aprovados serão convocados.
 
Desses 475, 400 seriam técnicos e 75 analistas. O presidente também conta com despachos presidenciais para poder convocar mais aprovados, tendo em vista a carência de pessoal no órgão.
 
O concurso INSS 2015, válido até 5 de agosto do ano que vem, visou a preencher 950 vagas, sendo 800 para técnico de seguro social, com exigência de ensino médio completo e ganhos de R$5.344,87. As outras 150 eram para o cargo de analista, com exigência de nível superior e remuneração de R$7.954,09. O regime de contratação é o estatutário, com estabilidade.
 
Diante do grave déficit de pessoal, o INSS já estuda pedir o concurso INSS 2019. Está interessado e já quer começar a estudar? Confira orientações de Direito Previdenciário com Italo Romano.
 
 



 

Comentários