Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso do INSS saiu! Como ler atentamente o edital?

O Natal será celebrado somente na próxima sexta, dia 25. Mas, para milhares de concurseiros, o presente do velho Noel veio mesmo antecipado, com a publicação do edital de abertura do concurso para técnico e analista do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) nesta quarta, dia 23. Mas, e agora? Depois de dias de ansiedade, além de meses, anos de estudo, como fazer a leitura mais eficaz do edital elaborado pelo Cespe/UnB - e que acaba de ser divulgado? Há quais aspectos ter mais atenção? Com a palavra, o especialista Paulo Estrella, diretor pedagógico da Academia do Concurso.

O Natal será celebrado somente na próxima sexta, dia 25. Mas, para milhares de concurseiros, o presente do velho Noel veio mesmo antecipado, com a publicação do edital de abertura do concurso para técnico e analista do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) nesta quarta, dia 23 - veja o arquivo no anexo abaxo. Mas, e agora? Depois de dias de ansiedade, além de meses, anos de estudo, como fazer a leitura mais eficaz do edital elaborado pelo Cespe/UnB - e que acaba de ser divulgado? Há quais aspectos ter mais atenção? Com a palavra, o especialista Paulo Estrella, diretor pedagógico da Academia do Concurso.

"O controle da ansiedade é fundamental, principalmente agora, com o edital já nas mãos. Um alto nível de ansiedade pode, sim, paralisar o candidato e prejudicar a sua preparação. Por outro lado, o estresse, desde que controlado, fornece energia e disposição para o concurseiro enfrentar a maratona de estudo até maios, quando será aplicada a prova. Ter um concurso como objetivo aumenta o nível de tensão e de atenção, e garante foco. Porém, se esse estresse sair do controle, pode por tudo a perder", pondera Estrella, lembrando que a ansiedade costuma pontuar toda a trajetória dos candidatos, desde a escolha do cargo ideal, passando pelos dias que antecedem a divulgação do edital e a aplicação das provas, e chegando à angustiante espera pelos gabaritos e resultados finais. Além, é claro, do tempo regulamentar em que precisa aguardar pela convocação para posse.

"Os pontos mais relevantes a serem observados no edital começam pela data da prova; afinal, com essa informação, definimos o tempo disponível para estudar e ajustar a preparação. Outro ponto é a distribuição dos pontos da prova entre as disciplinas. Essa informação vai determinar o tempo e a intensidade de estudo de cada uma das disciplinas e, assim, quais ajustes serão necessários. O conteúdo programático que mudou e as disciplinas que forem incluídas são informações que indicam quais são os conhecimentos, sobre os quais o candidato deverá sair do zero. Esses demandarão mais tempo e esforço. Os conteúdos de maior peso e as novidades incluídas são as prioridades de estudo, sem negligenciar qualquer outra disciplina."

No mais, é hora de pegar fôlego para dar continuidade aos estudos, numa espécie de contagem regressiva, cultivada com esforço, dedicação e esperança. "Com esses dados finalmente disponíveis, o candidato pode desenhar seu planejamento de estudo. Outra informação essencial é o período de inscrição, valor da taxa e distribuição de vagas. Esses são dados essenciais que constam do edital, e que o candidato tem que garimpar, ler, compreender, para poder fazer suas mais acertadas escolhas e o melhor desenho do processo de ajuste de preparação", conclui Paulo Estrella.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações