Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Aprovados cobram convocações e INSS negocia mais vagas

Aumenta a pressão para que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicie a chamada dos aprovados no concurso para 950 vagas, homologado em  4 de agosto. Uma comissão de aprovados, com cerca de 5 mil membros, elaborou um dossiê para ratificar a necessidade das convocações. No documento, entregue ao presidente do INSS, Leonardo de Melo Gadelha, no último dia 29, constam números relativos à carência de pessoal e às aposentadorias previstas.

Aumenta a pressão para que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicie a chamada dos aprovados no concurso para 950 vagas, homologado em 4 de agosto. Uma comissão de aprovados, com cerca de 5 mil membros ná página do Facebook, elaborou um dossiê para ratificar a necessidade das convocações. No documento, entregue ao presidente do INSS, Leonardo de Melo Gadelha, no último dia 29, constam números relativos à carência de pessoal e às aposentadorias previstas.
 
Esses dados foram fornecidos pelo próprio governo federal, por meio do Serviço de Informação ao Cidadão, o que reforça a relevância do dossiê. Nele, é revelado que há, hoje, 18.971 cargos vagos no INSS, e que as vacâncias pós-edital (543 até julho, sendo 515 de técnico e 28 de analista) representam mais da metade das vagas ofertadas (950). Também no dossiê é informado que foram 3.312 os aprovados na disputa, sendo 2.678 para o cargo de técnico e 634 para o de analista.

 
Diante do cenário de carência de pessoal, é desejo da comissão, além da chamada dos 950 aprovados, a aprovação, pelo Ministério do Planejamento, do adicional de 50% das vagas, garantindo a chamada de 475 excedentes (400 técnicos e 75 analistas). O grupo deseja ainda que todos os demais aprovados também sejam chamados por meio de despachos presidenciais, conforme aconteceu no último concurso do INSS, realizado em 2011.
 
 
Leia Mais
 
Além do dossiê, a comissão de aprovados elaborou um abaixo-assinado, com todas essas reivindicações. No total, já são mais de 4 mil assinaturas. Deputados e senadores também já ‘compraram a briga’ da comissão e vêm fazendo pressão no cenário legislativo. A deputada federal Simone Morgado (PMDB-PA), por meio de um protocolo, solicitou informações ao Ministério do Planejamento sobre a eventual chamada de excedentes da disputa, e o senador Paulo Bauer já enviou um ofício à presidência do INSS, solicitando a alteração do prazo de validade.
 
Um dos membros da comissão de aprovados, Danilo Magrini, 39, está confiante de que a pressão resulte em muitas contratações. “Esse dossiê é o nosso carro-chefe. Como foi feito com dados do próprio governo foi bem aceito no INSS. No último concurso, tivemos até despachos presidenciais, que elevaram o número de convocados. Queremos o mesmo, e o INSS precisa desses servidores”, destacou o analista de TI, que foi aprovado para o cargo de técnico.


INSS vai pedir adicional das vagas

No último dia 29 de agosto, a comissão de aprovados do INSS se reuniu com o presidente da autarquia, Leonardo de Melo Gadelha. Estiveram presentes também a coordenadora geral de Gestão de Pessoas, Mônica Moraes, o diretor da Divisão de Desenvolvimento de Carreiras, Oliveiras Junior, e o diretor de Gestão de Pessoas, Thiago Vesley. No encontro, segundo a comissão de aprovados, Gadelha garantiu que o INSS solicitará ao Ministério do Planejamento o adicional de 50% das vagas (475), logo após a chamada dos 950 aprovados. O presidente também informou aos selecionados que o processo com o pedido para contratação dos classificados já tramita no Planejamento, com expectativa de aval para até o fim deste ano.

Leonardo Gadelha também afirmou aos aprovados que após a eventual autorização dos 50%, o instituto seguirá na luta pela cobrança de mais nomeações, que aconteceriam por meio de despachos presidenciais. O concurso do INSS, que contou com 1.087.804 inscritos, visou a preencher 950 vagas, sendo 800 de técnico (nível médio e R$5.344,87) e 150 de analista (graduados em Serviço Social e R$7.954,09). Procurado, o INSS não se manifestou sobre o assunto.
 
Ajude os aprovados do INSS:
E-mail da comissão: [email protected]

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações