Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Mais de 1 milhão de inscritos! Veja disputa por cargo e região

Os candidatos às 950 vagas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já podem consultar o cartão de confirmação, com o local da prova objetiva do concurso. O informativo está disponível no site do Cebraspe (antigo Cespe/UnB). Os exames objetivos estão confirmados para 15 de maio. Os concorrentes a a analista, de nível superior, farão a prova das 8h às 11h30, e os que disputam uma vaga de técnico, de nível médio, das 14h às 17h30.

Os candidatos às 950 vagas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já podem conferir como será a disputa pelas oportunidades abertas. Divulgada no final da tarde desta quinta-feira, dia 5, tabela comprova o poder de fogo do concurso da autarquia, que reúne um total de 1.087.804 inscritos, sendo 1.043.815 para o cargo de técnico (com inicial de 800 vagas) e 43.989 para analista (com 150). A tabela, que pode ser consultada no ANEXO abaixo, traz o número de inscritos por cada cargo e região, permitindo ao candidato saber como está a disputa pelas vagas para as quais efetivamente se inscreveu (a tabela foi retificada nesta sexta, 6, em função de erro na distribuição dos inscritos por localidade).
 
Os concorrentes também já podem consultar o cartão de confirmação, com o local da prova objetiva do concurso. O informativo está disponível no SITE do Cebraspe (antigo Cespe/UnB). Os exames objetivos estão confirmados para 15 de maio. Os concorrentes a a analista, de nível superior, farão a prova das 8h às 11h30, e os que disputam uma vaga de técnico, de nível médio, das 14h às 17h30.
 
A prova objetiva terá 120 questões, e sua aplicação ocorrerá no Distrito Federal e nas capitais dos 26 estados, além de cidades do interior. Para técnico serão propostas 50 perguntas de Conhecimentos Básicos (Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Noções de Informática) e 70 de Conhecimentos Específicos. A prova do analista terá a mesma estrutura, mas disciplinas distintas.

Em Conhecimentos Básicos, será cobrado Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Legislação Previdenciária, Legislação da Assistência Social, Saúde do Trabalhador e da Pessoa com Deficiência. Será aprovado na objetiva quem conseguir, pelo menos, dez pontos em Conhecimentos Básicos, 21 em Conhecimentos Específicos e 36 na soma das duas. O INSS oferece 950 vagas, sendo 800 de técnico do seguro social (nível médio completo e remuneração de R$5.344,87) e 150 de analista (graduados em Serviço Social, com ganhos de R$7.954,09). Os classificados serão contratados pelo regime estatutário (estabilidade). O concurso tem validade de um ano, prorrogável por igual período, e os aprovados começarão a ser convocados em agosto, segundo o diretor de Gestão de Pessoas do INSS, José Nunes Filho.
 
Mais 7.351 vagas - O INSS já pediu ao Ministério do Planejamento um novo concurso, para 7.351 vagas. A ideia da autarquia, segundo José Nunes Filho, é dar continuidade à política de concursos periódicos dos últimos anos, necessária tendo em vista a falta de seleções entre 1985 e 2003. Essa nova solicitação faz parte da rotina do INSS. O pedido, que tramita desde fevereiro, está na Coordenação-Geral de Carreiras, Concursos e Desenvolvimento de Pessoas II. Das 7.351 vagas pedidas, 3.627 são para técnico (nível médio e remuneração de R$5.344,87), 2.194 para analista (superior e R$7.954,09) e 1.530 para perito médico (graduados em Medicina e R$10.616,14).

Embora o INSS esteja com concurso aberto para técnicos e analistas, acredita-se que as novas vagas para essas funções serão voltadas a localidades não contempladas no atual edital. Como o concurso aberto é, principalmente, para cidades do interior, este novo poderá ter chances nas capitais. Isso ainda não foi confirmado. A solicitação tem respaldo nas carências de pessoal da autarquia e do elevado número de aposentadorias previstas. Hoje, o INSS tem necessidade de cerca de 3 mil servidores nas agências. Além disso, há uma média de 11 mil, de um total de 33 mil, em abono de permanência, ou seja, com direito a aposentadoria. Atualmente, o órgão tem carência de 3 mil peritos, cujo último concurso aconteceu em 2011 para 375 vagas e sob organização da Fundação Carlos Chagas (FCC).

Serviço

Cartão: www.cespe.unb.br/concursos/inss_2015

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações