Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Inca divulga editais do concurso para 2º e 3º graus. Até R$8.930

As remunerações iniciais mínimas variam de R$3.662 a R$8.930. Prazo de inscrição varia conforme o cargo. Confira!

Foram divulgados nesta terça-feira, dia 18, os editais do concurso do Ministério da Saúde para o Instituto Nacional de Câncer (Inca), no Rio de Janeiro. São oferecidas 27 vagas em cargos dos níveis médio/técnico e superior, com remunerações iniciais mínimas variando de R$3.662,29 a R$8.930,33.
 
No nível médio/técnico, a oferta é de 15 vagas de técnico, sendo 12 na área de radioterapia. A remuneração inicial é de, pelo menos, R$4.139,15, incluindo o auxílio-alimentação, de R$458. As demais vagas de técnico são nas áreas de Controle de Qualidade em Radiação Ionizante (R$3.662,29), Informação em Saúde e Registro de Câncer (R$4.352,66) e Laboratório Imunogenética (R$3.662,29), sendo uma para cada.
 
No nível superior, são oferecidas sete vagas para analista em ciência e tecnologia, nas áreas de Gestão de Projetos em Pesquisa e Prevenção do Câncer (quatro vagas e R$ R$7.146,71), Informação Técnico-Científica em Prevenção e Controle do Câncer (uma; R$7.146,71) e Engenharia de Infraestrutura – Engenharia Civil (uma; R$8.930,33).
 
Há também oportunidades para tecnologista júnior, sendo duas para médicos, nas áreas de Neurologia Pediátrica e Emergência, e duas para enfermeiros de CTI Pediátrico. Em todos esses casos, os ganhos mínimos são de R$7.146,71, no início da carreira. A seleção é ainda para uma vaga de pesquisador, com iniciais de pelo menos R$8.930,28.
 

Inscrições serão abertas no mês que vem

 
As inscrições deverão ser feitas de 7 de novembro, a partir das 14h, a 8 de dezembro, no SITE do Idecan (organizador). Apenas para pesquisador, as inscrições serão recebidas no site do próprio Inca, das 10h do dia 4 de novembro às 16h do dia 18 do mesmo mês. A taxa para participar é de R$48 (médio/técnico), R$79 (superior) ou R$180 (pesquisador).
 
A seleção compreenderá provas objetivas (Língua Portuguesa, Saúde Pública – Legislação do SUS e Conhecimentos Específicos) e discursivas, previstas para 15 de janeiro do ano que vem, apenas na cidade do Rio de Janeiro, além de avaliação de títulos. No caso de pesquisador, os concorrentes terão análise de títulos e currículo, defesa pública de memorial, prova escrita e prova oral, previstas para o período de 15 de dezembro a 31 de março.
 
Em todos os casos, os concursados serão admitidos ao longo da validade do concurso, de um ano, podendo chegar a dois, via regime estatutário, que prevê estabilidade, em substituição a terceirizados irregulares.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações