Versão nova do site ativada

IFRJ prorroga por mais dois anos validade do concurso de 2016

O Instituto Federal do Rio de Janeiro divulgou a prorrogação da validade do concurso para o magistério de 2016.

22/05/2019 15:05

22/05/2019 15:05

O concurso para professor do ensino básico, técnico e tecnológico do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ) foi prorrogado por mais dois anos. Assim, a seleção permanecerá válida até 22 de maio de 2021. A publicação foi feita no Diário Oficial da União desta quarta-feira, dia 22.

O edital do concurso foi publicado em outubro de 2016 e trouxe uma oferta de 72 vagas. As oportunidades foram distribuídas por 56 áreas, como Administração, Gestão Pública, Contabilidade e Direito, entre outras. 

A remuneração oferecida era de R$4.692,77, mas poderia variar de acordo com a titulação do candidato:

  • Curso de aperfeiçoamento - R$5.065,16 
  • Especialização - R$5.343,53 
  • Mestrado - R$6.729,01 
  • Doutorado - R$9.572,67

Os valores já contam com o auxílio alimentação de R$458. O regime de contratação dos profissionais foi o estatutário, que garante estabilidade empregatícia ao servidor.

Os candidatos a essa seleção foram avaliados em cinco etapas: provas objetiva e discursiva, prova de desempenho didático, avaliação de títulos, avaliação médica admissional, e checagem de requisitos.  Na prova objetiva do concurso os candidatos precisaram responder questões de Legislação e Ética, Conhecimentos Pedagógicos e Conhecimentos Específicos.

♦ Fiquei em 1º lugar no cadastro de reserva. E agora?

Candidatos do concurso passaram por cinco etapas de avaliação (Foto:Divulgação)

Concurso chegou a ser denunciado ao Ministério Público

Alguns candidatos do concurso IFRJ 2016 denunciaram a seleção ao Ministério Público sob a alegação de falta de transparência e respeito, visto que a seleção passou por muitas retificações.

Algumas delas chegaram a ser polêmicas. Isso porque após a fase de recursos contra os resultados das provas discursivas, alguns candidatos teriam aumentado a pontuação de forma questionável. 

"Alguns cargos tiveram candidatos que aumentaram assustadoramente a nota após recurso. Candidatos com oito pontos foram para 80, por exemplo. Suspeito demais. Não houve transparência, respeito, idoneidade e muito menos coerência e inteligência da banca na correção", denunciou uma candidata na época.

O IFRJ, por sua vez, respondeu às acusações por meio de uma nota, onde dizia: "cabe cada banca analisar e emitir o parecer. As bancas são soberanas em seus critérios e em suas decisões. Todas as questões da Prova Discursiva tiveram um Padrão de Resposta ao qual todos os candidatos tiveram acesso online, bem como o acesso às próprias provas e pareceres."

Como funciona o prazo de validade do concurso? 

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!