IBGE inicia teste para o Censo 2020 e demanda concurso de temporários

IBGE inicia o teste para o Censo Demográfico de 2020, mas aguarda aval do governo para realizar concurso de temporários.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já começou a segunda parte da prova piloto do Censo Demográfico 2020, o que reforça a necessidade de abertura do concurso para temporários. De acordo com o órgão, o teste foi iniciado na segunda-feira, 11. 

Os agentes vão visitar cerca de 5 mil domicílios em 53 municípios de 14 estados brasileiros. Com a grande demanda, fica mais evidente a urgência pela contratação de pessoal temporário, que aguarda aval desde o ano passado. 

O IBGE já havia informado que os preparativos para publicação do edital estão adiantados. No entanto, até que uma autorização seja concedida pelo Governo Federal, a seleção não pode ser aberta. Assim que isso acontecer, as inscrições deverão iniciar o mais breve possível. 

⇒ Concurso IBGE temporários: verba para Censo está no Orçamento 2019

Ainda segundo informações transmitidas pelo IBGE, um Censo Experimental está previsto para acontecer entre setembro e novembro deste ano. Até lá, o órgão quer já ter contratado os temporários, sob pena de atrasar a realização do Censo. 

IBGE (Foto: HelenaTallman e Larissa Grizoli)
Teste para o Censo 2020 do IBGE vai abranger cerca de 5 mil domicílios 
(Foto: HelenaTallman e Larissa Grizoli)

Edital deverá contar com 250 mil vagas temporárias

A expectativa é que o concurso IBGE para temporários oferte 250 mil vagas em todos os níveis de escolaridade. São esperadas oportunidades para os mesmos cargos da seleção de 2010, distribuídas por todas as regiões do país. 

A maior parte das vagas deverão ser para recenseadores, cujo contrato tem duração de até cinco meses. Para concorrer é preciso ter o ensino fundamental. A remuneração, que é concedida conforme a produtividade, girava em torno de R$2.600 em 2010.

Acesse cursos preparatórios:

Curso preparatório IBGE

 

As demais oportunidades serão para:

Agentes regional e administrativo - contrato de até um ano; nível médio
Agentes municipal e de informática - contrato de até dez meses; nível médio
Agente supervisor - contrato de até nove meses; nível médio
Analista censitário - até dois anos; nível superior

Tendo como referência os valores de 2010, a remuneração foi em torno de R$2.058 para agente censitário e supervisor; R$2.358 para agente municipal; R$2.158 para agente de informática; R$1.958 para agente administrativo; e R$2.958 para agente regional.

Vale lembrar que o IBGE também vai encaminhar ao governo, até maio, um pedido de concurso para efetivos. O órgão já havia feito a solicitação em 2017, mas ela foi arquivada no extinto Ministério do Planejamento. 

⇒ Concurso IBGE: nova presidente quer recompor quadro de funcionários

Neste caso, deverão ser pedidas 1.800 vagas, sendo 1.200 de técnico e 600 de analista. As remunerações são de R$3.890,87 e R$8.213,07, respectivamente. Os valores já incluem auxílio-alimentação de R$458.





Comentários