Concurso IBGE terá provas em Barra do Piraí RJ. Veja locais!

Os candidatos do concurso IBGE, com 2.658 vagas, já podem conferir os locais de prova do próximo domingo, 16, em Barra do Piraí RJ.

No próximo domingo, 16, serão reaplicadas as provas objetivas do concurso IBGE, que ocorreram no dia 8 de dezembro, para os cargos de agente e coordenador censitário. Os exames serão realizados em Barra do Piraí, no Estado do Rio de Janeiro, como informado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), em janeiro.

De acordo com a banca, os candidatos que, por opção, se inscreveram para realizar as provas no município de Barra do Piraí RJ realizarão os exames novamente, no próximo dia 16.

Isso ocorre porque, na madrugada do dia 10 de dezembro de 2019, o veículo dos Correios, que continha o malote com os cartões de resposta dos candidatos que fizeram a prova em Barra do Piraí RJ, foi roubado. Com isso, os exames serão reaplicados no município.

Os locais de prova já podem ser conferidos no site da Fundação Getúlio Vargas, banca organizadora. A avaliação terá 60 questões, conforme a carreira escolhida, sendo:

  • Agente censitário: Língua Portuguesa (15); Raciocínio Lógico e Quantitativo (dez); Ética no Serviço Público (cinco); Noções de Administração (15) e de Informática (15).
  • Coordenador censitário: Língua Portuguesa (15); Raciocínio Lógico e Quantitativo (dez); Ética no Serviço Público (cinco); e Noções de Administração e Situações Gerenciais (30).

Para ser aprovado, será preciso obter, no mínimo, 30% dos pontos da prova objetiva. Além disso, os candidatos precisam acertar, pelo menos, uma questão de cada módulo.

Para as demais regiões não houve mudanças no cronograma. O resultado final, inclusive, foi divulgado no dia 10 de janeiro. O concurso IBGE 2019 ficará válido por um ano, a partir da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período. Os contratos terão duração de um ano, cabendo prorrogação por igual período.

Concurso IBGE ofereceu 2.658 vagas

Ao todo, o concurso IBGE ofereceu 2.658 vagas temporárias. Deste total, 1.315 foram para agente censitário operacional e 1.343 para coordenador censitário de subárea. 

As vagas de coordenador foram distribuídas por vários municípios, enquanto as de agente foram para todas as capitais do país. Para concorrer ao cargo de coordenador era preciso ter, além da escolaridade (nível médio)carteira de habilitação na categoria B ou superior. No caso do agente, a exigência foi apenas o nível médio.

Os aprovados terão ganhos de R$2.158 (agente) e R$3.558 (coordenador), já considerando o auxílio-alimentação de R$458. Além disso, serão oferecidos auxílios transporte e escolar (para dependentes), assim como férias e 13º salário proporcionais.

Concurso IBGE ofereceu mais de 2 mil vagas (Foto: Helena Tallman e Larissa Grizoli)
Concurso IBGE teve mais de 161 mil inscritos
(Foto: Helena Tallman e Larissa Grizoli)

Novo concurso IBGE terá mais de 208 mil vagas

Além dos cargos de agente e coordenador censitário, o concurso IBGE para temporários, visando ao Censo Demográfico, tem mais dois editais confirmados. Na última quinta-feira, 6, FOLHA DIRIGIDA teve acesso, com exclusividade, ao projeto básico do edital.

Ao todo, o próximo concurso IBGE 2020 terá 208.695 vagas temporárias. O número de oportunidades, apesar de menor do que o previsto (mais de 225 mil), ainda assim será atrativo e contará com a seguinte distribuição:

Cargos Vagas Escolaridade Salário
Agente censitário municipal 5.462 Nível médio R$2.100
Agente censitário supervisor  22.676 Nível médio R$1.700
Recenseador 180.557  Nível fundamental  R$1.278,94* 

*Previsão de média para remuneração por produção.

Os dois editais estão previstos para este mês de fevereiro. No entanto, os documentos podem atrasar, porque o contrato com o Cebraspe, organizador, ainda precisa ser assinado, assim como a realização dos demais trâmites para a abertura da seleção.

Os aprovados irão atuar no Censo Demográfico 2020, em todo o país. De acordo com o projeto básico do edital, o contrato dos agentes terá duração de cinco meses, enquanto o recenseador irá atuar, inicialmente, por três meses. É possível que este período ainda seja prorrogado pelo IBGE.

As provas objetivas serão realizadas, simultaneamente, em 4.612 municípios, no caso dos agentes, e em 5.569 municípios, em relação ao recenseador. Os exames ocorrerão nos 26 estados, além do Distrito Federal. As perguntas serão sobre:

Agentes - 60 questões

  • Língua Portuguesa (dez);
  • Raciocínio Lógico Quantitativo (dez);
  • Ética no Serviço Público (cinco);
  • Noções de Administração/Situações Gerenciais (15); e
  • Conhecimentos técnicos (20).

Recenseador - 50 questões

  • Língua Portuguesa (dez);
  • Ética no Serviço Público (cinco);
  • Matemática (dez); e
  • Conhecimentos técnicos (25).

O Cebraspe costuma aplicar provas do tipo certo ou errado, em que cada questão só possui estas opções e, caso assinalada incorretamente, anula uma questão certa no gabarito final. No entanto, o projeto do edital traz uma novidade.

Segundo o documento, as provas objetivas serão compostas por questões do tipo múltipla escolha, sendo cada questão com cinco opções e somente uma correta. Desta forma, o modelo de avaliação do Cebraspe, do tipo uma certa e uma errada, não deverá ser aplicado.

Inicie os estudos para concursos

IBGE tem novo aval para 192 vagas

Além do concurso IBGE, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística teve, no dia 4 de fevereiro, o aval para a realização de uma nova seleção, com mais 192 vagas.

As oportunidades serão temporárias, assim como os demais concursos IBGE que visam ao Censo Demográfico 2020. Em resposta à FOLHA DIRIGIDA, o Instituto confirmou os cargos que serão contemplados e a distribuição de vagas. Confira!

Cargo Vagas  
Agente censitário de pesquisa por telefone 180
Supervisor censitário de pesquisa e codificação   12

 

De acordo com a portaria, o Instituto terá que definir a remuneração dos profissionais a serem contratados. Os requisitos ainda não foram revelados. Os aprovados irão atuar com pesquisas para o Censo, por telefone. A unidade de atuação será no Rio de Janeiro (capital).

O prazo de duração dos contratos deverá ser de até um ano, podendo ser prorrogado. Ainda em resposta à FOLHA DIRIGIDA, o IBGE confirmou que este edital, com 192 vagas, será publicado em abril.