Concurso IBGE: professores comentam provas e apontam recursos

Em respostas à FOLHA DIRIGIDA, professores comentaram e apontaram recursos nas provas do concurso IBGE, que ocorreram no último domingo, 8.

No último domingo, 8, mais de 161 mil candidatos eram esperados para as provas do concurso IBGE 2019, para os cargos de agente e coordenador censitário. Na última segunda-feira, 9, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou os gabaritos preliminares.

Para falar sobre os gabaritos preliminares, FOLHA DIRIGIDA traz a análise de três professores do Estratégia Concursos. Eles comentam sobre questões de Português e Informática, além do grau de dificuldade da prova do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Vale lembrar que os recursos contra os gabaritos preliminares já estão sendo aceitos, por meio do site da Fundação Getúlio Vargas. Os candidatos têm até a próxima quarta-feira, 11, para recorrer.


Concurso IBGE oferece 2.658 vagas


Ao todo, o concurso IBGE oferece 2.658 vagas temporárias. Deste total, 1.315 são para agente censitário operacional e 1.343 para coordenador censitário de subárea, ambos de nível médio.

Os aprovados terão ganhos de R$2.158 (agente) e R$3.558 (coordenador), já considerando o auxílio-alimentação de R$458. Além disso, serão oferecidos auxílios transporte e escolar (para dependentes), assim como férias e 13º salário proporcionais.
 

Inicie os estudos para concursos


resultado final será divulgado no dia 10 de janeiro de 2020. O concurso IBGE 2019 ficará válido por um ano, a partir da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período.

Os contratos terão duração de um ano, cabendo prorrogação por igual período. Este é o primeiro edital do concurso IBGE, que trará mais de 234 mil vagas temporárias, visando ao Censo Demográfico 2020.


Confira as análises dos professores
 

ASSINANTES ACESSAM CONTEÚDO EXCLUSIVO DO CONCURSO IBGE

(Você precisa estar logado para conferir)

 

Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida