Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso IBGE: presidente reconhece urgência de seleção

Concurso IBGE: presidente reconhece urgência de seleção

Em reunião, o presidente do IBGE reconheceu a importância de novo concurso. Órgão tem pedido para 1.800.

Em reunião realizada na última segunda-feira, 14, o presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Roberto Olinto, reforçou a importância do próximo concurso IBGE. A informação foi passada pelo diretor da Associação e Sindicato Nacional dos Servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Assibge), Paulo Lindsay à FOLHA DIRIGIDA.

O encontro, entre o presidente e o sindicato, foi em função do acúmulo de demandas da categoria, que ainda não foram respondidas. De acordo com Lindsay, durante a reunião foram tratadas as questões referentes ao concurso IBGE 2018 que segue em análise no Ministério do Planejmaneto.

"O presidente do IBGE disse que irá solicitar uma prioridade para o concurso ao Planejamento, reforçando a importância de novos servidores no órgão por diversos motivos", disse Paulo Lindsay.

Concurso IBGE (Foto: IBGE)
Concurso IBGE aguarda autorização (Foto: IBGE)

O sindicalista também informou que atualmente o Instituto tem 1.500 servidores em abono de permanência, ou seja, que podem se aposentar a qualquer momento. Este quantitativo aumentaria ainda mais o déficit do IBGE. Conforme dados do sindicato, de março de 2018, o órgão possui, aproximadamente, 5.600 cargos vagos, sendo 5 mil de nível médio e os demais 600 de nível superior. 

. IBGE: órgão registra quase 90 aposentadorias em 2018

Concurso será discutido em nova reunião com o Planejamento

Uma nova reunião, desta vez contanto com representantes do Ministério do Planejamento, para falar sobre os rumos do concurso já está marcada. O encontro deverá acontecer na próxima semana, dia 22, e terá também a presença de represantes do Institituto Brasileiro de Geografia e Estatística e a da Assibge. Na reunião também deverão ser discutidas questões ligadas as carreiras do IBGE. 

Para o diretor da Assibge, a falta de concurso poderá atrapalhar o plano de trabalho do Instituto, incluindo os procedimentos para os próximos Censos (Agropecuário e Demográfico). "Os funcionários mais antigos estão se aposentando, e está se perdendo essa troca de experiências que deveria ser passada aos servidores mais novos que ingressarão no órgão", falou.

Próximo concurso IBGE deverá ter 1.800 vagas

A solicitação que trâmita atualmente no Ministério do Planejamento para um novo concurso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística é para o preenchimento de 1.800 vagas. Deste total, 1.200 são para o cargo de técnico, que tem exigência de nível médio.  As outras 600 são para a função de analista, de nível superior.

Acesse curso completo para concurso IBGE
acesse o curso

Para nível médio, a remuneração deverá ser de R$3.890,87 e para nível superior de R$8.213,07. Nestes valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$458. Assim que autorizado pelo Planejamento, os procedimentos para a realização da seleção devem se encaminhar, sendo provavelmente a primeira delas a escolha da banca que irá organizar. 

.Confira os 13 passos de um concurso público

Lembre o último edital do IBGE

A última seleção pública para cargos efetivos do IBGE foi feita em 2015. Na época, foram 600 vagas, sendo 460 para técnico. Houve ainda 90 vagas para analista. A seleção de técnico está válida até 30 de maio e a de analista até 14 de junho.

Baixe as provas

Os candidatos foram avaliados por 60 questões, sendo dez de Conhecimentos Específicos do IBGE, 15 de Geografia, 15 de Matemática e 20 de Língua Portuguesa. Já para analista foram 70 questões sobre Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Raciocínio Lógico Quantitativo) e Conhecimentos Específicos. O número de questões por disciplina variava.

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


CADASTRE-SE AGORA E VEJA MAIS SOBRE ESTE CONTEÚDO

OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações