Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Autorizado concurso de 600 vagas para os níveis médio e superior

Foi publicada nesta segunda, dia 27, a autorização do concurso para o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Conforme antecipado pela FOLHA DIRIGIDA, foram autorizadas 600 vagas, sendo 90 para a função de analista, 50 para tecnologista (ambas as funções exigem 3º grau e têm rendimentos de R$7.039,83, podendo aumentar para R$8.691,63, com especializações) e 460 para técnico em informações geográficas e estatísticas (de nível médio e com remuneração de R$3.323,91). A portaria estabelece um prazo de seis meses para a publicação do edital de abertura do concurso - isto é, até 27 de janeiro de 2016.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi autorizado nesta segunda-feira, dia 27, a realizar concurso para 600 vagas, sendo 460 de técnico em informações geográficas e estatísticas, que exige o nível médio e tem remuneração inicial de R$3.471,85. As demais 140 vagas são para o nível superior, sendo 90 de analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e 50 para tecnologista, com rendimentos de R$7.373,49, aumentando para até R$9.107,88, com especializações. O IBGE contrata pelo regime estatutário, que garante a estabilidade.
 
O edital, segundo a portaria de autorização, precisa ser publicado até 27 de janeiro de 2016. Apesar disso, a Assessoria de Imprensa da fundação informou que o IBGE pretende publicar o documento em um mês, embora não tenha a organizadora definida. Ainda de acordo com o setor, as vagas de técnico serão para as agências do instituto em todo o país. As informações mostram que o IBGE tem pressa na realização do concurso e, muito provavelmente, a definição da organizadora ocorrerá, por dispensa, nos próximos dias. Em relação à distribuição das vagas, o diretor de Pesquisas da fundação, Roberto Olinto, revelou em junho, que haverá chances para o Rio de Janeiro, onde fica a sede da fundação.
 
As vagas de 3º grau serão distribuídas por áreas, cujo requisito é a graduação específica. O IBGE informou que essas áreas serão divulgadas somente na publicação do edital. No último concurso, em 2013, houve oportunidades para analistas nas áreas de Administração Escolar, Análise de Sistemas, Arquivologia, entre outros. Para tecnologistas, houve chances em Geografia, Estatística, Biblioteconomia, Cartografia, entre outros. O que explica a pressa do IBGE em divulgar o edital em um curto espaço de tempo é a atual necessidade de pessoal e as iminentes aposentadorias. Segundo a Associação e Sindicato Nacional dos Servidores do IBGE (ASSIBGE-SN), 40% do efetivo podem aposentar-se.
 
Remuneração - O cargo de técnico proporciona remuneração inicial de R$3.471,85, somando vencimento de R$2.216,45, gratificação de desempenho de atividade (GDIBGE) de R$882,40 (80 pontos) e auxílio-alimentação de R$373. Esse valor pode aumentar para R$3.898,21 com a gratificação por qualificação (GC) I (cursos profissionalizantes de 180 horas semanais) de R$426,36; para R$4.281,93 com a GC II (cursos de 250 horas) de R$810,08; e para R$5.011,01 com a GC III (cursos de graduação ou pós-graduação) de R$1.539,16.
 
As funções de analista e tecnologista têm rendimento inicial de R$7.373,49, somando vencimento de R$4.352,49, gratificação de desempenho de atividade (GDIBGE) de R$2.648 (80 pontos) e auxílio-alimentação de R$373. Esse valor pode aumentar para R$7.766,41 com a retribuição por titulação (RT) I (especialização) de R$392,92; para R$8.159,33 com a RT II (mestrado) de R$785,84; e para R$9.107,88 com a RT III (doutorado) de R$1.734,39.
 
Concurso anterior - O último concurso do IBGE ocorreu em 2013, quando os candidatos a técnico foram avaliados por meio de 60 questões objetivas, versando sobre Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Geografia, Conhecimentos Específicos, Conhecimentos Gerais e Noções de Informática. Os interessados nas vagas de analistas responderam 60 ou 70 questões, dependendo da área. O exame versou sobre Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Raciocínio Lógico Quantitativo e Conhecimento Específico, também de acordo com o cargo.
 
Muitas contratações - A perspectiva é que o IBGE realize um bom número de contratações, tendo em vista as necessidades e o último concurso. Em 2013, foram contratados 658 aprovados, sendo 450 técnicos, 90 analistas, 90 tecnologistas e 28 pesquisadores. Para todos os cargos foram admitidos 50% a mais do que o previsto.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações