Folha Dirigida Entrar Assine

Instituto AOCP é organizador do concurso IBGE com 400 vagas

Foi publicada nesta sexta, 7, a dispensa de licitação que define o AOCP como banca organizadora do concurso IBGE com 400 vagas temporárias.

O Instituto AOCP é a banca organizadora do concurso IBGE com 400 vagas temporárias de analista censitário. Como FOLHA DIRIGIDA adiantou, a empresa foi a escolhida, conforme o resultado da dispensa de licitação publicado nesta sexta-feira, 7, no Diário Oficial da União.

Com o AOCP escolhido, os interessados no concurso já podem se preparar, com base nas seleções públicas já organizadas pela empresa. Além disso, com a definição da organizadora, o IBGE  inicia o processo de finalização do edital, que deverá ser publicado já no próximo semestre. 

O concurso para analistas foi autorizado no dia 30 de abril. A carreira de analista censitário tem a graduação como exigência, mas, segundo o IBGE, a áreas de atuação só serão conhecidas no edital.

No Censo Agropecuário de 2017, por exemplo, a carreira de analista censitário teve vagas para graduados nas áreas de Agronomia; Análise de Sistemas; Análise Socioeconômica; Biblioteconomia e Documentação; Ciências Contábeis; e Geoprocessamento;

Foram contempladas ainda as áreas de Gestão e Infraestrutura; Jornalismo; Logística; Métodos Quantitativos; Produção Gráfica; Programação Visual; e Recursos Humanos.

Os ganhos, em 2017, eram de R$4 mil. Os aprovados no concurso IBGE para analistas censitários poderão ser contratados a partir de setembro de 2019, conforme a portaria autorizativa. Os contratos terão duração de um a dois anos.

Já se sabe que as 400 vagas temporárias serão distribuídas pelas 26 capitais do país, além do Distrito Federal. Os convocados irão atuar nas etapas de planejamento, acompanhamento e suporte especializado, relativas ao Censo Demográfico 2020.

IBGE define organizadora do próximo concurso (Foto: Foto: Leandro Santos Maranhão)
Instituto AOCP é a banca do concurso IBGE para analista censitário
(Foto: Leandro Santos Maranhão)

IBGE inscreve para concurso com 209 vagas

Desde o dia 21 de maio, o IBGE recebe inscrições para o seu concurso que visa ao Censo Experimental, com 209 vagas temporárias. As oportunidades estão distribuídas por cargos de níveis fundamental e médio, para atuação na cidade de Poços de Caldas, em Minas Gerais.

Das 209 vagas oferecidas, 180 são para o cargo de recenseador, de nível fundamental, quatro para agente censitário municipal e 25 para agente censitário supervisor, sendo ambos de nível médio. Confira abaixo o tempo de contrato e a remuneração oferecida para cada função:

Agente Censitário Municipal - ACM até 6 meses Nível médio R$2.100
Agente Censitário Supervisor - ACS até 6 meses Nível médio R$1.700
Recenseador até 2 meses Nível fundamental Por produção*

 

As inscrições para o concurso de temporários do IBGE devem ser feitas no site do Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade), organizador da seleção. Os interessados terão até as 23h59 do dia 9 de junho para se inscrever

Para concorrer, é preciso pagar uma taxa de R$25 (recenseador) ou R$42,50 (agentes). Os valores deverão ser pagos em agências do Banco do Brasil, até o dia 10 de junho.

Candidatos membros de família de baixa renda, inscritos no Cadastro Único dos Programas Sociais (Cadúnico) do Governo Federal e doadores de medula óssea poderão realizar a solicitação da isenção, durante todo o prazo de inscrições.

Inicie os estudos para os concursos do IBGE 2019!

Prepare-se para os concursos do IBGE

Concurso com 234 mil vagas deve sair em agosto

Além dos editais mencionados, o IBGE também prepara um concurso maior, com mais de 234 mil vagas temporárias. Neste caso, segundo o coordenador de Recursos Humanos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Bruno Malheiros, o projeto básico já está pronto.

As mais de 234 mil vagas temporárias do concurso IBGE devem ser distribuídas por dois editais, com vagas em todos os municípios do país e voltadas para o Censo Demográfico 2020. Já as contratações ocorrerão a partir de janeiro de 2020.

O prazo oficial para a publicação do edital do concurso, previsto na portaria autorizativa, é até 6 de setembro. Mas, de acordo com o coordenador do IBGE, o primeiro edital, de dois previstos, deverá sair um mês antes, em agosto.

Segundo Bruno Malheiros, a distribuição de vagas ainda está sendo fechada. No entanto, ele confirma que as áreas com maior população receberão o maior número de vagas.

De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial da União, no dia 6 de maio, o IBGE está autorizado a realizar novo concurso com 234.416 vagas temporárias, sendo a maioria (196 mil) justamente para recenseadores. Confira a distribuição das oportunidades por cargos:

Coordenador Censitário de Subárea 1 600 vagas Nível médio R$4.000
Coordenador Censitário de Subárea 2 850 Nível médio R$4.000
Agente Censitário Operacional 1.760 Nível médio R$1.800
Supervisor (call center) 4 Não informado Não informado
Agente Censitário Municipal 6.100 Nível médio R$2.400
Agente Censitário Supervisor 23.578 Nível médio R$2.000
Codificador Censitário 120 Não informado Não informado
Recenseador 196 mil Nível fundamental R$1.100*
Supervisor PA 1.304  Não informada   Não informado
Recenseador PA 4.100 Não informada Não informado

*O recenseador recebe por produção. Este valor é uma estimativa

Prepare-se para os concursos do IBGE

Com edital divulgado e outros previstos, é hora de se preparar para os concursos de temporários do IBGE. Para isso, FOLHA DIRIGIDA separou algumas dicas. Confira!

Acesse notícias sobre concurso da área Administrativa





Comentários