Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

408 vagas para níveis médio e superior

Após ter recebido em fevereiro o sinal verde para preencher 300 vagas de técnico administrativo (nível médio), agora o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) teve autorização do Ministério do Planejamento para abrir concurso para 108 vagas de analista ambiental, cargo que exige formação superior. Dessa forma, o órgão já tem autorizadas 408 vagas para serem preenchidas por meio de concurso público.

Após ter recebido em fevereiro o sinal verde para preencher 300 vagas de técnico administrativo (nível médio), agora o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) teve autorização do Ministério do Planejamento para abrir concurso para 108 vagas de analista ambiental, cargo que exige formação superior. Dessa forma, o órgão já tem autorizadas 408 vagas para serem preenchidas por meio de concurso público.
 
De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) na última segunda, dia 30 de abril, o Ibama tem até seis meses para divulgar o edital do concurso de nível superior, ou seja, até o final de outubro. Vale destacar, no entanto, que os órgãos federais costumam liberá-los bem antes do prazo estabelecido pelo Ministério do Planejamento.

De acordo com a tabela de remuneração dos servidores públicos federais, os ganhos iniciais do analista ambiental são de R$5.137,24, já considerando grtificações. No entanto, com a inclusão de R$304 de auxílio-alimentação, o valor passa para R$5.441,24. A seleção - a quarta para este cargo - constará de provas objetiva e discursiva, ainda sem data definida. Como não é um concurso inédito, o coordenador de Gestão de Desempenho de Pessoas do órgão, Albert de Jager, já aponta uma direção para os futuros candidatos.

“Quem deseja participar desse concurso poderá iniciar seus estudos pelo conteúdo programático da seleção de 2008, que teve provas objetiva e discursiva. Pouca coisa deve mudar para a nova seleção. É uma boa opção para começar a preparação”, afirmou. Segundo informou o coordenador, a distribuição das vagas pelos estados será definida em breve. “Ainda iremos confirmar para onde irão esses novos servidores públicos. O que eu posso adiantar é que uma boa parte será para a área de licenciamento, em Brasília, por conta das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)”, revelou.
 
O último concurso realizado pelo Ibama para analista ambiental ocorreu em 2008, quando os candidatos foram avaliados por meio de 120 questões, sendo 50 para Conhecimentos Básicos e Complemetares (Português, Conhecimentos em Informática e Gerais) e 70 de Conhecimentos Específicos (conteúdo variava de acordo com a área de atuação). O Cespe/UnB foi o organizador da seleção. O dirigente do Ibama comemorou a realização de mais um concurso do órgão em 2012. “O concurso para analista ambiental é bom e, principalmente, necessário para o Ibama, pois precisamos renovar o quadro de pessoal. A justificativa para sua realização é que a sociedade está exigindo mais atuação na área ambiental”, afirmou Albert.
 
Veja autorização do concurso de nível superior

                                            PORTARIA No- 180, DE 27 DE ABRIL DE 2012
A MINISTRA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência prevista no art. 10 do Decreto nº 6.944, de 21 de agosto de 2009, resolve:
Art. 1º Autorizar a realização de concurso público para cento e oito cargos de Analista Ambiental, da carreira de Especialista em Meio Ambiente, do quadro de pessoal efetivo do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA.
Parágrafo único. O provimento dos cargos a que se refere o caput dependerá de prévia autorização da Ministra de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão.
Art. 2º A realização do concurso público e o consequente provimento dos cargos estão condicionados:
I - à existência de vagas suficientes na data de publicação do edital de abertura de inscrições para o concurso público; e II - à declaração do respectivo ordenador de despesa, quando do provimento dos referidos cargos, sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados.
Art. 3º A responsabilidade pela realização do concurso público será do Presidente do IBAMA, a quem caberá baixar as respectivas normas, mediante a publicação de editais, portarias ou outro ato administrativo, de acordo com as disposições do Decreto nº 6.944, de 2009.
Art. 4º O prazo para publicação do edital de abertura do concurso público será de até seis meses, contado a partir da data da publicação desta Portaria.
Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

                                                                        MIRIAM BELCHIOR
 

Edital em junho para nível médio

Uma fonte ligada ao grupo de trabalho responsável pelo concurso público do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama), que vai preencher 300 vagas para o cargo de técnico administrativo, de nível médio, informou à FOLHA DIRIGIDA que a publicação do edital da seleção não deverá mais ocorrer em maio, como havia previsto anteriormente o diretor de Planejamento, Administração e Logística do órgão, Edmundo Soares do Nascimento Filho. O novo prazo agora é junho.
 
Vale destacar, no entanto, que a portaria que autorizou o concurso estabelece que a data limite para a publicação do edital é o dia 16 de agosto. No momento, o grupo trabalho está fechando a distribuição das vagas pelos estados e as disciplinas que serão cobradas na seleção. Além do Distrito Federal, todos os estados receberão os novos servidores públicos, pois trata-se de um cargo que o Ibama precisa reforçar em todo o país. Ainda de acordo com a fonte ligada ao órgão, ainda não há a definição quanto às datas de aplicação das provas.

O contrato com o Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), que foi anunciado por Edmundo como o organizador do certame, ainda está na fase de análise de proposta, assim como de outras organizadoras. A assessoria de comunicação do Cespe/UnB confirmou que o contrato com o Ibama não foi sacramentado.
 
O técnico administrativo terá como remuneração inicial o valor de R$2.580,72, sendo R$1.489,52 de salário-base, R$787,20 de gratificação e R$304 de vale-alimentação. O Ibama ainda oferece vale-transporte e plano médico-odontológico para titular e dependentes. A carga de trabalho será de 40 horas semanais e o regime de contratação será o estatutário, que garante a estabilidade.
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações