Concurso Guarda de BH: contratação da banca está na fase final

Guarda de BH formaliza últimos ajustes do contrato com a banca. Edital vai contar com 500 vagas mais formação de cadastro de reserva.

O edital do concurso público para a Guarda Municipal de Belo Horizonte está próximo de ser publicado. A formalização do contrato com a banca, Fundação Guimarães Rosa (FGR), já está na fase final, segundo a Secretaria de Planejamento do município (SMPOG), nesta quarta-feira, 20. 

O edital era aguardado para dezembro de 2018, mas a suspensão temporária na contratação da FGR, escolhida por meio de Pregão Eletrônico, fez com que o concurso atrasasse. A pendência jurídica no entanto, já foi sanada, de acordo com a SMPOG. 

Conforme consta no Projeto Básico do concurso, o edital deverá ser redigido em, no máximo, oito dias úteis após a publicação do extrato de contrato no Diário Oficial. Depois será dado prazo de mais dois dias para a Guarda avaliar o documento. 

A publicação do edital completo deverá ocorrer três dias após o aval do órgão. Considerando o estágio avançado no processo de contratação da banca, a expectativa é que a abertura do concurso aconteça até março.  

Guarda de Belho Horizonte-MG (Foto: Prefeitura de Belo Horizonte)
Remuneração inicial dos guardas de Belo Horizonte chega a R$2 mil
(Foto: Prefeitura de Belo Horizonte)

Concurso Guarda de BH terá 500 vagas mais cadastro

O concurso para Guarda Municipal de Belo Horizonte terá oferta de 500 vagas mais formação de cadastro de reserva. A Secretaria de Segurança já havia informado que espera chamar, durante o prazo de validade, até 2 mil aprovados

Para ser guarda municipal da capital mineira é preciso o ensino médio completo. A jornada de trabalho é de oito horas diárias, totalizando 40 horas por semana. Os profissionais podem trabalhar, de acordo com a necessidade, em turnos diurnos e noturnos, inclusive aos finais de semana, e em regime de plantão.

A remuneração inicial dos guardas é R$2.801,29, valor que inclui o salário-base (R$1.807,29), a Gratificação de Disponibilidade Integral (R$271,09) e o Adicional de Risco (R$722,91).

Os servidores ainda terão direito a vale-transporte, auxílio-refeição de R$20, vale-lanche de R$3 e bonificação por cumprimento de metas, resultados e indicadores (BMRI). Ainda há possibilidade de promoções e progressões previstas no Plano de Cargos e Salários.

Concurso terá cinco etapas de avaliação

De acordo com projeto básico do concurso, a primeira etapa de avaliação será a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Os candidatos deverão responder a 50 questões, sendo dez de Português, 20 de Legislação, cinco de Noções de Informática, oito de Geografia Urbana e sete de História de Belo Horizonte.

O exame valerá de zero a 100 pontos. Para ser classificado será preciso obter, no mínimo, 60% de aproveitamento no conjunto das disciplinas. 

A segunda etapa será prova de títulos de caráter apenas classificatório. Essa será destinada apenas aos primeiros 4 mil classificados no exame anterior.

Em seguida haverá o teste de capacidade física, eliminatório e classificatório, também para os 4 mil mais bem classificados na prova escrita. Os candidatos serão submetidos a:

  • Flexão abdominal;
  • Corrida de 2.400 metros, e não 400m conforme informado anteriormente;
  • Barra horizontal – para homens;
  • Barra horizontal estática para mulheres.

As duas últimas etapas serão a sindicância social e a avaliação psicológica. As duas terão caráter somente eliminatório.



CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Comentários