Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Solenidade de entrega dos títulos será nesta quinta

Nesta quinta-feira, dia 3, acontece a solenidade de entrega do título Personalidade Cidadania 2012, no Jockey Club Brasileiro, no Centro do Rio de Janeiro. A iniciativa é do Grupo Folha Dirigida, da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Academia Brasileira de Filosofia (ABF), com o objetivo de reconhecer o trabalho de pessoas e instituições que lutam para que a cidadania seja um direito de todos os brasileiros.

Nesta quinta-feira, dia 3, acontece a solenidade de entrega do título Personalidade Cidadania 2012, no Jockey Club Brasileiro, no Centro do Rio de Janeiro. A iniciativa é do Grupo Folha Dirigida, da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Academia Brasileira de Filosofia (ABF), com o objetivo de reconhecer o trabalho de pessoas e instituições que lutam para que a cidadania seja um direito de todos os brasileiros.
Os homenageados foram escolhidos por votação secreta, via internet, de um colégio eleitoral composto por 5.381 representantes de vários segmentos da sociedade, com cada membro podendo fazer três indicações por categoria (Personalidade e Instituição).
 
Na categoria Personalidade, os escolhidos foram Alessandro Molon (deputado federal pelo PT-RJ); Antenor Barros Leal (presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro); Carlos Minc (secretário estadual de Meio Ambiente); Dom Orani João Tempesta (arcebispo do Rio de Janeiro); Joaquim Barbosa (ministro do STF); Luís Antônio Camargo de Melo (procurador-geral do MPT); Luiz Fernando Pezão (vice-governador do Rio); Pricilla Azevedo (major da PM-RJ); Sérgio Besserman Vianna (economista) e Ziraldo (cartunista). 
 
Eleito pela terceira vez, o arcebispo Dom Orani Tempesta passa a integrar a Galeria das Grandes Personalidades. Já na categoria Instituições, serão homenageados o Procon-RJ, o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), que entra para a Galeria das Grandes Instituições, por ter sido eleita pela terceira vez. A partir de 2013, Dom Orani e a OAB-RJ não poderão mais ser votados.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações