Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Alessandro Molon Cidadania depende da nossa ação cotidiana

O deputado federal Alessandro Molon (PT-RJ) está entre os dez eleitos para receber o título "Personalidade Cidadania 2012", iniciativa da FOLHA DIRIGIDA, do Centro de Informações das Nações Unidas, da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Academia Brasileira de Filosofia (ABF). De acordo com Molon, a sua escolha é o reconhecimento da sua atuação, focada na defesa da ordem jurídica no Brasil.

O deputado federal Alessandro Molon (PT-RJ) está entre os dez eleitos para receber o título "Personalidade Cidadania 2012", iniciativa da FOLHA DIRIGIDA, do Centro de Informações das Nações Unidas, da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Academia Brasileira de Filosofia (ABF). De acordo com Molon, a sua escolha é o reconhecimento da sua atuação, focada na defesa da ordem jurídica no Brasil.
 
"Aperfeiçoar nossa legislação e criar regras para novas condutas sociais, culturais ou econômicas é trabalhar para garantir a cidadania plena. Além disso, nossos mandatos na Alerj e, agora, na Câmara, sempre atuaram na defesa da transparência da gestão pública e, em consequência, da qualidade dos serviços do Estado e da garantia dos direitos dos cidadãos", justifica.
 
O parlamentar completa: “Honrarias como essa são importantes para a construção da consciência de que conquistar a cidadania é tarefa de todos nós, exerçamos cargos públicos ou não. Em um país como o Brasil, marcado por ditaduras e períodos de exceção, a plena cidadania ainda é uma promessa de nossa jovem democracia e, por isso, sua plenitude depende de nossa ação cotidiana. Além disso, servem como uma confirmação de que estamos no caminho certo. Recebê-la nos estimula a seguir em frente, com coragem e determinação”.
 
Alessandro Molon é advogado, professor de Direito da PUC-Rio e bacharel e mestre em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF), tendo lecionado em escolas públicas e particulares da capital fluminense antes de ingressar na vida pública. Em 2002, foi eleito pela primeira vez para um mandado como deputado estadual pelo PT-RJ, com 52.049 votos. Foi reeleito em 2006, com 85.798 votos, o melhor resultado do PT fluminense. Em 2008, disputou a eleição para a Prefeitura do Rio e, em 2010, foi eleito deputado federal, com 130 mil votos, novamente o mais votado do PT no Rio.
 
Molon é vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania e membro das comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e de Educação e Cultura. Por sua iniciativa foram criadas as subcomissões de Crimes e Penas, que elabora proposta de Reforma do Código Penal Brasileiro, da qual é relator, e para o Controle de Armas e Munições, que preside. É também o relator da Comissão Especial que analisa o Projeto de Lei sobre o Marco Civil da Internet.
 
"Cidadania é a participação do indíviduo na vida pública, em seu sentido mais amplo. Uma sociedade verdadeiramente democrática é aquela que permite a seus cidadãos usufruírem amplamente de seus direitos e, em contrapartida, cumprirem os seus deveres. Cidadania é o direito de ter direitos, tais como o acesso aos serviços básicos do Estado - saúde, educação, transportes, saneamento; ao trabalho e à renda - para dignamente manter-se e à sua família; ao lazer; à cultura; enfim, aos direitos humanos", assinala o deputado.
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações