Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Na Fiocruz, prazo aberto para 61 vagas de nível médio

Veja como concorrer aos concursos de técnico e pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que estão com inscrições abertas até 9 de outubro. Escolaridades: níveis médio/técnico e superior, respectivamente.

Para quem tem o nível médio/técnico em áreas como Enfermagem, Análises Clínicas, Eletrônica, Eletrotécnica, Farmácia, Edificação e Manutenção Predial, Mecânica, Nutrição, Segurança do Trabalho e Suporte em Rede de Computadores, uma oportunidade excelente está no concurso da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), cujas inscrições estão abertas. No antigo 2º grau são 61 oportunidades iniciais de técnico. Além de formação/técnicas nas áreas citadas, em alguns cargos a autarquia federal exige experiência profissional também como requisito, bem como registro no respectivo Conselho de Classe. A remuneração, em todos os casos, é de R$3.418,81, já incluindo os R$458 de auxílio-alimentação.
 
Leia também:
 
Há também outra seleção destinada aos profissionais com mestrado, com 58 ofertas de vagas para pesquisador. As duas seleções públicas somam, no total, 119 vagas, que visam a contratações pelo regime estatutário, garantindo assim a estabilidade empregatícia no âmbito federal. Os pesquisadores atuarão nos seguintes perfis: Bioestatística, Farmacologia, Pesquisa Clínica, Saúde da Família e Epidemiologia, etc, e ganharão R$7.159,06 por mês - valor já somado ao mesmo benefício de alimentação. As duas carreiras têm jornada de trabalho de 40h semanais. As cidades de lotação são Rio de Janeiro/RJ (sede), Fortaleza/CE, Recife/PE, Curitiba/PR, Salvador/BA, Manaus/AM, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Porto Velho/RO e teresina/PI. No SITE da Fiotec os interessados deverão se cadastrar, até 9 de outubro. As taxas são de R$100 (para técnico) ou de R$220 (pesquisador).

A Fiocruz, organizadora, avaliará os concurseiros inicialmente em 20 de novembro, das 9h às 13h, nas mesmas capitais onde os novos servidores trabalharão. Os técnicos farão apenas provas objetivas, enquanto que os pesquisadores serão submetidos a avaliações discursivas. E entre 10 a 19 de janeiro 2017, os candidatos do médio/técnico serão submetidos a exames práticos. Já os pesquisadores apresentarão ainda um projeto de atuação profissional e de defesa de memorial, além de terem seus títulos e currículos analisados. Ambos os concursos têm validade de um ano, podendo dobrar.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações