Coronavírus: Fiocruz abre 1.172 vagas para profissionais de Saúde

No enfrentamento ao Coronavírus, Fiocruz abre mais de mil vagas para profissionais da Saúde em diversos cargos e áreas, no Rio de Janeiro.

Em meio à pandemia da doença causada pelo Coronavírus, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) está com inscrições abertas para 1.172 vagas celetistas, em cargos da área da Saúde. As oportunidades são para os níveis médio, técnico e superior.

No nível médio são oferecidas oito vagas, no cargo de auxiliar administrativo. Neste, caso, a atuação será em Manguinhos, no Rio de Janeiro, com salário de R$1.500.

No nível médio técnico são 539 vagas mais cadastro de reserva, nos cargos de técnico de radiologia, em farmácia e em enfermagem. Em todos os casos, o vencimento será de R$2.700.

As outras 625 vagas são para o nível superior, com ganhos de R$5 mil. São eles: médico (intensivista, plantonista, pneumologista, obstetra, pediatra e clínico geral), enfermeiro (intensivista, plantonista e em saúde da família), fisioterapeuta (rotina e plantonista), farmacêutico, psicólogo, assistente social, médico do trabalho e nutricionista.

Confira o edital da Fiocruz

Acesse o edital

 

As oportunidades estão distribuídas pelas áreas de Infectologia, Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente, Atenção Primária em Saúde e Saúde do Trabalhador. As contratações serão temporárias, em caráter emergencial, e com duração de seis meses, cabendo prorrogação.

As vagas destinam-se ao novo Centro Hospitalar para a pandemia da Covid-19, ao Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI), ao Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF), ao Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria e ao Centro de Referência Professor Helio Fraga, da Escola Nacional de Saúde Pública, além da Coordenação de Saúde do Trabalhador da Fiocruz.

Inscrições serão aceitas até abril

As inscrições para o processo seletivo da Fiocruz foram abertas na última quinta-feira, 26, e ficarão disponíveis até o dia 3 de abril, por meio do site da Fiotec. Não haverá taxa de inscrição. 

O candidato deverá preencher o formulário de inscrição e anexar o currículo e comprovantes, em formato pdf, seguindo o cronograma do edital. Os concorrentes que anexarem o documento em outro formato serão eliminados.

É imprescindível que o candidato preencha corretamente todos os campos do formulário de inscrição. Para comprovar a escolaridade declarada, será preciso apresentar declaração ou certificado de conclusão. 

Além disso, é proibida a inscrição de pessoas que estejam nos grupos de risco para Coronavírus, conforme definição do Ministério da Saúde. São os casos:

  • Pessoas com mais 60 anos;
  • Portadores de doenças crônicas, cardiovasculares, pulmonares (bronquite e asma) e de diabetes não controlada (dependente insulínico);
  • Profissionais em tratamento oncológico ou imunossuprimidos;
  • Grávidas e lactantes.

 

 

Fiocruz abre mais de mil vagas na Saúde (Foto: Divulgação(
Fiocruz abre 1.172 vagas para profissionais de Saúde
(Foto: Divulgação/Fiocruz)

 

Saiba tudo sobre a seleção da Fiocruz

  • Órgão: Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
  • Cargo: diversos cargos
  • Vagas: 1.172
  • Requisito: níveis médio, técnico e superior
  • Remuneração: entre R$1.500 e R$5 mil
  • Inscrições: 26 de março a 3 de abril

 

Seleção da Fiocruz terá três etapas

O processo seletivo da Fiocruz será composto por três etapas. Na primeira fase, serão analisadas as inscrições dos candidatos. Já na segunda etapa, ocorrerá a análise curricular, entre os dias 4 e 10 de abril. O resultado final está previso para o dia 25 de abril.  

A primeira etapa terá pontuação correspondente para a apuração da classificação para a entrevista técnica. Serão eliminados os candidatos que não atenderem aos requisitos eliminatórios.

Para a terceira e última etapa, serão convocados o número de candidatos correspondentes ao número de vagas, até que seja fechado todas as oportunidades. A entrevista técnica terá pontuação correspondente para a apuração da classificação final.

As entrevistas ocorrerão em horário comercial a ser divulgado aos candidatos na segunda etapa. No momento da realização da terceira etapa, o candidato deverá demonstrar competências e experiência nos seguintes temas:

  • Capacidade de expressar de maneira clara, objetiva e consistente as experiências relatadas no currículo;
  • Capacidade de argumentação sobre sua trajetória profissional e a correlação com o Projeto;
  • Raciocínio Lógico;
  • Iniciativa, proatividade e comprometimento com as atividades na área social e da saúde;
  • Capacidade de trabalhar em equipe.

 

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

Asfoc pede convocações no concurso Fiocruz

A Fiocruz é uma das principais instituições que atuam no combate à propagação do Coronavírus no Brasil. Além da divulgação de medidas preventivas e capacitação para o diagnóstico da doença, a Fundação realiza pesquisas sobre a Covid-19.

Com o aumento da demanda na instituição, cresce a demanda de pessoal no quadro de servidores da Fundação Oswaldo Cruz. O Sindicato dos Trabalhadores da Fiocruz (Asfoc) já se manifestou sobre o assunto. 

No último dia 19, a direção da Asfoc encaminhou à Presidência da República e aos representantes dos principais Ministérios e do Congresso Nacional um pedido de convocação dos aprovados no concurso de 2016

O chamamento solicitado, seria de profissionais excedentes, ou seja, aprovados além do número de vagas oferecidas no concurso.

“Mais do que nunca, diante do atual cenário da pandemia do Covid-19 (Coronavírus), a crescente demanda e a sobrecarga das atividades, justifica-se a convocação, que tem base legal e o apoio de parlamentares e a sociedade como um todo”, descreveu o sindicato em uma nota publicada em seu site.

De acordo com o sindicato, há necessidade de complementação de servidores nos cargos de: pesquisador, especialista, assistente técnico e assistente em Saúde Pública.

Apesar da solicitação do sindicato, a validade do concurso já está encerrada para ambos os cargos. Para técnicos, o prazo ficou vigente até o dia 20 de abril de 2019 e para pesquisadores, até 13 de junho do mesmo ano. 

FOLHA DIRIGIDA já entrou em contato com o sindicato para esclarecer mais informações sobre a necessidade de pessoal na Fundação, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria.