Folha Dirigida Entrar Assine

Faetec divulga edital do processo seletivo para 621 vagas temporárias

Faetec divulga edital do processo seletivo para profissionais temporários da Educação. Oportunidades são para níveis médio e superior.

*Matéria atualizada em 27/02/2019, às 11h34

Foi divulgado nesta quarta-feira, 27, o edital do processo seletivo para a Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), no Rio de Janeiro. A seleção oferta 621 vagas temporárias nos níveis médio e superior. As oportunidades são para professores, instrutores, orientadores educacionais e supervisores para o ano letivo de 2019. 

Confira as distribuição das vagas:

Cargo Escolaridade Nº de vagas Salário
Professor de Ensino Superior 40 horas Pós-graduação 72 R$3 mil
Professor 20 horas Nível superior 157 R$1.500
Professor 40 horas 187 R$3 mil
Orientador Educacional 40 horas 17 R$3 mil
Supervisor Escolar 40 horas 61 R$3 mil
Instrutor 40 horas Nível médio 127 R$2.142,88


Acesse o edital processo seletivo ♦

Além da remuneração, os selecionados terão direito a: licenças maternidade e paternidade; férias, quando o período do contrato for superior a 12 meses; e 13º salário, inclusive proporcionais, desde que preenchidos os requisitos legais. Os contratos de trabalho terão duração de 12 meses, mas o período poderá ser prorrogado por mais um ano.

Seleção da Faetec terá inscrições até março

O prazo de inscrição no processo seletivo já está aberto e vai até as 17h do dia 8 de março. Os interessados devem se cadastrar por meio do site da Faetec. Não será cobrada taxa.  

Os candidatos serão avaliados por meio de uma única etapa, de caráter eliminatório e classificatório, que consistirá em análise de títulos e de experiência profissional (em atividades compatíveis com o cargo). As pontuações dos títulos serão atribuídas conforme os critérios listados abaixo. 

⇒ Professor de ensino superior: 

Mestrado em área compatível - 1 ponto
Doutorado em área compatível - 2 pontos

⇒ Professor I de Educação Básica:

Pós-graduação lato sensu - 1 ponto
Mestrado em área compatível com a disciplina - 2 pontos
Doutorado em área compatível com a disciplina - 3 pontos

⇒ Professor de  Educação Infantil ou Anos Iniciais do Ensino Fundamental:

Pós-graduação lato sensu - 1 ponto
Mestrado na área educacional - 2 pontos
Doutorado na área educacional - 3 pontos

⇒ Professor nas disciplinas da Educação Profissional e Tecnológica:

Pós-graduação lato sensu - 1 ponto
Mestrado em área compatível com a disciplina - 2 pontos
Doutorado em área compatível com a disciplina - 3 pontos

⇒ Instrutor:

Graduação em área profissional compatível - 1 ponto
Pós-graduação lato sensu - 2 pontos

⇒ Orientador educacional e supervisor escolar:

Mestrado na área de Educação - 1 ponto
Doutorado na área de Educação - 2 pontos

Já a apuração do tempo de experiência será por meio da apresentação da anotação na Carteira de Trabalho e Previdência Social (preferencialmente), ou do contrato de trabalho, ou declaração do empregador. Cada dois anos de experiência valem 1 ponto, sendo considerado o máximo de 10 pontos. Os documentos devem ser apresentados no ato de inscrição.

Seleção Faetec (Foto: Divulgação)
 Faetec seleciona 621 profissionais da Educação (Foto: Divulgação)

Convocações começam em março deste ano

A classificação dos candidatos está prevista para ser divulgada no último dia de inscrição, 8 de março, às 19h. Os candidatos poderão entrar com recursos contra o resultado entre os dias 11 e 12 do mesmo mês. A primeira convocação será no dia 13 de março. 

A carga de trabalho semanal dos profissionais será dividida de modo que parte das horas sejam destinadas ao exercício efetivo em sala de aula ou no ambiente de trabalho correspondente, e parte ao planejamento e a complementação pedagógica. Confira: 

  • Professor do ensino superior: 40 horas semanais, sendo 20 de aula em efetiva regência de turma e 20 destinadas a planejamento e complementação pedagógica;
  • Professor I 40 horas semanais: 24 horas em regência de turma e 16 horas de planejamento e complementação pedagógica;
  • Professor l 20 horas semanais: 12 horas em regência de turma e oito horas de planejamento e complementação pedagógica;
  • Orientador educacional: 24 horas de efetiva orientação e 16 horas de planejamento e complementação pedagógica;
  • Supervisor escolar: 24 horas de efetiva supervisão e 16 horas de planejamento e complementação pedagógica;
  • Instrutor de disciplinas profissionalizantes I 40 horas: 24 horas ministrando prática profissional, nas oficinas e/ou laboratórios e 16 horas de planejamento, complementação pedagógica e atividades complementares.

Tenha preparação completa para concursos!

Prepare-se para concursos

A validade do processo seletivo será de um ano contado a partir da homologação do resultado. O prazo poderá ser prorrogado por igual período. 





Comentários