Entrevista: saiba tudo sobre o concurso ESA e o curso de formação

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA o Major Taffarel, da Seção de Concurso da ESA, falou sobre alguns detalhes do curso de formação. Confira!

As inscrições para o concurso ESA 2019 seguem abertas até o dia 20 de março. A seleção oferece 1.100 vagas para o curso de formação e graduação de sargentos, nas áreas Geral, Aviação, Música e Saúde. Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o Major Taffarel, da Seção de Concurso da ESA falou sobre alguns detalhes do curso. Confira!

O curso de formação da ESA será realizado em dois períodos de instrução, em diferentes Organizações Militares de Corpo de Tropa (OMCT) e estabelecimentos de ensino.  Em um primeiro momento os alunos passarão por um período básico e depois por um período de qualificação. Ambos com duração prevista de 48 semanas.

O Major Taffarel explicou que após aprovação no concurso, os candidatos são distribuídos em 13 organizações militares (OMCT), onde realizarão o 1º ano da formação, o período básico. As cidades são: Rio de Janeiro-RJ; Juiz de Fora-MG; Natal-RN; Alegrete-RS; Jundiaí-SP; Pirassununga-SP; Pouso Alegre-MG; Fortaleza-CE; Blumenau-SC; Campo Grande-MS; Jataí-GO; e Itajubá-MG.

Os aprovados no período básico poderão escolher suas especialidades de acordo com a classificação por mérito intelectual. O segundo ano da formação, o período de qualificação, poderá ser realizado em uma das três escolas: Escola de Sargento das Armas (Três Corações), Escola de Sargentos de Logística (Rio de Janeiro) ou Centro de Instrução de Aviação do Exército (Taubaté).

Para o deslocamento para uma das três escolas onde é realizada a segunda etapa do curso, os alunos recebem uma ajuda de custo.

“Os alunos recebem indenização de transporte e passagens, ou seja, eles recebem recursos financeiros para cobrir eventuais despesas decorrentes da mudança de cidade”, explicou o major.

Sargentos ESA
Major conta detalhes sobre o curso de formação da ESA (Foto: ESA)
 

Durante os cursos básico e de qualificação os alunos ficam submetidos a um regime de internato. Mas Taffarel explicou que são previstos períodos de licenciamento e recesso escolar, ocasiões em que os alunos podem voltar às suas cidades de origem. “Nos finais de semana, não havendo atividades escolares, os candidatos também podem viajar, se assim desejarem”, disse

Ao longo do período de formação os candidatos recebem como alunos de escola de formação de sargentos de carreira. Atualmente, o soldo é de R$ 1.066,00 por mês

“Esse valor sofre algumas variações, pois há incidência de adicionais e descontos, mas em média, todos recebem aproximadamente esse valor”, reforçou o major.

A atual remuneração inicial da carreira é de R$3.825 mais adicional militar e adicional de especialização, o que eleva o valor para R$5.049. Para 2020 e 2021, os valores deverão ser reajustados, mas ainda não foram divulgados. 

Concluído o segundo ano de formação, os alunos são movimentados para as diversas unidades do Exército espalhadas pelo Brasil. A escolha dos locais é feita de acordo com a classificação ao final do curso.

 Confira dicas de preparação de aprovados no concurso ESA

Para concorrer ao concurso ESA é preciso ter o nível médio completo. Quem pretende uma vaga nas áreas Geral e Aviação deve ter idade entre 17 e 24 anos. Para as áreas de Música e Saúde os interessados podem ter até 26 anos.

Além disso, quem deseja concorrer a uma vaga na área da saúde deve ter curso Técnico em Enfermagem até a data de sua apresentação na organização militar. Já para a área de Música, é necessário comprovar a habilidade na execução de partituras com o instrumento musical correspondente a um dos naipes abrangidos pelas vagas.

Invista na sua preparação para o concurso

Concurso ESA terá sete etapas de avaliação

Os candidatos do concurso ESA serão submetidos a sete etapas de seleção: prova objetiva e redação; avaliação de títulos; exame de habilitação musical (para os candidatos da área de Música); investigação social; exame de aptidão física preliminar; revisão médica, exame de aptidão física definitivo; e comprovação através da heteroidentificação, para os candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos na inscrição.

As provas objetiva e de redação estão marcadas para o dia 4 de agosto. O Major Taffarel explicou que há sede de exames em todas as capitais e em mais outras cidades, totalizando 66 locais de exames no território nacional. No caso da cidade do Rio de Janeiro, por conta do número candidatos, haverá vários locais de prova. Os locais estão descritos no edital do concurso.

A avaliação objetiva está estruturada da seguinte forma:

  • 1ª parte - Prova de Matemática (12 questões para áreas Geral/Aviação e oito para as áreas Música/Saúde);
  • 2ª parte - Prova de Português (12 e oitos questões, respectivamente);
  • 3ª parte - Prova de História e Geografia do Brasil (12 e seis questões de cada disciplina para área Geral/Aviação e oito e quatro questões de cada disciplina para as áreas de Música/Saúde);
  • 4ª parte - Prova de Inglês (quatro questões para área Geral/Aviação e quatro para as áreas de Música/Saúde);
  • 5ª parte - Prova de Conhecimentos Específicos da área técnica de Enfermagem, na área de Saúde (12 questões) e Prova de Teoria Musical para a área de Música (12);
  • 6ª parte - Prova de Português (questão única discursiva/redação).

Não perca estas dicas de preparação para as disciplinas exigidas no concurso ESA 2019. Confira!

 Concurso ESA 2019: veja dicas para se dar bem na prova de Matemática

 Concurso ESA: confira nove passos para passar na prova de Inglês!

Concurso ESA: saiba como estudar para a prova de História

Para ser aprovado o candidato deverá obter, no mínimo, 50% de acertos do total das questões de cada uma das partes da prova, exceto a parte de Inglês. Nesse último caso será preciso alcançar pelo menos 25% de acertos. Já na prova de redação a pontuação mínima é cinco pontos.

Como ter estudo de qualidade para concursos? 



Comentários