Santa Catarina convoca aprovados nos concursos Polícia Civil-SC e IGP

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, assinou a convocação de 100 aprovados no concurso Polícia Civil-SC e 96 para o IGP-SC.

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, assinou na última segunda-feira, 2, o ato de convocação de 196 aprovados em concursos da Segurança Pública. Desse total, 100 candidatos habilitados serão chamados para a Polícia Civil-SC e 96 para o Instituto Geral de Perícias (IGP).

Esta é a primeira etapa de uma série de convocações para a Segurança Pública, anunciada em agosto. Ao todo, estão previstas 488 convocações, que ainda contemplarão o Corpo de Bombeiros Militar e a Polícia Militar de Santa Catarina.

"Esse é o compromisso do governo, de recompor o efetivo de Segurança Pública, chamando as pessoas de forma muito responsável. Fazia anos que o IGP não chamava ninguém para os seus quadros, nem fazia concurso. Com o chamamento de 100% dos aprovados, vamos reforçar a área de investigação", disse o governador.

Para o Instituto Geral de Perícia, a convocação significa uma recomposição de efetivo após 11 anos sem novas contratações. A distribuição dos profissionais nos municípios será definida com base em critérios técnicos, no momento em que os convocados forem efetivados.

"Com grande alegria e otimismo anunciamos que estamos escrevendo uma nova história na perícia criminal de Santa Catarina. Que os novos colegas sejam bem-vindos, agora trabalhando juntos e sempre buscando entregar um trabalho de excelência à população catarinense”, exaltou o perito-geral do IGP, Giovani Eduardo Adriano.

No Diário Oficial de Santa Catarina da última segunda-feira, 2, foram divulgados os nomes dos candidatos convocados. Os próximos a serem chamados, em novembro, serão 150 soldados do Corpo de Bombeiros Militar, que ainda terá mais 142 convocados em março do ano que vem.

Governo de SC anuncia convocações em concursos da Segurança (Foto: Doia Cercal/Ascom)
Governo de SC assina as convocações nos concursos da Segurança
(Foto: Doia Cercal/Ascom)

 

Saiba como foram os concursos da Segurança-SC

Concurso Polícia Civil-SC

Em 2017, a Polícia Civil-SC realizou concurso para 394 vagas. Deste total, 200 foram para o cargo de agente e 194 para escrivão. Em ambas as carreiras, os candidatos tiveram que apresentar o nível superior completo. 

Ao todo, 57.058 candidatos concorreram às vagas da ampla concorrência. Com 29.249 inscrições só para o cargo de agente e 200 vagas disponíveis, a disputa para o cargo foi alta, com 146 pessoas por uma vaga. 

Os candidatos foram avaliados por provas objetivas, Teste de Capacidade Física (TAF) e, por último, uma avaliação psicológica. Os aprovados em todas as etapas ainda realizarão um curso de formação.

A escolha de vagas para lotação e exercício profissional, dentre as que forem disponibilizadas, obedecerá a ordem de classificação final (lista geral) do concurso público. Os ganhos iniciais serão de R$3.842 (agente) e R$5.317,94 (escrivão).

Concurso IGP-SC

Em 2018, o concurso do Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina foi homologado. Ao todo, foram oferecidas 51 oportunidades para as carreiras de perito oficial (49 vagas) e técnico pericial (2), todas de nível superior. Os peritos oficiais receberão R$15.820,84 e os técnicos terão vencimentos de R$5.317,94.

As oportunidades foram distribuídas pelos seguintes cargos:

  • Perito criminal geral  - 9 vagas
  • Perito criminal audio e vídeo - 4 vagas
  • Perito criminal ambiental - 2 vagas
  • Perito criminal em informática - 4 vagas
  • Perito criminal em engenharias - 10 vagas
  • Perito criminal bioquímico - 5 vagas
  • Perito médico‐legista - 14 vagas
  • Perito odontologista - 1 vaga
  • Papiloscopista - 2 vagas

Concurso Bombeiros-SC

O prazo de validade do concurso do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, realizado em 2017, foi prorrogado até março de 2020. Na época, a seleção contou com uma oferta de 300 vagas para a carreira de soldado

Durante a validade do concurso Bombeiros-SC, os aprovados na seleção têm chances de serem convocados para o curso de formação, que tem duração de nove meses. Após a conclusão, ocorrerá a posse no cargo, conforme os chamamentos. 

A bolsa dos aprovados, durante o curso de formação, é de R$3.842,20. Após o término do curso, o valor subirá para R$4.581,83, sendo este a soma do valor bruto de R$3.842,20 com acréscimo da Indenização por Regime Especial de Serviço Ativo.

Comentários