ResuMapas: conheça a nova técnica de estudo para concursos - Folha Dirigida
Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

ResuMapas: conheça a nova técnica de estudo para concursos

ResuMapas: conheça a nova técnica de estudo para concursos

Você já ouviu falar nos ResuMapas? Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, a idealizadora dessa técnica contou todos os detalhes.

Os concursos para área Jurídica costumam cobrar classificações, teorias e conceitos complexos. Principalmente, os de nível superior. Para facilitar a revisão desses assuntos, a advogada Luana Araújo, 30 anos, desenvolveu o ResuMapas.

Essa técnica de estudos mantém a estrutura dos mapas mentais. Porém, desenvolve melhor os conceitos cobrados em prova. O objetivo, com isso, é facilitar a revisão e aumentar a pontuação nas provas de concurso.

O nome ResuMapas vem da junção do conceito de resumos em uma estrutura de mapas mentais. A reportagem da FOLHA DIRIGIDA conversou com a idealizadora dessa técnica para saber como aplicá-la na rotina de preparação.

Luana Araújo também é uma concurseira. Durante seus estudos, começou a perceber que assuntos jurídicos precisavam de uma revisão eficiente. Ela, no entanto, achava simples demais o modo tradicional dos mapas mentais e não entendia o porquê de certas siglas ou palavras soltas.

“Mas, ao mesmo tempo, minha mente tinha muita facilidade de memorizar imagens e cores. Não queria desistir de um formato diferente de resumir o conteúdo estudado. Foi então que resolvi manter a estrutura dos mapas mentais, mas desenvolver melhor os conceitos cobrados em prova de forma a facilitar minha revisão e aumentar minha pontuação”, explica.

Exemplo de ResuMapa feito por Luana Araújo
(Foto: Reprodução/Instagram)

 

A advogada costuma usar o “estudo reverso” para cobrir o conteúdo das provas. Isso consiste em analisar previamente o perfil da banca por meio da resolução de questões. Para, depois, recorrer a doutrinas ou vídeo aulas do assunto.  

“É uma espécie de ‘estudo às avessas’ já que num primeiro momento identifica-se o que cai, como cai e qual a principal fonte de elaboração das questões num determinado assunto. E logo após, inicia-se o estudo da teoria já na fonte identificada. Foi neste cenário que dei início a elaboração dos meus primeiros ResuMapas”, detalha.

Confira 20 ResuMapas gratuitos

Como os ResuMapas ajudam no estudo para concursos?

Para elaborar um ResuMapa, Luana faz uma análise prévia dos assuntos com maior probabilidade e incidência em provas.

Luana Araújo, do ResuMapas

Depois da identificação desses temas prioritários, ela inicia a resolução das questões por tema até conseguir identificar os aspectos mais cobrados.

“Já com os aspectos mais cobrados anotados, os organizo no ResuMapa. Na prática, isso acaba me ajudando a revisar de forma eficiente e organizada o que de fato tem grandes chances de cair”, revela.

Luana Araújo recomenda os ResuMapas para concursos jurídicos, em especial, os que exigem nível superior. Isto porque nessas seleções é comum encontrar a cobrança de classificações, teorias e conceitos mais complexos.

“Sendo assim, em se tratando de provas para cargos como juiz(a), defensor(a), promotor(a) de justiça, delegado(a), procuradores e analistas de tribunais, creio que este formato de resumo do conteúdo pode ser de grande valia”, conclui.

5 dicas para desenvolver seu mapa mental para concursos

Os mapas mentais são técnicas fundamentais para a memorização de conceitos mais simples e macetes. Com eles, fica mais fácil diferenciar institutos jurídicos com grandes chances de cair em provas. A idealizadora do ResuMapas deu cinco dicas sobre como fazer um. Confira:

1ª DICA: Localize o assunto central do qual serão puxadas as ramificações ou “perninhas”.

2ª DICA: Para cada ramificação ou “perninha” associe uma cor correspondente.

3ª DICA: Destaque as palavras chaves. Nos Mapas Mentais, ao menos em termos técnicos, o recomendável é a simplicidade. Por isso, deve-se evitar escrever os conceitos dos institutos de forma mais completa.

4ª DICA: Associe um desenho ou imagem para cada ramificação ou “perninha” dentro daquilo que sua imaginação permitir.

5ª DICA: Revise. Seja um Mapa Mental ou um ResuMapa, por mais lindo e perfeito que esteja, só produzirá efeitos se revisado. Sem revisão é impossível enviar o conteúdo para a memória de longo prazo, o cérebro só vai entender que o assunto é importante se insistirmos por meio da repetição.

O que diferencia um mapa mental de um ResuMapa?

Luana explicou que a diferença entre um mapa mental e um ResuMapa é a disposição do conteúdo.

Para ela, nem todo tema com grande possibilidade de ser cobrado em provas de nível superior em carreiras jurídicas comporta um mapa mental.

Por vezes, temas mais complexos precisam ser desenvolvidos no resumo para que o processo seja rápido e eficiente.

“Mas, para temas menos densos em termos conceituais, sem dúvidas, um bom mapa mental ajuda bastante na memorização”.

Abaixo, veja a diferença entre o formato de um Mapa Mental e um ResuMapa sobre o mesmo tema: Princípios da Administração Pública.

 

Mapa Mental

ResuMapa

 

ResuMapas no Instagram atrai mais de 80 mil concurseiros

Em abril de 2017, Luana criou um perfil no Instagram (@resumapas) para compartilhar seus resumos. Hoje, o perfil já tem mais de 84 mil seguidores. “Nunca imaginei que tantas pessoas gostariam dos meus ResuMapas. O contato com cada seguidor, suas histórias, depoimentos e feedbacks é uma das melhores partes disso tudo”, descreve.

Ela compartilha os ResuMapas no Instagram, bem como em outras mídias digitais como o Blog, a Lista de Transmissão no WhatsApp, Telegram, Grupo e página no Facebook.

“Sei o quanto essa trajetória é solitária e quando trocamos experiências, superações, dores e vitórias, de alguma forma isso nos mostra que não estamos sozinhos”.

Para todos aqueles que sonham com uma vaga em concurso público, ela deixa uma mensagem. “Eu acredito muito que tenho essa missão de levar muito mais que resumos e mapas mentais. Se de alguma forma o universo me trouxe até aqui, quero poder deixar um legado de mensagens que transmitam força, garra e resiliência, pois é isso que eu vivo todos os dias desde que decidi me tornar uma concurseira”. 

No vídeo abaixo, veja como Luana faz um ResuMapa: 


Comentários